JapãoLendo

Ichigo 100%, Elfen Lied e mais mangás pela Panini!

A Panini provavelmente irá me levar a falência, pois já faz alguns dias, desde a semana passada, que a editora não para de anunciar novos mangás e dois deles me pegou totalmente com as calças arriadas: Elfen Lied e Ichigo 100%. Mais duas obras que vão para a minha prateleira de mangás.

Elfen Lied não é nenhum desconhecido aqui do blog, afinal, já havia mencionado a respeito da versão em animê da obra neste link. Na realidade, o animê engloba apenas metade da história do mangá. Já tive a oportunidade de ler os 12 volumes da série pela internet e digo que é sensacional, principalmente os momentos e personagens que ficou de fora da versão animada. Mesmo já tendo lido, vou comprar a edição da Panini para coleção. Alias, reler um mangá com ele em mãos, é sempre mais divertido e prazeiroso do que ficar espremento o rosto no monitor do PC. Elfen Lied foi criado por Lynn Okamoto, publicado originalmente no japão entre 2002 e 2008, em 12 volumes. A história não é para qualquer um. É um mangá polêmico, com fortes cenas de violência, nudez, preconceito, mas ainda assim a obra prende o leitor, com personagens carismáticos, uma protagonista que o faz torcer por um final feliz, mesmo sabendo o quanto isso parece impossível em determinados momentos. O mangá trabalha com uma certa dose de ficção científica. Quem nunca viu, com a mais absoluta certeza vale a pena ler. A Panini ainda não revelou a data de início da publicação, mas serão 12 volumes, igual a versão japonsesa, por R$ 9,90 cada.

Ichigo 100% não posso comentar com tantos detalhes como Elfen Lied, simplesmente porque nunca li o mangá ou assisti o animê, mas a minha empolgação é simplemente porque sei que é uma série famosa em todo o mundo e que vem direto das páginas da famosa Shonen Jump, casa dos maiores hits em mangás de todos os tempos. O mangá é de autoria da autora Mizuki Kawashita, e foi publicado no japão entre 2002 à 2005, num total de 19 volumes. É um mangá de comédia, com aquele famoso estilo japonês de meninas colegiais. É mais descontraido e juvenil do que Elfen Lied. Mas é da Jump, então vou dar uma olhada sim nos primeiros volumes e depois faço uma matéria mais completa sobre a série aqui no blog. Porém, infelizmente a Panini também não divulgou quando pretende começar o lançamento da série, apesar do preço também ser o pradão de  R$ 9,90 e os volumes no formato original do Japão. O jeito é aguardar.

Mas não foi só isso que a Panini andou anunciando recentemente. As novidades em mangás são:

Eureka Seven: Este anunciado faz um tempinho já. É um mangá baseada num animê de mesmo nome. Durou seis volumes, publicados no japão entre 2005 e 2006. Existe uma espécia de spin-off, de apenas 2 volumes, que chamada “Gravity Boys e Lighting Girl“, mas não foi mencionado se ela seria lançada por aqui junto com o original. Quem quiser dar uma olhada nas aberturas do animê que originou o mangá, para sentir o clima da série, basta clicar aqui! A previsão da Panini era de que o mangá começasse a ser publicado entre Março e Abril deste ano. O checklist de abril ainda não foi divulgado, mas em março não saiu.

Bijojuko: Este eu não conheço e nem faço idéia se é bom. Terá apenas 02 volumes sendo publicado bimestralmente. Não há previsão de lançamento também. Maiores detalhes sobre a obra, recomendo este link do Jbox. Particulamente, não curto estes mangás curtos, de 2 ou 3 volumes. Prefiro mangás de maior duração.

Black Bird: Este parece ser interessante. Ahistória gira em torno de um estudante que consegue enxergar seres sobrenaturais. Atualmente tem 10 volumes lançados no Japão e a história continua, sem previsão de encerramento. Não existe versão animada do mangá. A autora da obra é Konako Sakurakoji. Segundo previsão da editora, o mangá deverá começar por aqui entre Abril e Maio. Também será bimestral e custará R$ 9,90 cada volume.

Guin Saga: Esta obra parece que faz muito sucesso no japão, originalmente lançada como uma light novel e em duas ocasiões transformadas em mangá e ano passado ganhou uma versão em animê (Dê uma espiadinha na abertura aqui). A Panini não especifícou se o mangá será a versão de 2001 ou a de 2007, provavelmente será com ambos. A primeira versão tem 3 volumes e, a de 2007 tem 4 volumes. A história gira em torno de um guerreiro com uma máscara de leopardo grudada por mágia em seu rosto. Bizarro? Eu achei. Também sem a revelação de quando começa por aqui.

Kekkaishi: Este último admito que fiquei bem curioso. Provavelmente vou dar uma olhada na versão em animê para sentir como é o universo da série (espie aqui que bacana é a abertura). O mangá ainda não acabou no japão e conta com 28 volumes atualmente. Esse é meu tipo de mangá (muitos volumes)! A história gira em torno de Yoshimori Sumimura e Tokine Yukimura que parece ter poderes de barreiras mágicas para lutar contra demônios. Sei lá, vídeo no you tube me deixou curioso. Provavelmente vou conferir melhor, mas me animou. A Panini não anunciou quando começa este mangá também. A autora do mangá se chama Yellow Tanabe e o angá começou no japão em 2003.

[Via Jbox e Animepro]

Obs: Panini mandou muito bem com Ichigo 100% e Elfend Lied. Realmente dois mangás que merecem aparecer no Brasil. Uma pena que ninguém ainda se tocou que Katekyo Hitman Reborn! precisa ser lançado por aqui o quanto antes. Será que nenhuma editora vai morder esse sucesso da Jump? E One Piece cacetada, nenhuma editora tem culhões de roubar o contrato da Conrad, se é que ele ainda existe? O jeito é continuar fazendo as preces e simpatias para que One Piece retorne ao Brasil de forma digna (formato original). Reborn eu aposto que é mera questão de tempo, mas eu torceria que saisse nas mãos da Panini, odeio a distribuição setorizada da JBC. Não chega nada em dia aqui em Jacareí-SP.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios