Conversa de Mangá: Bleach 477 – The Lost 2

Capítulo The Lost 2 já está na web! (+ Espaço Leitor)

Agora o CdM vai funcionar do jeito que descrevi ao explicar os conceitos do Portallos EXP nos Diários de Desenvolvimento. O capítulo já está na web (Manga Stream). Já li o capítulo, mas não tenho tempo agora para sair escrevendo sobre o mesmo. A postagem vai ao ar, apenas com a imagem acima, liberando para os primeiros comentários. Para a galera não morrer do coração por não tem um lugar para comentar. XD

Quando eu voltar aqui, mais à noite, ou vou fazer um texto, ou vou selecionar os melhores comentários para ilustrar o Conversa de Mangá. Posso até mesmo fazer as duas coisas. Chegou a hora de começar a aplicar um pouco o conceito do sistema EXP+ e Espaço Leitor. Então quem quiser brincar já sabe: comentários caprichados. Eu já vejo muito disso nos comentários do CdM, então bem vou perder tempo explicando.

Vai ter um Lost Chapters igual teve One Piece? Provavelmente não. A menos que eu esteja muito louco ou empolgado para fazer. Fiz o do One Piece como um molde, para ver como o CdM ficaria no blog novo. Queria ter feito os dos outros mangás é claro, mas corremos com o blog no fim de semana para ativá-lo, tinha que experimentar outros formatos de postagens em outras áreas do blog e acabou não dando tempo. O melhor é retornar os CdMs a partir de agora do que ficar chorando pelo que já foi. O que passou passou. O que tiver que comentar de importante, a gente vai encaixando nos novos CdMs. 😉

E para quem ainda não leu, é óbvio que nos comentários vai rolar Spoilers! Está avisado!

Atualização EXP+! (15/Dez – 01h05)

Opa, aconteceu exatamente o que imaginei que aconteceria. Não sobrou tempo para fazer o meu texto opinativo. Ele vai sair, mas não hoje. Também não vou dar prazo porque senão vocês vão ficar cobrando em cima do mesmo. Entretanto, olha aí o Espaço Leitor! o/

Espaço Leitor

Mark

Não foi dos melhores capítulos de Bleach, mesmo assim gostei dele. A pergunta de Ginjou, após ser derrotado foi o que mais me chamou a atenção: “se nossas ordens de chegadas fossem invertidas, você seria como eu, Ichigo?” Caso o contrário tivesse acontecido poderia sim o destino ter sido diferente para o protagonista. Gosto quando Tite Kubo toca nestes tipos de reflexões que mostram as ironias do destino junto com o outro lado da Soul Society, que por sinal, nunca foi boazinha, nessa história.

Sobre o Tsukishima aparecer do nada para atacar o Ichigo, vejo isso como uma maneira de não dar uma morte banal a um vilão de peso, dessa saga atual,e faz todo o sentido se vermos por esse lado. Acredito que no próximo capítulo, que será o passado de Ginjou e Tsukishima, essa história ficará melhor contada, Gostei também da aparição da Riruka, para salvar o Ichigo e abrir os olhos de Tsukishima, naquele momento. Essa história de o Ichigo ter salvo o Ginjou, apesar de clichê, achei até convincente.

Agora quero ver o que Kubo fará para a próxima temporada de seu mangá. Pra mim o ideal seria que Bleach tivesse acabado logo após a luta contra o Aizen, mas tudo bem. Espero que futuramente tenha espaço, no mangá, para aproveitar melhor o céu e o inferno, além de muitas grandiosas batalhas, claro. ^_^

Castro9

Gostei do capitulo e principalmente das paginas que se focaram só na ação e foram muitas, elas mostraram os belos movimentos de forma detalhada e por conseqüência passaram toda a emoção para leitores mais experientes através das expressões faciais, e com isso temos uma boa luta que foi publicada em uma revista de MANGÁS (não light novel) que é famosa por seus bons títulos battle shonen.

As palavras de Ginjou foram interessante e o colocam uma situação de reflexão sobre sua decisões, dando mais personalidade ao vilão e não foi só ele que teve a personalidade mais exposta nesse capitulo também temos o Tsukishima saindo do armário.

Cristhal

Não sei, achei o capítulo muito fraco dentro de uma história sem sentido. No final eu fiquei me perguntando para que serviu toda essa história no fim…

Tem certas coisas que me incomodam nessa saga. O motivo do Ginjou é um deles. Ele apenas ficou rebelde porque estava sendo controlado? Sinceramente, qualquer facção militarista faria isso com um membro que tem potencial bélico e destrutivo. O que poderia ter acontecido para que essa rebeldia viesse a tona, isso sim seria interessante. Será que ainda vai ser mostrado? Porque senão, para mim é só rebeldia sem causa. A reflexão sobre troca de papéis, para mim não tem sentido. Simplesmente, por causa de relações e acontecimentos. A forma como Ginjou age na época dele; é diferente da forma como Ichigo age no momento dele. As pessoas são frutos de suas experiências e como interagem com o meio delas. Por isso, não fiquei tocada com essa fala dele.

Quanto ao ataque Tsukishima, achei legal pois colocava em cena um vilão com potencial… Para depois, ficar decepcionada em ver que ele estava desesperado, porque o “amigo” estava morrendo… Em nenhum momento da saga me parecia, que eles fossem tão próximos… Isso seria perdoável se no próximo capítulo mostrar um pouco da história dos dois; mas se ficar so nos quadros de hoje, será mais uma história com potencial desperdiçado.

modelo-squareCurtiu esse texto? Gostou do site?

Então dê aquela força seguindo e curtindo a nossa página no Facebook! — Quer mais interação? Temos um grupo (ainda pequeno) para leitores por lá, o Clube Secreto. Fica aí o convite! Quer ver o site crescer? Talvez você possa contribuir com isso se tornando um apoiador do site lá no Apoie.se.

Tags from the story
, ,
More from Thiago Machuca

[PS3] Ratchet & Clank: Quest for Booty terá 2.3 GB

Segundo o blog PS3 Fanboy, o esperado game Ratchet & Clank: Quest...
Read More