Jogando

Vanquish tem mais um trailer mostrando seu intenso gameplay, entre outras informações!

Depois de mandar muito bem com Bayonetta no começo deste ano, não tem como ficar no mínimo curioso com o próximo game da Platinum Games, mas que o título chegue disputando uma categoria bem competitiva no mundo dos games: os jogos de tiro em terceira pessoa (Third Person Shooter). Lembrando que o jogo é uma criação de Shinji Mikami, o criador da franquia Resident Evil. Indo logo ao trailer, o gameplay pra mim continua tão confuso quanto os outros mostrados anteriormente. São muitos elementos em tela, tiros, inimigos, objetivos, é uma intensidade diferente ao gênero, mesclando tiroteio com combate corpo-a-corpo e aquele clima sci-fi/cibernético. Podia comparar dizendo que é um misto de Halo com  Gears of War, mas na verdade parece ser um pouco mais do que isso, por exemplo, em Halo as armaduras parecem leves como um saco de pena e isso dita um pouco as regras de gameplay, já em Vanquish parece que a armadura é incrivelmente pesada, mesmo assim o personagem principal consegue se impulsionar com cambalhotas e uma espécie de dash (rasteira) que lembra um pouco Mega Man X. E os inimigos são um misto de aliens robóticos, indo de animais a robôs gigantes. Fico naquela ideia de que se eu piscar vendo os trailers, vou perde alguma coisa com tamanha agitação. Bem, assistam:

Comentando um pouquinho mais sobre o game, vale lembrar que a Platinum já comentou que o game não terá qualquer tipo de multiplayer, o que nada tira da minha cabeça ser um tremendo vacilo do estúdio. A desculpa é que eles queriam ao máximo refinar a experiência da campanha e do single-player, o que pra mim é uma desculpa esfarrapada. Com tudo que foi mostrado até agora, não consigo deixar de imaginar o quão insano seria uma partida de multiplayer com a intensidade que aparenta ser no gameplay dos trailer.

Quanto aos que estiverem preocupados se conseguirão jogar um game que aparenta ser tão complexo, o produtor e diretor Mikami, já comentou que assim como Bayonetta, Vanquish terá um modo de gameplay semi-automático, para os jogadores inexperientes, onde várias comandos acabaram sendo facilitados. Isso não é motivo, entretanto, para desânimo dos games hardcore, pois um modo “God Hard” está prometido para todos os jogadores que atoram uma tortura na dificuldade dos games.

Agora no campo da curiosidade, foi mostrado pela Sega alguns dias atrás, um storyboard de um sistema que acabou ficando de fora da versão final do game. A arte mostrava um cão-robô, que disparava mísseis e servia de escudo para o jogador. Talvez devido a intensidade da ação, um parceiro robótico não fosse o ideal em meio a adrenalina, então no final das contas, o estúdio acabou descartando a idéia. Mas para os que ficaram curiosos, segue a imagem:

Por fim, fiquem com algumas imagens do game. Vanquish está prometido para ser lançado mundialmente (EUA, Japão e Europa) ainda no mês de Outubro. Curiosamente ainda sem uma data em específico, o que me faz suspeitar que talvez a Sega acabe atrasando o lançamento, assim como acabou acontecendo com Bayonetta, que deveria sair no final de 2009, mas acabou ficando para o primeiro mês de 2010. Não me surpreenderia se Vanquish fosse adiado para 2011.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.