Jogando

Leon Boyasrsky e Kevin Martens da Blizzard falam sobre Diablo III

diablo3

Durante a BlizzCon deste ano, várias novidades sobre Diablo III foram anunciadas e apesar do evento ter acabado uns dias atrás, mais novidades continuam a chegar. Em entrevista ao site Joystiq (clique para ler na íntegra) Leon Boyasrsky e Kevin Martens da Blizzard, falaram um pouco mais sobre a mecânica do jogo, se teremos alguma ligação com os jogos anteriores e até imaginam uma Edição de Colecionador que me deixou babando. A entrevista original é bem longa (são três páginas do site!) por isso trarei apenas as partes que achei mais interessantes.

Retrocedendo um pouco na história, nós iremos ver algo de Diablo II, como as cidades de Lut Gholein, Kurast ou qualquer outra coisa? Nós iremos percorrer novamente essas áreas?

Leo: Kurast foi praticamente destruída e a história que é contada é de que ela foi abandonada e todos se mudaram para um lugar chamado Caldeum, que é como se fosse o centro do mundo e fica um pouco mais abaixo de onde Kurast estava localizada. Você inicia o jogo em Tristan, ou New Tristan como também é chamada. Então ela estava presente em Diablo II. E também há alguns NPCs e outros elementos que não iremos comentar. Há algumas surpresas reservadas.

Leo: Há uma ligação forte com Diablo II.

E o mesmo pode ser dito dos inimigos, como Mephisto, Baal, etc. Acredito que iremos vê-los ou ao menos ouvir sobre eles em algum momento.

Kevin: Acho que não iremos dizer nada sobre isso.

Leo: Sim. Vamos dizer que temos uma história interessante preparada, que irá satisfazer os fãs dos dois primeiros jogos e ele irão compreender muito mais sobre a cultura do jogo e como tudo aquilo se encaixa com o que aconteceu.

Haverá algum tipo de “Anteriormente em Diablo…”? Vocês pretendem relembrar a história com um vídeo ou algo assim?

Leo: Não com um vídeo. O que queremos é incoporar isso durante o jogo, então há várias maneiras com que podemos fazer isso. Na demonstração do jogo na BlizzCon do ano passado, você poderia achar informações dizend que o King Leoric (personagem do primeiro jogo) sumiu. Então o que queremos é que tudo isso esteja inserido dentro do jogo, para que até quem conhece as histórias descubra novos fatos e que também conte a história para quem não conhece.

Kevin: É importante levar a história para todos de uma maneira direta, para que não sintam que estejam perdendo algum detalhe. Mas também, os jogos anteriores estão a venda. Queremos encorajar todos a jogá-los.

diablo3screens0909

Ouvimos diversos rumores sobre a nova classe, de que será algo completamente novo. É verdade?

Leo: Não iremos comentar sobre isso, mas tudo é possível. Não iremos descartar idéias.

Mas vocês sabem como será, certo? Ou ainda estão dando os ajustes finais?

Kevin: Estamos trabalhando duro em uma direção. Mas essas coisas podem ser finalizadas rapidamente ou mudarem drasticamente. É complicado dizer algo. Até se estamos perto ou longe de decidir.

O sistema de PVP (player versus player) em Diablo II é um pouco limitado. Vocês estão pensando em retirar a opção de ficar hostil em qualquer momento. Vocês já começaram a desenvolver o novo sistema?

Kevin: Ainda estamos trabalhando em idéias. Não iremos anunciar nada ainda, mas definitivamente irá ter um sistema de PVP. Será
melhor do que o sistema de Diablo II e terá algumas adições bem legais.

ss73-hires

Sobre os controles. Diablo ficou famoso por ser extremamente dependente do mouse. Ele é o seu melhor amigo e algumas vezes a tecla Tab, os número e a tecla Alt. Vocês pretendem fazer alguma mudança para incorporar o teclado ainda mais ou será basicamente o mesmo tipo de controle?

Kevin: Estamos tentando manter o controle centrado no mouse. Se você rever os vídeos perceberá que há algumas mudanças entre eles. Estamos trabalhando em cada aspecto do inventário o tempo todo. Em como arranjar os itens e em como eles irão ser apresentados. Onde as poções serão guardadas, etc. Queremos torná-lo mais funcional. Não queremos entupir o jogador com atalhos no teclado, mas vai saber onde iremos com isso também. Eu gosto de como ele está agora, mas também gostava de como estava antes das mudanças. Parece que está um pouco melhor mas um pouco lento. É complicado dizer, mas estaremos de olho no que irão dizer sobre a demo. Iremos prestar atenção nas pessoas jogando e anotaremos o que elas estão gostando ou não.

Diablo não suportava a adição de mods, não oficialmente quer dizer. Há alguma novidade em relação a isso, editor de mapas ou criação de novas fases?

Leo: Nós discutimos sobre isso e concluimos de que a maneira com que montamos os mapas são bem aleatórias… Mas focadas no trabalho dos desenvolvedores. E como disse, os mapas são aleatórios o que as pessoas irão fazer, alterar o gerador de mapas? Nós não criamos os mapas um por um, mas a maneira com que os criamos meio que limita os mods. Estamos sempre pensando no que o jogador pode querer e por isso abrimos a opção de ter um editor de mapas, mas nós entendemos que isso nunca foi uma grande parte do jogo e não parecia necessário.

Kevin: Nós não somos contra os mods.

Leo: Claro, nós nunca iremos dizer “Meu deus, você não pode criar um mod!” se surgir alguém que crie um ótimo editor e um ótimo mod…

Kevin: Estamos bem ocupados apenas em finalizar o jogo. Esse tipo de coisa, no momento, é apenas um pontinho nas nossas discussões.

Sobre o novo sistema de loot. Pelo que entendi, se você está jogando em um grupo e vê que o monstro soltou um item, esse item que estará no chão é o que você pode pegar. Os outros jogadores do seu grupo não verão esse item. Mas você pode pegá-lo e descartá-lo para outro jogador.

Leo: Sim.

Kevin: Está certo.

Na tela de seleção dos personagens, apenas o Monge está disponível. Isso é porque a versão feminina dessa classe não está terminada? Iremos ter uma Monge?

Leo: Correto.

Kevin: Todas as classes de Diablo III terão versões masculino e feminino.

O Monge possui um arranjo de armas limitado. Na demonstração do jogo, praticamente quase todas as armas que consegui tinham um enorme X vermelho sobre elas, porque ele não poderia usá-la. Será assim na versão final do jogo?

Leo: Não tão limitado assim, mas sim.

d3interview2

O staff com o qual ele inicia o jogo é a única arma que eu consegui usar.

Leo: Ele possui algumas armas manuais também, como facas.

Kevin: Mas não está tudo pronto no momento. Queríamos ter certeza de que o que temos na demonstração possui a mesma qualidade das outras classes. Por isso tivemos que impor esses limites.

Leo: E a diferença entre ele e os outros personagens, é que o equipamente dele irá demorar um pouco mais para ser filtrado pelo jogo pois os skills dele são baseados nas armas que ele utiliza. Como a Assassina de Diablo II também era baseada em seus armamentos. É assim que ele é. Quando ele usa um staff ele terá aqueles skills X disponíveis. Se ele estiver equipado com armas manuais, os skills disponíveis serão baseados em ataques rápidos e coisas do tipo. Então é nessa direção que estamos desenvolvendo esse personagem. Como pode ver, não é tão simples como colocar uma espada na mão de um personagem e fazê-la desaparecer enquanto ele usa magias. No entanto, se decidirmos que não é isso o que queremos deste personagem, iremos dar 20 armas para ele. [risadas]

Sem saber a quantas anda o desenvolvimento do jogo, o que foi a parte mais complicada até agora?

Kevin: Estamos felizes com a quantidade de missões que conseguimos colocar nessa dema. Existem várias missões elas são bem aleatóriass e o lugar onde elas aparecem também. Algumas até possuem finais múltiplos e tudo mais. Vendo como tudo se junta nessa área tão grande – é tão grande que ninguém consegue finalizar em 15 minutos de jogatina. Fora horas de trabalho duro e estou feliz que conseguimos chegar aonde estamos. Agora estou ansioso para ver as opiniões das pessoas sobre isso.

Leo: No momento acho que, porque eu e o Kevin trabalhamos bastante nos elementos presentes na demonstração, é provável que estamos mais focados. Se perguntar a outro membro da equipe, eles irão falar mais sobre o sistema do jogo, que é o que eles estão trabalhando agora.

Kevin: Outra coisa que devo mencionar é o cooperativo. O modo cooperativo está se tornando muito divertido. Eu nunca me diverti tanto testando um jogo que ainda está em desenvolvimento.

Uma última coisa: se não houvessem limites para uma Edição de Colecionador de Diablo III, o que vocês gostariam de colocar?

Leo: Algumas Action Figures bem legais com os personagens da série. Em parte porque eu adoraria ter uma delas!

Kevin: Você viu a nova estátua do Bárbaro?

Leo: Uma dessas, um livro contendo artes do jogo..

Kevin: É, tipo, impressa na caixa.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Theo Medeiros

Cinéfilo, gamer, adorador de música e entusiasta tecnológico. Acha que Nescau é melhor que Toddy e que bacon é a oitava maravilha do mundo.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios