Conversa de Mangá: Naruto 516 – O Discurso de Gaara!

Naruto: Capítulo 516 foi disponibilizado dia 11 de Novembro: “O Discurso de Gaara!”.

Se você não sabe o que é o projeto Conversa de Mangá, clique aqui. Depois do “continue”, a gente conversa mais:

Aviso: Continue apenas se você já leu o capítulo 516 de Naruto. Atualmente acompanho o mangá pelo site Mangá Stream, e a qualidade da scan é absurdamente fantástica! Basta não ter medo de inglês. Mas, em todo caso, a StrawHat Scans tem a tradução em Português!

Naruto 516

O Discurso de Gaara!

Antes de começar a discutir sobre o capítulo si, notaram que a primeira página do capítulo desta semana não está totalmente finalizada? (imagem ao lado). Os personagens ainda aparecem com aqueles rabiscos de arte ainda por finalizar, para que no fim fique uma única linha do traço. Este é um raros casos onde o autor do mangá não consegue entragar na Jump alguns quadros finalizados. Futuramente, em geral, o autor acaba finalizando o que deixou para trás quando o volume encadernado for lançado e aí, ninguém mais vai se recordar que isso aconteceu. A rotina de uma mangáka não é moleza mesmo, o próprio Eiichiro Oda algumas semanas atrás entregou um capítulo de One Piece com um quadro duplo de abertura do mangá onde o Zoro estava com a sua cicatriz nos olhos invertido. Ou seja, são problemas que qualquer autor de mangá pode enfrentar. Para Kishimoto não ter conseguido entragar a página totalmente finalizada, só demontra o quanto o mangá está enfrentando uma fase totalmente épica, com muitos cenários, dezenas de personagens, quadros amplo de exércitos. Com certeza é algo de deixar qualquer um maluco. Mas temos todos que admirar os esforços de Kishimoto para entregar aos leitores um evento que pode vir a ser um dos mais importantes de Naruto desde que o mangá foi criado.

Quanto ao capítulo desta semana, o melhor dele na minha opinião foi o começo, com os… como devo chama-los? Não são zumbis, mas são mortos-vivos, mas, meio que fogem da regra geral de tudo que existe nesse sentido atualmente. Esse jutso de ressurreição do mundo impuro é realmente complicado. Enfim, o melhor pra mim foi ver estes personagens mortos, com suas almas convocadas novamente para os corpos onde os mesmo não podem mais controlar. Ver alguns explicando sobre o jutsu, ver Zabuza dizendo algumas coisas depois de tanto tempo, o olhar do Asuma. Um dos pontos altos dessa guerra realmente será o encontro destes personagens mortos com a turma que ainda está viva e que guarda sentimentos pelos mesmos. Mal posso esperar. Interessante o Kabuto poder invocar tais almas, deixar suas personalidades intactas e ainda assim controlar os corpos de tanta gente, ainda que um tenha se revoltado quanto a isso, eles realmente não poderão fazer nada contra Kabuto. Sao almas presas aos antigos corpos. Alias, “aprisionados”, é uma boa forma de chamá-los… eu acho.

Achei que o capítulo iria colocar mais alguns sopapos entre Anko e Kabuto, mas não rolou. Me pergunto se Kishimoto irá criar essa luta da antiga pupila do Orochimaru. Ou se já no próximo a veremos derrotada ou possivelmente morta. Sempre achei que o autor do mangá tivesse algum plano futuro para ela. Afinal, o fez ser uma cobaia do Orochimaru, não chegou a matar lá no começo do mangá, ela ainda possiu o selo amadiçoado e ainda contra atacou o Kabuto com cobras, que para o personagem, deve ser como se estivesse atacando com o vento? Como se qualquer tipo de cobra fosse funcionar com ele. Será que a Anko não tem nenhuma habilidade especial em batalha que não envolva o selo amaldiçoado ou será que ela consegue usar aquela segunda forma do selo, quando envolve o corpo todo e rola aquela transformação? Seria uma boa forma de tirar o Kabuto da linha de frente da guerra, e manter a batalha dos mortos-vivos rolando.

Em relação ao discurso do Gaara, muito bonito e serviu aos propósitos de união na qual os ninjas precisavam. No animê deve rolar um gigantesco flashback mostrando tudo pelo qual ele passou e os momentos em que o Naruto mudou a sua vida, mas aqui no mangá, a sensação que o discurso passa para todos, ficou perfeito. E é importante mesmo o Kishimoto colocar esse detalhe que mesmo todos os ninjas reunidos, isso não significa que as décadas de ódio entre cada vila tenha desaparecido, mas que agora, o importante é todos lutarem juntos. No final da guerra, o ódio poderá retornar ou Naruto consigará a paz que o Jiraya tanto quis? Acredito que não, mas é meio irônico não? A paz vir depois de uma guerra? O mundo real hoje em dia não é mais “pacífico” entre nações depois de duas Guerras Mundias? Mas é uma falsa paz, isso todos sabemos. É por estas e outras que ainda acredito que o final do mangá está longe de acontecer, como muitos estavam discutindo na semana passada, sobre esta ser a última grande saga do mangá. Eu duvido muito. Não seria surpresa alguma alias, se futuramente o mangá saltasse mais um pouco cronologicamente, trazendo um Naruto mais adulto, assim como aconteceu com Goku em Dragon Ball. Pra mim seria genial se o Kishimoto criasse esta terceira fase do mangá. Bem, eu não acredito no final do mesmo, não agora e nem após a guerra. Existe ainda muitas pontos dentro do universo da série para se amarrar.

Só para encerrar, falando em Naruto, o Bee vai ensiná-lo mais alguma coisinha. Meio tenso isso de rolar cenas de treinamento no meio da terceira guerra ninja, espero que o Kishimoto não dê muita corda pra isso. Pode até deixar o Naruto treinando neste momento, desde que não corte as cenas das batalhas para se dedicar a isso. Deixe o treinamente em um plano bem distante da guerra. É hora dos secundários brilharem e ganharem as batalhas de suas vidas. Naruto, como protagonista de tudo, tem que ser o último a aparecer.

modelo-squareCurtiu esse texto? Gostou do site?

Então dê aquela força seguindo e curtindo a nossa página no Facebook! — Quer mais interação? Temos um grupo (ainda pequeno) para leitores por lá, o Clube Secreto. Fica aí o convite! Quer ver o site crescer? Talvez você possa contribuir com isso se tornando um apoiador do site lá no Apoie.se.

Tags from the story
, ,
More from Thiago Machuca

Vale comprar (de novo) Grand Theft Auto V no PlayStation 4 ou Xbox One?

No exato momento em que foi anunciado que GTA V seria lançado...
Read More