One Piece 900 | Musical do Final Ruim, e o clímax desesperador (Opinião)

Novecentos capítulos, que loucura. A longevidade de One Piece é algo fantástico. Trata-se de um marco interessante para a série e, portanto, não poderia deixar de escrever um Conversa de Mangá a seu respeito. Até porque tudo indica que estamos realmente muito perto do aguardado final do arco da Ilha Bolo e seu desfecho. E sim, eu vi o que o Eiichiro Oda fez, criando uma expectativa de que tudo iria dar certo ao final do capítulo 899, apenas para deixar os leitores em desespero com o final do capítulo 900, somado ao fato de que o mangá vai tirar uma semana de folga e só retornará lá pelo meio do mês de abril. Haja coração!

Antes de continuar, um recado, o conteúdo deste post está repleto de spoilers sobre o mais recente capítulo publicado no Japão. Se você só acompanha a série pelos mangás publicado aqui no Brasil pela Panini, e não curte saber de antemão o que está acontecendo por lá, pare por aqui.

Outro ponto: apesar de não estar publicando esse papo sobre os capítulos avançados do mangá de One Piece aqui no site com muita frequência, em janeiro deste ano fiz um texto abordando aspectos gerais do atual arco, dando a minha opinião sobre alguns dos eventos até a data em questão. Dê uma espiada lá, caso tenha perdido a conversa. Desta vez vou me focar apenas e exclusivamente no capítulo 900.

Musical do Final Ruim

O título do capítulo é genial, não só porque ele anuncia o fim de alguma coisa, mas também avisa que não vai ser necessariamente bom. Não que ele entregue totalmente o que ocorrerá ao seu final, mas é quase como um sinal de agouro. Algo vai dar errado, mas você só não vai saber até que o evento em si ocorra. Admito que o termo “musical” não me destacou tanto quanto o “final ruim” em si, pois entendi que a música estaria atrelado ao ato da Big Mom finalmente experimentar o bolo de casamento feito pelo Sanji, Pudding e Chiffon.

Também, a meu ver, este capítulo novecentos é um pouco mais acelerado do que os recentes capítulos anteriores justamente em favor do marco histórico em si. Muita coisa aconteceu em suas páginas e é até difícil perceber todos seus aspectos lendo apenas uma única vez. O que também me levantou a questão de o Oda não segurou um pouco a trama dos últimos capítulos para exatamente coincidir com todos os eventos aqui exibidos. A ideia da completa derrota dos Mugiwaras, dos Piratas do Sol e da Germa 66. Apenas o lado do Bege ficou de fora do cenário criado ao final do capítulo, ainda que o Bege em si tenha aparecido carregando a Chiffon para longe da Big Mom.

Antes de entrar na questão do gancho deixando ao final do capítulo da semana, só preciso frisar que gostaria de ter visto mais precisamente o que aconteceu com o lado da Germa, quer dizer, há um personagem com design bem interessante ali, perto dos irmãos do Sanji, com uma foice enorme. Isso para não dizer que o Judge, pai do Sanji também está cara a cara com dois inimigos não apresentados, o que me leva a crer que talvez os próximos capítulos possam retornar alguns segundos para mostrar, isoladamente o que o capítulo 900 encurtou para efeitos dramáticos.

Aí entra a questão do Musical. Quando Big Mom começa a cantar é que o capítulos começa a bagunçar os eventos. Há muitas teorias por aí dizendo que é tudo ilusão, sonho da cabeça dela e afins. Não sei, eu não comprei essa teoria. Ela imaginar a vitória enquanto está comento o bolo? Justo em uma momento decisivo que combina com o ataque do Oven, que perceba, se dá inicio antes do musical em si? Não sei. Me pareceu tudo bem real.

Não que esteja duvidando que algo saiu do controle, há o flashback da Big Mom, no exato momento em que ela comeu sua família é precisamente perpetuador, porém me soa como uma isca falsa, para acharmos algo que não aconteceu aqui. O bolo de casamento é realmente gigante, não teria como a Big Mom sair devorando os moradores ali da ilha. Até porque Pudding está por perto, olhando a situação escondida. Não descarto a possibilidade de algo ruim acontecer, mas não acho que vá. Big Mom canta e alerta sobre o perigo, mas  nem tudo fica claro. Acho até estranho a menção que ela faz a respeito de um cemitério de filhotes. Uma metáfora para o quão pequeno são a tripulação do Luffy e sua tentativa de fugir da ilha? Poderia ser.

Enfim, tenho duas teorias a respeito do que aconteceu com o Sunny e todo mundo ali dentro. Ou eles conseguiram fugir ou foram presos novamente. Destas duas teorias posso pensar em dois desdobramentos.

Fugir daquela situação em que eles estavam apenas se fosse por baixa d’água. Não me lembro da regra dos navios navegando por baixo do mar, como aconteceu na ilha tritão, mas talvez alguém ali, Jinbe ou sua tripulação possam ter preparado o Sunny para isso, e estavam esperando apenas o momento certo para despistar a frota da Big Mom. Faria sentido aguardarem um momento exato. Talvez os tritões possam ter alguma habilidade que ajudassem nisso. Ou na pior das hipóteses, perdemos o Sunny, que explodiu, mas deu tempo de todo mundo ali saltar no mar e os piratas do Sol levarem eles para o fundo do mar em bolhas, tal como também aconteceu na ilha dos tritões. Lembro até do Zoro e do Luffy lutando assim lá.

Dá para rebater dizendo que todos os aliados do Jinbe mergulharam antes do ataque ao Sunny, mas o Wadatsumi até menciona que ele apenas precisaria descer mais par ao fundo. Talvez a água fervente tenha cedido antes do ataque, e o todo mundo ali estivesse de prontidão. É possível, ainda que dentro da narrativa tenha se criado uma situação para que isso não acontecesse.

A segunda hipótese, e talvez a que ache mais plausível. Após tantos capítulos, tantas reviravoltas, tantos momentos de tensão, realmente fica claro que o Sunny e todo mundo ali jamais conseguiria escapar. Não consigo dizer se é ou não o fim do Sunny, ainda que até hoje não acho que Luffy & cia tenha o mesmo apreço por ele, como um dia tiveram pelo Going Merry. Não me partiria o coração me despedir do Sunny como partiu ao me despedir do Merry. Todo mundo é capturado novamente. Ninguém morre. Esse é um temor na qual acredito que nenhum leitor tenha. Ainda que o trauma acerca do momento Ace sempre possa existir. Mas a morte do Ace teve um significado, a morte de alguém do grupo dos mocinhos aqui não teria, ao menos não o mesmo efeito.

O que acho é que aí entra o ato da Big Mom estar adorando o bolo de casamento, chorando de alegria. Se o arco não é sobre derrotá-la completamente, então é possível que após ver do que o Sanji é capaz, e da felicidade que seu bolo causou a ela, acredito que ela estaria disposta a perdoar tudo ou no mínimo fazer algum acordo com o Sanji e Luffy para parar toda essa loucura. Talvez Sanji precise cozinhar para ela e mandar doces, como acontecia na ilha dos tritões, ou algo assim. Não sei. Acho possível.

A música que ela está cantando fala sobre se juntar a seu bando, sobre nunca sair etc. Sobre a percepção doentia de ninguém nunca abandonar, mas também fala da paz e do risco e perigo que tudo isso ocasiona. Não acho que tem que ser algo relacionado a ela obrigar Luffy a aceitar sua bandeira, mas acredito que pode surgir uma aliança ali. Se todos ali conseguirem colocar as diferenças de lado. Big Mom parece receptiva a isso após provar o bolo.

Pudding já mostrou que não quer matar os Mugiwaras, Chiffon também se rebelou. Katakuri foi superado pelo Luffy e passou a respeitá-lo. Tudo leva a crer que uma aliança, um perdão ou um acordo com o diabo possa ser realizado, especialmente se a tribulação foi capturada aqui. Senão houve uma fuga mirabolante feita as escusas de toda a frota ao redor do Sunny.

Não gostaria que toda a metade do capítulo 900 fosse uma miragem, um sonho ou pensamento da Big Mom. Nem que fosse algo premonitório do haki do Luffy ou algo assim. Nem mesmo a chegada de reforços, como a equipe do Zoro (porque também li teorias assim por aí, somada ao fato de que o Oda em nenhum momento quebrou a linha do tempo para mostrar o time do Zoro e do Law, deixando essa hipótese de que eles poderiam ter ignorado as ordens do Luffy e aguardado de longe para ver o que iria acontecer na Ilha Bolo. Pra mim essa teoria não faz sentido. E não gostaria de ver algo assim. As cartas do arco já foram expostos, tirar um coelho da cartola desse jeito não me agradaria. O Oda também é de coisas assim, aliás.

Enfim, foi um capítulo muito bom por conta exatamente do seu desfecho desesperador e enigmático. Não dá para saber o que vem a seguir. A mente do Eiichiro Oda prega peças na gente. Eu aposto que alguém certamente vai acertar o que irá acontecer no capítulo 901. Eu apenas acho que agora, após esse evento, o arco precisa encerrar.

Chega de mais perseguições. Não há mais lutas, o Luffy está acabando. É preciso encerrar. Ou a fuga aconteceu, ou todos foram capturados e precisamos de um ou dois capítulos para fechar uma conversa com a Big Mom que os libere de seus mares. O arco já fez tudo que poderia fazer.

Pra mim o melhor desfecho nem seria a fuga. Seria algo diferente acabar com a total derrota, deixando claro que Luffy ainda não consegue dar conta de toda a frota da Big Mom, ainda que se for analisar tudo que aconteceu aqui, sigo com a ideia de que ela não é uma verdadeira vilã. Há áreas muito cinzentas em sua história e até mesmo em suas ambições. Não acho que seu domínio precise necessariamente ruir. Há coisas boas sendo feito ali. É diferente de Dressrosa, com Doflamingo manipulando a população, apagando o passado das pessoas e tal.

Pois é, 900 capítulos e ainda estamos totalmente no escuro quando se trata do Oda nos apresentando uma história e seus desfechos. Que adorável desespero e ansiedade para saber o que vem a seguir.

modelo-squareCurtiu esse texto? Gostou do site?

Então dê aquela força seguindo e curtindo a nossa página no Facebook! — Quer mais interação? Temos um grupo (ainda pequeno) para leitores por lá, o Clube Secreto. Fica aí o convite! Quer ver o site crescer? Talvez você possa contribuir com isso se tornando um apoiador do site lá no Apoie.se.

More from Thiago Machuca

Batman Arkham Knight: data de lançamento, capa da HQ e edições especiais!

Já faz alguns dias que foram revelados tais detalhes a respeito de...
Read More