Lendo

HQ: Brasil, Quadrinhos Disney e a Era Digital…

Está vendo esta página acima? Ela faz parte de um novo projeto aqui do Portallos, onde apresentaremos alguns clássicos para quem não conhece. E para quem conhece, servirá para matar a saudades. Isso porque os Quadrinhos Disney sofrem de um pequeno problema aqui no Brasil. Ninguém sabe que eles existem e/ou nunca deram uma oportunidade as HQs porque a política de distribuição da Editora Abril em pleno ano de 2009 faz questão de deixar tais HQs escondidas nas profundezas das bancas de Jornal.

Então antes de começar o projeto, eu preciso comentar e ressaltar alguns pontos sobre tais HQs. Por favor, continuem lendo após o “mais”.

O projeto em si é bem simples. De tempos em tempos, ainda não me decidi a peridiocidade, irei trazer algumas scans de histórias publicadas pela Editora Abril da década de 90 para baixo. Não vou disponibilizar revistas inteiras, apenas 1 história por vez. Com meus comentários, informações sobre os personagens etc. Também irei disponibilizar dados técnicos como data original da histórias, quem a desenhou, roteiro etc, já que nessa época tais informações não vinham nas HQs e hoje já é possível obté-las no Inducks.

Por que isso? Porque sou fã destas HQs. Os clássicos personagens Disney estão num poço sem fundo já faz alguns anos e os esforços da Editora Abril, apesar de existirem, não são suficientes. Personagens como Donald, Tio Patinhas, Mickey, Pateta entre outros, tem tanta importância para o mundos dos quadrinhos como Batman, Homem-Aranha, X-Men e afins.

A Disney, pelo menos aqui no Brasil, tem sérios problemas de divulgação para esta nova geração de crianças e jovens. Tais como:

* Por algum motivo bizarro, como só existem 5 revistinhas da Disney por mês, elas sempre estão escondidas em algum lugar da banca. Muitas bancas, pelo menos em pesquisa feita aqui em Jacareí-SP, muitas vezes nem recebem todas elas. Já houve tempos em que as HQs Disney aqui no Brasil eram semanais e quinzenais, eram mais de 1.000 páginas de HQs por mês nas bancas. Hoje? 310 páginas apenas, sendo que 50 delas, que pertecem ao Zé Carioca, são republicações. Em comparação em qualquer Banca que você olhe a parte de quadrinhos infantis, irá encontrar no mínimo mais de 15 revistas da Turma da Mônica e todas em grandes quantidades.

* A Editora Abril adotou a política de Distribuição Setorizada, já que é a única maneira de sobreviver ao fraco mercado de quadrinhos no Brasil. Mas isso ainda é um problema mal resolvido. As revistas chegam aqui no sudeste, mas ficam 30 dias nas bancas. Depois disso são recolhidas e enviadas para outros estados, que recebem as vezes com cerca de 3 a 4 meses de atrasos. O problema de recolhimento também é chato porque tira as revistas das bancas. Não conseguiu comprar a edição de Janeiro? Não adianta ir na primeira semana de Fevereiro porque ela já não vai mais estar lá. Edições especiais como a Big Disney que saiu no final de Janeiro nem deu as caras na minha cidade devido a essa distribuição.

* Já faz praticamente uma década que as revistas Disney não tem um sistema de assinaturas. E olha que a Editora Abril é uma das empresas que mais inventem em seu sistema de assinatura. Praticamente todas as revistas da Editora tem um sistema de assinatura. Mas as revistas Disney deixaram de ter faz anos. Isso dificulta mais ainda a vida de qualquer colecionador. Certamente se ouvesse a possibilidade de assinar, eu não sofreria todo mês tendo que caçar nas bancas as edições.

* Não existe praticamente um site, blog ou forum oficial mantido pela Editora Abril que promova os quadrinhos Disney. O site www.disney.com.br que aparece nas capas de todas as edições atuais é mera perfumaria, pois é um site que cuida especificamente de tudo da Disney no Brasil. Cinema, Disney Channel, DVDs, programas etc. TUDO menos a linha de quadrinhos. Já o site www.abriljovem.com.br é ridículo. Lá apenas conta a capa das edições do mês, com uma sinopse. Não há perfil dos personagens, história das publicações na Editora que estão desde a década de 60, se não me engano. O contato que a Editora com o leitor é fraquíssimo. Não há forum, os e-mails praticamente não são respondidos e não há um lugar onde os fãs possam se encontrar oficialmente. No Orkut tem algumas comunidades, mas nenhuma é oficial pela Abril. Estamos em pleno ano de 2009, hoje em dia é imprescendível ter um espaço na internet. Com notícias e novidades para os fãs.

* Por algum motivo estranho, nenhuma loja online de quadrinhos vendas as publicações Disney. E quem vende no Mercado Livre, vende num preço absurdo, pois sabe a dificuldade que é achar as edições.

No fim, para colecionar as publicações da Disney no Brasil, é preciso de sorte de achar na banca da sua cidade dentro do mês de publicação. Pois em 30 dias elas são retiradas das bancas pelo sistema de distribuições setorizada, você não pode assinar direto com a editora e as lojas online de quadrinhos não vendem as revistas.

Por fim eu vou fazer algo que espero que o pessoal aprecie. Em breve publicarei algumas histórias antigas das HQs Disney. Apresentando personagens, histórias e curiosidades do mundo Disney. Espero que isso não atrapalhe e nem incomode ninguém da Abril. Cheguei a mandar um e-mail para eles sugerindo um blog só para HQs da Disney, mas não tive qualquer tipo de resposta. Mas a qualquer momento se a Editora ou alguém do alto escalão se sentir ofendido ou prejudicado com o projeto. É só entrar em contato que eu retiro na mesma hora.

Mas quero deixar bem claro a intenção do Portallos ao publicar por scans algumas histórias Disney. É promover os quadrinhos. Mostrar a uma geração ligada na internet eles. Incentivar a leitura. Podem ter certeza que não irei disponibilizar revistas inteiras ou atuais. Vou pegar material antigão mesmo. Quando a Editora Abril publicava mais de 1.000 páginas de história por mês.

Aguardem então a primeira história por aqui em breve. 🙂

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.