Conversa de Mangá: Katekyo Hitman Reborn 346 – Sorria…

Katekyo Hitman Reborn!: Capítulo 346 foi disponibilizado no dia 21 de julho: “Sorria…”.

Se você não sabe o que é o projeto Conversa de Mangá, clique aqui. Depois do “continue”, a gente conversa mais:

Aviso: Continue apenas se você já leu o capítulo 346 de KHR!. Atualmente acompanho o mangá pelo site Mangá Stream, e a qualidade da scan é absurdamente fantástica! Basta não ter medo de inglês. Mas, em todo caso, o site Anima Regia tem a tradução em Português. 😉

Yeah! CdM está de volta! E sem mais recesso! E o CdM dos Leitores?
Em breve darei detalhes sobre ele, padawans. Ele não foi esquecido.

Katekyo Hitman Reborn! 346
Sorria…

Madrugada de segunda e só agora é que me dei conta que esqueci do Conversa de Mangá do Reborn desta semana que acabou. Passei o fim de semana meio desligado da internet, aí já viu. Enfim, mas também não fiquei nem um pouco animado com o capítulo 346. De fato achei ele bem broxante. O capítulo anterior terminou de forma tão misteriosa e com um gancho para o próximo que podia dar alguma indicação sobre o futuro do mangá, quando na verdade o cara da Vindice só queria mostra o “Final Feliz” da família Shimon da 1ª geração. Fala sério. A Akira Amano criou uma baita expectativa para mostrar algo tão simples.

Não que o flashback, os últimos momentos que fecham o ciclo do passado da Vongola e Shimon tenha sido desnecessário. De fato eu até gostei, mas o problema mesmo é a expectativa que estava para ser outra coisa. Achei bacana as palavras do Cozart desejando um futuro onde ambas as famílias se reencontrariam e seriam amigas e felizes novamente, o que é exatamente um pouco desse sentimento que a Amano expressou nas páginas do final da Saga Shimon, mostrando as famílias, agora amigos, vivendo um daqueles dias normais escolares. Uma forma bonita de fechar uma saga, ainda que não seja muito empolgante dentro do gênero Shonen. Podia ter rolado algo mais emocionante para que eu pudesse esperar algo de bom do mangá na próxima semana.

Tem sempre aquele problema, as vezes KHR deixa de lado as batalhas e super poderes, para virar um mangá escolar, como era no início de tudo. Não é uma das melhores fases pra mim. Curto o humor escrachado que existe, mas não fico muito empolgado e motivado a acompanhar religiosamente. Espero que a autora não venha com muitos capítulos assim daqui para frente, antes de esquentar as coisas novamente. Ainda que se for pensar, seria uma boa uns 4 ou 5 capítulos de “dias normais”, que poderiam sevir para capítulos num retorno do animê (que continuo na torcida para que aconteça no próximo ano – este ano eu duvido muito).

A única coisa intrigante do capítulo semanal foi a libertação do Mukuro da Vindice. Então é assim? Está tudo perdoado? Achei meio simples demais a ideia de se libertar e deixar Mukuro vagando livre e solto por aí. Me lembro do final da saga do futuro quando aquela garota, que não vou lembrar o nome, diz a Chrome para não confiar em Mukuro, pois ele ainda a trairia. Mukuro solto, Hibari provocante ele. Enfim, só acho que ele não vai tentar algo agora, pois deve estar recuperando suas forças e o corpo debilitado depois de ter sido usado como saco de pancada na luta contra Daemon. Mas ainda assim, foi um dos poucos fatos dentro do capítulo que dão algo para mastigar sobre o futuro do mangá.

Quanto as cenas de humor. Nada a comentar. Algumas eu ri (Lambo), outras eu achei bobas (como a piada com a rede) e nada demais. E é isso, tudo mundo curtindo a fase de tranquilidade do mangá. Dias normais… por enquanto.

modelo-squareCurtiu esse texto? Gostou do site?

Então dê aquela força seguindo e curtindo a nossa página no Facebook! — Quer mais interação? Temos um grupo (ainda pequeno) para leitores por lá, o Clube Secreto. Fica aí o convite! Quer ver o site crescer? Talvez você possa contribuir com isso se tornando um apoiador do site lá no Apoie.se.

More from Thiago Machuca

Almanaques bimestrais Disney chegam na 3ª edição! Veja as capas! Lançamento nos próximos dias!

Ainda estou terminando de ler os almanaques do Prof. Pardal e Pluto,...
Read More