Jogando

Já ouviu falar do Beta de Super Mario World? (Nostalgia/SNES)

Hora de uma pequena viagem no tempo. Destino: Entre 1990 e 1991. O Super Nintendo (ou Super Famicon como era chamado no Japão) estava chegando ao universo dos Gamers e com ele o inesquecível game Super Mario World.

O jogo era, e ainda é, tudo que se espera de um Super Mario, mas trouxe dezenas de mudanças que expandiu ainda mais o universo da série. Ao contrário de Super Mario Bros 3, que continha vários mapas, World tinha apenas um único e gigantesco mapa que se interligava em vários pontos. Yoshi, um dos meiores personagens da série Mario hoje em dia, surgiu neste game. Preciso continuar? É claro que não.

Mas Super Mario World desde que foi planejado pela Nintendo era desta forma? Muita coisa mudou do projeto inicial até o game ser lançado. Querem um exemplo? veja isso:

Wow! Raccoon Mario em Super Mario World? Pois é, em determinado momento de desenvolvimento do game, a Nintendo ainda mantinha o famoso power-up de Super Mario Bros 3, que dava rabo e orelhas de guaxinim à Mario e que permitia que o encanador voasse.  A pena (ou pluma) da versão final de Super Mario World, que trouxe a capa amarela de Mario, só foi inserida mais à frente do desenvolvimento. E com isso a Nintendo aposentaria o item chamado “Raccoon Leaf”.

Quer ver mais? Após o continue!

Rá! Ficou curioso, hein? É uma pena que não exista boas imagens desse beta, mas mesmo assim dá para perceber que a Nintendo mudou muitas coisas até aprender a mexer com o hardware do Super Nintendo. Os gráficos da versão beta, por exemplo, ainda lembram bastante os gráficos do NES. Isso é bem claro quando olhamos a imagem abaixo, que era a tela inicial de Super Mario World:

Uma coisa engraçada é que o tal “mundo” onde se passaria o game tem o releve de um cogumelo. A tela de apresentação mostra isso e alguns cenas bem velhas com o mapa do game confirmam que a Nintendo realmente pretendia que o jogo se passasse apenas nesta “ilha” em formato de um cogumelo. Um outro detalhe é que as casinhas em formato de cogumelo, que existam em Super Mario Bros 3, também ainda não haviam sido limado de World (Veja uma ali, na imagem acima). Abaixo tem mais uma foto de como seria o mapa do jogo antes da Nintendo mudar tudo e uma outra tela inicial, está praticamente igual a versão final.

Alias, uma curiosidade. Enquanto nos EUA o game saiu apenas como “Super Mario World”, no Japão ele também jé chamado oficialmente de Super Mario Bros 4. Conforme é possível ver na imagem abaixo (bem em cima do “World”):

Agora vamos pegar uma imagem já num estágio bem avançado de desenvolvimento do game. Essa por estar tão bonitinha, visualmente, inicialmente eu achei que fosse fake ou de algum hack do game, que existe aos montes na internet. Mas todo site internacional que pesquisei a respeito do beta de World, também contém esta imagem. Então acredito que seja verdadeira sim.

Notaram um Lakitu ali no mapa de Donut Plains? Pois é! Parece que assim como em Super Mario Bros 3 haviam os navios que se movimentavam pelo mapa, World teria alguma coisa assim também. Mas no fim, também acabou sendo limado. O outro sprite que a imagem acima mostra é um passárinho azul (Blue Jay em inglês), mas é bem bizarro porque eu não lembro de um personagem assim em nenhum Super Mario.

A próxima imagem que rola nas matérias sobre o Beta de Mario World é esta à direita. Ela mostra uma plaquinha de “Proibido Yoshi”, o que provavelmente obrigaria o jogador que chegasse a esse ponta da fase, de largar o Yoshi e seguir a partir deste ponto à pé. É interessante porque realmente existe algumas fases da versão final do game, onde o jogador não consegue seguir com o Yoshi e existem outras que se ele estiver com o Yoshi, principalmente o azul,  consegue passar sem dificuldade alguma. Talvez a o pessoal da produção tenha achado que no fim das contas, era algo desnecessário. Deixando a cargo do gamer, decidir quando proceder com o Yoshi e quando larga-lo. Especula-se que essa plaquinha poderia também proibir determinados tipos de Yoshi, já que cada cor dele, tinha uma habilidade em destaque.

Para terminar repare mais quatro coisas na galeria abaixo. 1) A Flor de Fogo ainda era a versão clássica, e não aquela versão laranja que foi utilizada na versão final. 2) Note como Mario e as Koopas ainda estão bem diferentes da versão final do game. 3) Existiam moedas maiores que as normais que acabaram sendo limadas posteriormente. 4) WTF? É o Bowser ali na imagenzinha (3ª e 4ª)? Mudou pacas. XD

[nggallery id=40]

Calma que ainda não acabou!

Achou interessante o remake de Super Mario World? E se você pudesse jogar essa versão? Pensando nisso um dos membros da equipe do site internacional Unseen64 resolveu colocar a mão na massa e criou um remake da versão beta para PC. É sério! Claro que ele não tinha acesso ao jogo inteiro, mas segundo o criador, ele foi o mais fiel possível a todo o material que ele conseguiu na internet sobre o beta. O mapa de cogumelo, a raccoon leaf, os cenários, os gráficos etc etc etc. Olha só isso:

Coisa de maluco, né? Clicando neste link aqui, você pode conferir algumas imagens comparativas entre o verdadeiro beta e o remake que o carinha fez, mais um outro vídeo e mais uma galeria de imagem.

Na página (em inglês) também é explicado como baixar esse “beta remake”. Lá tem o link dessa versão, mais o link do emulador. Só não tem o link do ROM de Super Mario World, que é necessário. Mas nada que uma Googleada não resolva. Eu não baixei porque não me dou muito bem com games no PC, mas fica a dica para os interessados. 😉

Até a próxima recordação dos tempos de ouro dos videogames!

Obs: As duas Fanart coladas no post são do usuário Plombard do DeviantArt.

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.