Assistindo

Sherlock (BBC): série inglesa mostra um Sherlock meio House e um Watson meio Wilson! Confuso?

sherlock holmes bbc

Na verdade não há nenhum motivo para confusão, afinal.

O próprio protagonista da série House foi assumidamente inspirado em Sherlock Homes – de Arthur Conan Doyle. Com toda aquela dedução a partir de detalhes na roupa, comportamento, expressões e tudo aquilo que a gente conhece.

A série inglesa produzida pela BBC neste ano, “Sherlock”, apresentou, contudo, um efeito inverso: um Sherlock mais parecido com o House do que com o próprio personagem dos contos e histórias originais do século 19. Ou seja: um se inspriou no outro que se inspriou no um novamente, entende?

Mas, falando da série em si, tirando o fato da incrível semelhança entre o comportamento de Watson com Sherlock Holmes e Wilson com House (aquela amizade meio platônica, carente e meio esquisita, onde um serve à genialidade do outro), a série é totalmente original!

O ator que interpreta Sherlock, Benedict Cumberbatch, caiu como um sapato velho em uma caminhada longa, ou seja, perfeito! A voz grave, o rosto esquisito, a interpretação rude, enfim, é um Sherlock jovem, moderno e bastante empolgante!

Os 3 episódios que constituem a primeira temporada completa têm cerca de 1:30h de duração – são telefilmes (filmes para televisão), com início, meio e fim.

Vale destacar a excelente trilha sonora e a direção que dão o clima certo: em certo momento você ri até não poder mais, outros você “volta a fita” para entender melhor o raciocínio de Holmes e em outros você simplesmente se impressiona!

O irmaõ de Holmes ganha um papel importante nessa versão: um papel divertido, inteligente e útil para o andamento da série – não o incluíram só por incluir, sabe?

Moriarty se apresenta como um gênio cruel e um rival à altura de Holmes! E é nesse momento que o “lado House” aflora e mais se destaca: ele se importa mais com o quebra cabeça do que com salvar a vida de pessoas e blá, blá, blá…

A Sra Hudson, dona do imóvel que Watson e Holmes dividem, na Baker Street 221B (a mesma do Sherlock da era vitoriana) é uma figura e tanto! Engraçada, leve, é um personagem excencial para o equilíbrio das tramas.

O inspetor Lestrade nesta versão contemporânea de Holmes (chia de celulares, internet, etc.) é um admirador de Sherlock – diferente da série original em que o inspetor briga quase sempre com o protagonista.

Falando dos episódios especificamente, vale destacar o primeiro: A Study In Pink e o último (3º): The Great Game. O episódio 2 achei particularmente decepcionante: The Blind Banker (a trama foi bem clichê e óbvia demais).

A segunda temporada tem previsão de estreia em outubro de 2011 e deve manter o mesmo padrão de telefilmes! O que se mostrou uma ótima notícias e um motivo a mais para ficar ansioso!

Após o continue lendo você confere um trailer, uma sinopse de cada episódio e a ficha técnica completa para você se aprofundar nesse novo universo policial.

Episódio 01: A Study in Pink.

O nome já traz uma paródia ao nome de Um Estudo em Vermelho da obra literária. O primeiro episódio surpreende e introduz os personagens com maestria: Watson um ex-soldado médico que serviu no Afeganistão. Holmes já aparece como um gênio insuportável que é. A trama é ótima e as armadilhas criadas por Holmes + os efeitos visuais (letras e gráficos “voando” na tela quando Holmes pensa) são uma atração à parte. Study in Pink apresenta um personagem esquisito que persegue Holmes: seria ele um vilão? Ou seria “O Vilão”? Muito legal mesmo a forma que é feito.

Episódio 02: The Blind Banker

Este epsódio abusa do uso de simbolos e de coincidências para funcionar. A trama é clichê, com um “chefão” no final e tudo aquielo a que já conseguimos desvendar facilmente… Não curti muito. Valeu a pena conferir a relação de romance entre Watson e uma mulher: igualzinha, igual mesmo a quando Wilson se envolve com mulheres – Holmes age igual a House, pegando no pé, sabe?

Episódio 03: The Great Game

O mais sombrio da série. A batalha entre Holmes e seu arqui inimigo se intensifica e agora a coisa pode causar mortes e mais mortes incoerentes. A direção fica impecável e segue a linha dos outros episódios: não deixando a peteca cair nunca! E a série termina com aquele gosto de quero mais que deixa o espectador, no mínimo, com raiva!!

E ansioso, é claro!

sherlock bbcFicha Técnica:
País: Inglaterra
Ano: 2010
Genero: Suspense, Policial
Duração: 90 min
Canal: BBC
Criadores: Steven Moffat/Mark Gatiss

Elenco:
Benedict Cumberbatch: Sherlock Holmes
Martin Freeman: Dr John Watson
Loo Brealey:”Molly Hooper”
Una Stubbs:”Mrs. Hudson”
Vinette Robinson: “Sgt. Sally Donovan”
Zoë Telford: “Sarah”
Rupert Graves: “DI Lestrade”

Isso também pode lhe interessar

Pedro Duarte

Jornalista apaixonado por todas as coisas que existem. Deve ser isso! Não há nada de novo que não demonstre interesse imediato em conhecer: ler, assistir, escutar, experimentar. Tentando viver um pouquinho de tudo por dia e passar a experiência aos nossos leitores!
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.