Música | A Cronologia Fictícia de Gorillaz!

Bananaz!

É bem provável que com o tempo vocês percebam que meu gosto musical, é bem variado dentro de um mesmo seguimento e que acabo me fechando para as músicas novas, e não fazendo referência a Tchus e Tchas, digo que existe música boa hoje, mas que eu não procuro e nem elas me procuram. Então acabo com as mesmas bandas de sempre.

Exemplo dessas bandas é Gorillaz, uma das bandas que me mostrou uma ideia bastante criativa pra época e que poderia ter ido muito mais além. Uma coisa interessante também é a relação entre o método Portallos e o método Gorillaz, fazendo substituições constantes pra manter a inovação e o ânimo.

Considerada uma banda virtual, até porque banda desenhada seria complicado de denominar.

A banda é composta por personagens fictícios que assim como um qualquer, foram criados enquanto matéria e persona e é essa parte da banda que venho contar.

A história aqui é dos personagens fictícios, não dos criadores.

Tudo teve inicio com Murdoc, um personagem que teve uma evolução bastante perceptível se compararmos suas aparições em Clint Eastwood (2001) e Do Ya Thing (2012).

No início Murdoc atingiu 2-D (Stu Pot) na cabeça, que por sua vez com o acidente, perdeu um olho e adquiriu uma paralisia cerebral. Murdoc então foi sentenciado a cuidar de 2-D por 1000 horas. Durante esse período ele resolveu levar o companheiro em um passeio (passeio ao estilo Murdoc) e capotou o carro. 2-D perde outro olho, só que recuperou-se da paralisia cerebral. Murdoc então descobre um talento pra música em 2-D.

A história pode não fazer muito sentido, por ser rápida e emergente.

Gorillaz começa a se formar, já podendo contar com um vocal e um baixista, respectivamente, 2-D e Murdoc.

Murdoc em seguida conhece Russell, que durante uma briga de gangues todos os seus companheiros morrem e suas almas reencarnam no gordão, que adquiri habilidades musicais incomparáveis. Encontrando seu espaço como baterista do Gorillaz.

Faltava então uma guitarra e a namorada de 2-D foi quem ocupou o espaço, porém Murdoc ocupou o espaço de 2-D, que pegou os dois se beijando no banheiro. A garota foi expulsa da banda.

Semanas depois chega um pacote na porta da Kong Studios (estúdio do Gorillaz) enviado do Japão via Fedex, com nada mais nada menos que uma japonesinha com amnésia, só sabendo pronunciar a palavra Noodle, o que já lhe acrescenta um nome e uma guitarra ao Gorillaz.

Esse é o início da banda, essa que depois do sucesso repentino, se separou devido aos integrantes quererem um tempo pra si. Eu me lembro dos boatos sobre estarem gravando um filme, mas segundo a ficção Murdoc brigou com todos os diretores e não deu certo. Nesse meio tempo, muitos mistérios começaram a rondar o Kong Studios, como aparição de fantasmas e zumbis, o que já da pra perceber no próprio Clint Eastwood, com os gorilas zumbis.

Esse é o final da chamada Fase Um do Gorillaz, intitulada Celebrity Takedown. Durou de 1998 à 2003 quando a Kong Studios fechou as portas pela primeira vez.

A Fase Dois se inicia em 2004, foi nessa época que conheci a banda e comecei a acompanhar algumas coisas. Lembro dos pôsteres centrais das revistas da época. Essa fase ganhou o nome de Slowboat to Hades.

Tudo começa com a reabertura do estúdio, com uma promessa de um novo álbum, o chamado Demon Days.

Os integrantes tentavam encontrar-se no mundo.

Noodle estava a caminho do Japão em uma ilha flutuante nomeada de El Mañana, para tentar descobrir algo mais sobre seu passado e acaba encontrando na sua nebulosa história a revelação de que na verdade era uma experiência do exército japonês e a perseguição tem inicio.

Russell consegue exorcizar seus demônios.

Uma atmosfera negra cerca o Kong Studio e isso influência na criação do novo álbum. Eles descobrem então que existe um buraco para o Inferno no interior do prédio. As gravações vão caminhando ainda assim e em um dia Noodle resolve tocar violão na El Mañana, no exato momento em que o exército japonês a encontra e autoriza o bombardeio.

A ilha é derrubada em cima do estúdio, fechando o buraco para o Inferno, entretanto, matando (ou não) Noodle.

Esse é o triste fim da segunda fase no ano de 2006.

Em 2007 a Fase Três tem inicio, com Murdoc procurando um novo espaço para viver e continuar o Gorillaz, ele sai então viajando e descobre no meio do Oceano Pacífico uma ilha que da o nome para a nova fase, Escape to Plastic Island.

Murdoc destinado a reunir o Gorillaz novamente faz um contrato com o demônio chamado BoogieMan para levar 2-D até a ilha, com uma amostra de DNA de Noodle ele cria a Cyborg-Noodle, que tem uma personalidade um pouco mais malvada que a anterior. Russell entretanto esta desaparecido e 2-D se mostra bastante depressivo dessa fase em diante.

É interessante a forma como eles encobriram a ausência do baterista aderindo a colaboração de várias pessoas, incluindo Damon Albarn e metade do The Clash. Assim eles conseguem terminar o álbum intitulado Plastic Beach.

Nessa história toda de parcerias, Damon Albarn trai o grupo, e se apodera do controle dos shows, o que irrita muito Murdoc. Esse então decide sair por um tempo, pra trazer Russell de volta e com isso trazer o que era Gorillaz.

Só que mais confusões acontecem, Murdoc se mete em uma briga com Bruce Willis e BoogieMan, isso da pra ver em Stylo. Bruce Willis, aparentemente é um matador profissional, só não sei dizer se é contratado do BoogieMan ou não.

Essa perseguição termina com 2-D, Murdoc e Cyborg Noodle caindo com o carro no oceano e esse carro se transforma em um tipo de peixe mecânico.

Em paralelo Russell fica sabendo da volta do Gorillaz e tenta nadar até a ilha, só que bebe muita água no oceano e acaba ficando gigante. Eu tinha achado bem estranho ele dormindo no telhado no último clipe feito pela banda, mas isso já explica bastante coisa.
No meio desse trajeto Russell acha Noodle em um bote salva-vidas depois de ter suas coisas destruídas.

Todos são levados até a Ilha de Plástico e lá atacados por BoogieMan com aviões do exército japonês e junto a eles Albarn com sua trupe. É tipo crossover aí.

Mas então com o Gorillaz completo, eles conseguem tomar controle de tudo.

Essa fase termina em 2010 e dois anos depois temos, Do Ya Thing.

Não da pra dizer muito sobre o que aconteceu depois da batalha, mas Gorillaz esta novamente unida e moram em Londres.

Nesse clipe da pra ver que BoogieMan esta morando com eles, Russell continua gigante, a El Mañana esta “estacionada” e no final eles recebem uma ordem de despejo.

Podemos dizer que a história é cheia de furos. Mas é uma banda que trouxe uma ideia nova pro cenário musical e isso já conta bastante. Pra quem conhecia a banda antes, mas não conhecia a história, é legal rever alguns clipes na ordem cronológica.

No site oficial da banda da pra passear pela Ilha de Plástico, ouvir os cds, ver os clipes, participar de jogos e ver as notícias. clique aqui.

P.S.: Nos extras do álbum Gorillaz (2001) vinha um screensaver da banda passeando com o jipe. Velhos tempos.

Fiz esse post, pois voltei a ouvir Gorillaz e aos poucos vou vendo por que gosto tanto da banda. Hoje me dia não é lá a coisa mais inovadora que se pode fazer, eles até tem seus shows com holograma, mas isso até o 2Pac, que esta morto, tem.

Além disso, conhecer a história e poder ver os clipes na sequencia torna a experiência mais divertida.

 gorillaz-new-album-soon

Tags from the story
, ,
Written By
More from Senhor Coruja

Postando uma imagem só porque curti…

Kapow! Adoro quando estou procurando qualquer outra coisa na internet ou só...
Read More