10 dicas para iniciantes em The Witcher 3!

Conforme comentei aqui no blog semana passada já estou jogando The Witcher 3: Wild Hunter. Ainda estou nas horas iniciais do game, aprendendo e entendendo seu universo e suas regras. E tal como algumas pessoas, sou um completo novato na franquia, sem qualquer experiência ou conhecimento das mecânicas com base nos games anteriores. Por isso andei ouvindo alguns podcasts, estudando algumas dicas e também prestando atenção em algumas coisas nestas minhas primeiras horas de gameplay. Então selecionei 10 dicas que podem interessar a qualquer jogador que também esteja chegando agora ao título! Espero que ao menos alguma seja-lhe útil!


1. Não se assuste com as mecânicas de combate!

O tutorial do game apresenta ao jogador um monte de comandos. Ataques, defesas, contra-ataques, diferentes magias, menus de utilização de itens, travar combate e assim por diante. Inicialmente é muito difícil se lembrar de tudo isso e não há qualquer problema em nãos e lembrar de todas as técnicas!

Tenha em mente que inicialmente você só precisa aprender três coisas: a utilizar o ataque normal, a pular para se desviar dos ataques dos inimigos e abrir e utilizar o menu de magias. Só isso! Conforme o jogo for avançando, você vai aprendendo as técnicas mais avançadas conforme elas forem sendo necessárias.

A respeito das magias, também não se afobe achando que vai ter que usar um monte delas ao mesmo tempo ou decorar logo de cara todos os símbolos ali. Ao abrir a seleção de magia, o combate sempre congela e parar. E qual escolher no começo? Pra mim a melhor opção tem sido a proteção, que cria um escudo, já que é fácil perder energia e ela não se recupera sozinho nos primeiros momentos do game! E tenha em mente que nas primeiras horas do jogo você não vai entrar em combate muitas vezes.


2. Não se preocupe em coletar tudo que vê pela frente!

Outra coisa que assusta um pouco logo na primeira hora de jogo é a quantidade de itens que podem ser colecionados no ambiente ao redor do seu personagem. Inimigos geram itens, plantas geram itens, quase toda caixa e saco e armários nas casas possuem itens! É uma quantidade absurda de coisas que podem ser coletados a cada minuto e cada 5 passos que você dá no game!

Pode vasculhar, mas não fique preocupado em coletar tudo que vê! Dê preferência a “itens superiores”, descrição que vem marcado no item ou itens mágicos. Passe a ignorar um pouco itens marcados como “comum” ou “porcaria”. Isso porque você não irá utilizar eles logo de cara, já que ainda vai aprender mais a frente a respeito de forjar armas, armaduras e poções. Quando chegar esse momento, aí sim você verifica coisas que talvez precise e que possa coletar na jornada.

Lembrando também que muitos itens que são forjados precisam de receitas que são adquiridas ao longo do game. Então não adianta você ter os itens que farão uma armadura ou espada e não ter a receita que a faz. Ah e itens mais comuns, como lã, fio ou couro em geral são vendidos pelas pessoas que forjam itens. No ferreiro os itens de armas e armaduras e na herbalista, flores e itens para poções. Então não se estresse ou perca tempo tentando recolher o mundo inteiro por medo de vir a precisar de tal item mais para frente da história.

E não se estresse com dinheiro. Inicialmente não se faz necessário ser milionário. As moedas virão e alguns itens encontrados por aí podem simplesmente serem vendidos para gerar moedas necessárias que você compre alguma coisa aqui e ali.

Por último: enquanto não conseguir a habilidade de auto recuperar energia (vide dica mais abaixo), tenha alimentos e bebidas no inventário pois só assim ou meditando, o que é meio bucha porque avança o relógio do game, é que você recupera HP. Mas não compre, procure nas casas e nas vilas que é bem de boa achar alimentos por aí.


The Witcher 3 002

3. Pontos de experiência se ganha por contratos e não por combater monstros aleatórios.

Quando se pensa em um RPG se pensa em subir de nível perdendo horas matando monstros aleatórias e repetidos numa floresta. Não perca seu tempo fazendo isso! O XP dado pelo game em combate com os monstros iniciais que aparecem aqui e ali no mapa são baixíssimos. A melhor maneira de ganhar tais pontos é cumprindo contratos.

E contratos aparecem aqui e ali logo de cara, além do contrato principal que dá sequência a história do game. Alguns dão poucos XP outros dão mais. De qualquer forma, tenha preferência por eles do que ficar no meio do mato matando ou caçando monstros de nível baixo, até porque eles não aparecem aos montes nas primeiras horas. E alguns contratos são curtos, não levando nem 15 minutos para serem cumpridos!

A única coisa que ainda não fui realizar são os contratos do quadro de contratos. Não sei se são interessantes. No momento apenas aceitei aqueles que apareceram pra mim enquanto jogava e fazia outras coisas da missão principal do game.


4. Fique atento a missões secundárias escondidas em diálogos.

Essa meio que me surpreendeu e portando passei a ficar mais atendo aos diálogos. Vou dar um exemplo: estava fazendo a missão principal inicial do game, que não é nenhum spoiler, que consiste em caçar e matar um Grifo. Em um determinado momento o jogo estabelece que preciso ir falar e conhecer uma Herbalista da região. Chegando lá, conversa vai, conversa vem, rola um ponto onde os personagens discutem a respeito de uma moça ferida e sofrendo ali num sofá. A Herbalista diz que ela vai morrer, pois o mal que a comete não tem cura. Seu personagem diz que existe uma poção de bruxo chamado Andorinha que talvez possa curá-la. E a conversa fica por isso mesmo.

Não existe qualquer opção de aceitar um contrato para fazer a poção ou de dar a poção para a moça doente. Ou para falar com ela para ver o que ela acha disso. Fiquei meio encucado com a conversa e proposta solta no diálogo e resolvi entrar no menu do game e em meu inventário. Tinha lá a receita para a poção da Andorinha e já havia colhido alguns itens, faltando apenas um. Por sorte, ou inteligência do game, a Herbalista que também vende itens de poções tinha o que me faltava para criar a poção. Comprei e fiz a poção.

Voltei a falar com a Herbalista com a poção em meu inventário e “puf” apareceu um novo diálogo onde posso escolher dar a poção para a moça doente! Fiz isso e cumpri uma missão secundária escondida. Ganhei uma porrada de itens, receitas e uma boa quantidade de pontos de experiências! E era uma missão que em nenhum momento o jogo disse que eu poderia fazer. Foi apenas uma conversa solta que deu indícios de que poderia realizar algo ali.


5. Primeira habilidade essencial: recuperar energia!

 Uma coisa que me incomodou na primeira hora de jogo foi o fato de ter que tomar cuidado com a energia (HP) do personagem. Ela apenas se recupera comendo itens ou meditando. E a comida, como pão ou água nem recupera tudo, apenas um tiquinho da barra. A recuperação é feita por contagem de segundos, então são tipo 5 segundos de recuperação, o que não dá muita coisa se tu gastou metade da barra num combate. E meditar, apesar de recuperar tudo, é meio estranho, porque avança o relógio do game e ainda não parei para entender se isso implica em alguma coisa, como missões perdidas e tal. Além de que a meditação só é feita em locais seguros.

Felizmente o game tem um sistema de pontos de habilidades. A cada nível que você ganha, um ponto é lhe dado para gastar com uma árvore de habilidades, que vão de combate, magias, poções e especiais. É fácil seguir a história principal e logo chegar ao nível 2. Feito isso, meu primeiro ponto foi para a árvore de habilidades especial, no slot de energia auto recuperável!

Assim a barra de energia recupera 10 pontos a cada tantos segundos durante o dia e 1 ponto durante a noite, em situações em que não esteja em combate. Achei extremamente útil! Estava meio que me estressando ficar preocupado com a minha quantidade de pão e água gastos para me recuperar de batalhas simples contra monstros normais. Pra mim essa habilidade é obrigatória!

Depois disso dá para pensar em cultivar as outras árvores de habilidades, como combate ou magia, dependendo de cada jogador. Entretanto recomendo que o seu primeiro ponto de habilidade seja realmente gasto na auto recuperação da energia!


The Witcher 3 004b

6. Salve o game em etapas para não se ferrar!

O game possui um sistema de salvamento automático. Porém ele não é muito específico exatamente quando e onde ele salva. Então na dúvida, sempre salve o game, principalmente quando estiver fazendo alguma missão que exija certas execuções por etapa. Principalmente as secundárias, na qual o jogador pode fracassar e com isso a missão é perdida e você não tem a chance de refazer ela novamente! Consta até mesmo no seu histórico do game o fracasso.

Tive uma situação assim, na qual encontrei um cidadão perdido no meio do mato, pedindo para recuperar algumas coisas e que após executar os passos exigidos da missão o cara saiu correndo sem me pagar. Só que ele saiu a cavalo e eu não me toquei. Demorei demais para chamar meu cavalo e o cara fugiu, resultado: missão fracassada. Felizmente nesse caso o jogo tinha um auto save feito minutos antes de eu entregar o item perdido ao fujão. Carreguei o save em questão e “voltei no tempo”, completando a missão. Dei sorte de ter o save, senão teria que voltar uma meio hora de jogo, que era o último save que eu tinha feito.

Depois disso, a cada etapa importante de uma missão, especialmente as secundárias, sempre faço um save do game. Principalmente aquelas que me fazem deslocar de um lugar a outro, levando um tempo para chegar do ponto A ao B. Assim se precisar carregar um save, não fico perdendo mais tempo no travel destas missões.


7. Não há problemas parar uma missão principal para executar secundárias!

Essa era uma dúvida que tive em determinado momento do game. Estou a procura de uma personagem, tem um Grifo nas redondezas que tenha que matar então qual a minha urgência no relógio do game para fazer isso e parar para ajudar pessoas ou encontrar tesouros na redondeza? Aparentemente nenhuma urgência.

Dá tranquilo para fazer algumas missões secundárias enquanto a missão principal está sendo executada por etapas. O fato do jogador entrar num contrato secundário não anula as etapas já realizadas da missão principal, o que é muito bom! E algumas missões, principalmente no começo do jogo, são importante para que você chegue ao nível 2 e tenha a habilidade de recuperar energia automaticamente (vide dica mais acima), sem mencionar que algumas dão espadas e equipamentos que lhe fortalecem antes de ir encontrar o Grifo.

Então é válido se distrair um pouco. Especialmente se no meio da missão principal abrir um pop-up de missão secundária próximo aonde você esteja. Só não acho que valha a pena viajar longas distancias para ver um ponto de interrogação que indica ter algo a ser feito ali. Eventualmente irei para as proximidades, então aí sim verifico aquele ponto. Sendo assim, se há uma missão secundária por perto, vale parar a principal e correr ali para ver qualé da parada.


8. Pesquise fraquezas de monstros no bestiário!

Essa é até meio óbvia, mas muitos possuem preguiça de olhar os glossários, que possuem textos grandes e pequenos para ficar lendo no meio da jogatina. Porém há alguns monstros que vale a pena olhar e verificar suas fraquezas no bestiário. Principalmente aquelas fracos a certos tipos de magias. É rápido e simples!

O glossário é uma boa também para aprender mais sobre os personagens e suas histórias e o passado deles. É meio cansativo ler tudo sempre que aparece no game, mas tire um tempo quando estiver para parar de jogar para ler alguma coisa ali.


9. Nos menus das lojas, cuidado para não vender seus itens!

Esse é meio besta, mas anda me irritando. Quando entro em uma loja, abre o menu de compra e vendas de itens. Na esquerda estão seus itens e na direita os itens do vendedor. E o cursor do jogo sempre começa a esquerda, nos seus itens! Se tu apertar o botão de comprar e o cursor estiver no seu menu, tu acaba vendendo seu item sem querer! Argh!

É um saco isso. Andei perdendo dinheiro nessa brincadeira. Sei que é lerdeza minha. O jogo poderia ao menos dar uma mensagem de “quer mesmo fazer isso?” antes de vender um item importante do meu inventário. Eu me confundo toda hora, olhando meu inventário achando que é o da loja e quando vou comprar algo, percebo que na realidade estou vendendo. Meu tico e teco entra em parafuso!


The Witcher 3 003

10. Não entre em desespero por achar que precisa conversar com todos os NPCs do game!

Para terminar, a última dica é meio boba também, mas isso é algo que ao escutar alguns podcasts perdi bastante tempo e agora desencanei. É sobre aquela dica “converse com todo mundo pra não perder nenhum diálogo“. É verdade que o mundo de The Witcher 3 é rico em detalhes, porém não perca seu tempo achando que todo mundo tem algo importante a ser tido ou que cada NPC (Non-player Character – Personagem não jogável) tem uma missão escondida ou vai lhe dar alguma coisa.

No geral, os principais NPCs são fáceis de se identificar. E o game também lhe ajuda a encontrar estes contratos e missões de forma dinâmica, colocando pontos de interrogação e exclamação no mapa. Ou quando coisas extras acontecem no mapa, um alerta também aparece. Não fique achando que aquele cara no meio da plantação vai ter algo para lhe dizer. Na verdade é meio triste que boa parte dos NPCs apenas emitem sons de catarreadas e cusparadas. E as crianças repetem as mesmas falas quase sempre.

Há pontos no game em que você vai identificar quando conversar com os NPCs e quando vai ignorá-los. Porém eu perdi um bom tempo na primeira vila do game achando que todo mundo teria algo a dizer, principalmente porque a missão principal era perguntar por aí sobre a personagem que estava procurando, e boa parte não me disse nada ou sequer tinha algo a dizer.

Basta ficar um pouco mais atento e você passa a perceber quando há uma situação de conversa e quando é só uma perda de tempo ficar rodando uma vila de gente cheio de catarro na garganta.


Sei que ainda estou nas primeiríssimas horas de The Witcher 3 e que mal arranhei a sua superfície. Espero que ainda haja muito a aprender. De qualquer forma estou achando o game excelente e espero voltar muitas outras vezes aqui no blog para compartilhar impressões e experiências! E é isso!

The Witcher 3 007

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
More from Thiago Machuca

Os ninjas estão na área! Anúncio do lançamento de LEGO NINJAGO O Filme Videogame

 // Comunicado enviado via assessoria de imprensa da WB Games // São...
Read More