Opinião | A internet é feita para compartilhar!

O que faz pessoas traduzirem mangás e animes, criarem blogs, tumblrs…

(Por Igor Marcelo)

Esse texto me veio na cabeça meio que no estalo, tipo, eu cheguei em casa e quando liguei pra ver os sites que eu acompanho e li sobre a 2ºfase do recrutamento do Portallos, e que tinha que mandar novos textos eu já tinha um quase pronto na cabeça só faltava começar a passar pro computador, mas resolvi começar aos poucos durante a semana, e continuei acessando os outros sites e fui da uma olhada no scan que traduz Medaka Box pra ver se tinham lançado algum capitulo, pra minha sorte eles lançaram, mas apenas um e isso depois de alguns meses sem lançar nada de Medaka, até ai beleza, eles nunca foram de lançar regulamente mesmo e sempre deixaram isso claro mas o que me chamou a atenção foi o texto que o editor do scan escreveu falando sobre o porque da demora dos capítulos e a insistência do leitores pedindo pra que lançassem logo.

Ele escreveu o significado da palavra “esperar” do dicionário e explicava a demora por causa da edição da raw e dizendo que não ia se apressar e só traria quando estivesse com boa qualidade, li o texto, li os comentários e depois li o manga e voltei pra ler os restantes dos sites que acompanho. Mas durante a leitura do texto desse scan e da forma que estava escrito meio que puxando a orelha dos leitores que perturbam mas ao mesmo tempo mostrando que continuavam empenhado em traduzir e disponibilizar o mangá. Veio-me a seguinte pergunta na cabeça “Porque diabos uma pessoa disponibiliza um mangá traduzido sem receber nada por isso e mesmo com tanto idiota reclamando e cobrando a demora ele continuava e ainda se explicava” acabei parando um pouco pra pensar nessa pergunta e acabei chegando numa conclusão que é resumida no titulo desse texto, é claro que esse é o meu pensamento, e a minha resposta é o motivo do texto, seria bom se cada um fizesse essa pergunta para si, para ver se é igual a minha ou uma nova resposta.

A primeira coisa que me veio a cabeça foi no porque compartilhar, porque cria um site ou blog, traduzir e editar um manga e disponibilizar na internet, um lugar publico e acessível a qualquer pessoa que tenha computador em vez de só ler ou editar para consumo próprio. Foi ai que me peguei pensando de como me sinto quando leio uma manga ou livro novo, assisto a um novo filme ou conheço novos lugares, não sei vocês, mas me da uma vontade imensa de compartilhar essa nova experiência e conhecimento, com os amigos famílias e conhecidos, tipo quando você vê aquele filme e fala “caraca muito bom, tenho que recomendar pro meus amigos” é isso que eu sinto. Talvez seja isso que faz um grupo de pessoas que nunca se viram e mal se conhecem a formar um scan, para poder mostrar como aquele manga ou anime é foda e que já que as pessoas não tem a possibilidade de ler, eles fazem esse pequeno favor.

E se pararmos pra pensar um pouco mais talvez isso seja um dos pilares da internet, a facilidade e liberdade de compartilhar aquilo que você gosta, de popularizar algo que pouca gente tinha conhecimento. Acho que a primeira evidencia disso foi a popularização do mp3 e a facilidade de conseguir baixar musicas, foi quando esse negocio de classificação de gêneros musicais para pessoas como gótico, emo, metaleiro,funkeiro, e tantos outros se tornaram mais evidente porque tínhamos tanta facilidade de conhecer novas banda e grupos que era só um amigo recomendar que escutávamos mesmo sem saber nada sobre a musica.

Depois do compartilhar mídias veio o compartilhar de pensamento, devo confessar que passei a acompanhar blogs de noticias e variedades a pouco tempo mas sei que o blogspot (so pra pegar como exemplo) bombava a alguns anos atrás e muitas pessoas não só usava para criar blogs para expor opinião e divulgar noticias, usavam quase como se fosse um site mesmo e programas e mídias que eu não achava em sites grandes achava tranquilamente em algum .blogspot na net, seu uso simples tornava fácil para qualquer pessoa dividir aquilo que queria

Agora vivemos um novo compartilhar, o compartilhar social, pra mim o mais impactante dos três citados porque já está se tornando (ou já se tornou) algo que extrapola o lado virtual e sendo quase que essencial você ter alguma interação nas redes sociais, sobre isso eu tenho certo afastamento natural não acho bom nem ruim uma rede social o que me incomoda são as pessoas fazendo uso dessa rede, o Orkut foi uma rede social que eu tinha repulsa em usar porque não se tinha nenhuma privacidade e as pessoas usavam quase como status. Mas o Facebook me agrada justamente pelo fato de você poder compartilhar fotos, imagens, texto, o que for, para seus amigos e eles poderem comentar sobre isso, pois remete a aquilo que eu disse no começo do texto, de eu poder compartilhar o trailer daquele filme que eu vi e achei bom para algum amigo que gosta de filme e que não conhece esse que eu assisti.

Acabei repetindo demais a palavra compartilhar (e eu me monitoro o tempo todo pra não repetir palavras quando escrevo) porque é a que melhor expressa o que é a internet, uma grande rede de dados se comunicando e doando um pouco de si para o próximo. E para mim não vai ser PIPA SOPA ou empresas que podem acabar com a internet que conhecemos hoje, a partir do momento que as pessoas pararem de compartilhar aquilo que gosta e guardarem somente pra si, ai sim podemos começar a declarar o inicio do fim da internet.

[créditos ao  Zanonymouse pela imagem que abre o post]

Tags from the story
, ,
Written By
More from Rackor

As últimas de MvsC3: Hsien-Ko, Sentinela, novas fotos e o Shadow Mode! [PS3/360]

Bem vamos começar do começo. Como de costume a Capcom revelou mais...
Read More