Herói e senhor da escuridão, este é Kamen Rider BLACK! Por Shotaro Ishinomori! [PTunes]

Há vinte e poucos anos atrás pintava em nossas TV’s gordas, de tubo com imagem ruim, a base daquelas antenas analógicas terríveis que deixavam você ver mais chuviscos do que o programa em si  (eu usei muita palha de aço na minha para a imagem melhorar) no canal da Manchete, o primeiro e único, o senhor BLACK, eterno desafeto do império dos Gorgom, arquirival de Shadow Moon, meio irmão de Nobuhiko Akizuki e uma das melhores coisas que a TOEI Animation já produziu em décadas no que diz respeito a Tokusatsu, mas isso claro, somente enquanto o mestre Shotaro Ishinomori, criador tanto dos Kamen Riders quanto dos Sentais, esteve vivo, depois dele, a TOEI foi perdendo aquela coisinha chamada criatividade e se rendeu a tudo o que é moda para empurrar com a barriga os seus heróis coloridos até os dias de hoje.

BLACK foi um marco, antes dele, a família dos Riders era só mais uma simples atração para crianças que já tinha sido original e no momento apenas se desgastava com o passar do tempo (atualmente,  ela é uma atração para garotinhas que gostam de garotinhos andrógenos, ou seja, piorou), com uma trama mais sombria e bem mais trabalhada (cheia de furos claro, mas ainda assim superior a seus antecessores) fez tanto sucesso que ao fim da série Shotaro e a TOEI tiveram a brilhante idéia de produzir uma continuação (porque em time que está ganhando não se mexe certo? errado), BLACK RX foi seu sucessor, infelizmente este já não carregava o mesmo espírito de BLACK, inserindo elementos desnecessários, como espadas, multi-transformações e até mesmo um carro que atravessava o subterrâneo, tudo seria perfeito, se mantivessem o mesmo estilo da trama anterior, sem falar nos personagens da antiga temporada que foram (sem dó nenhuma) cortados do roteiro, a TOEI lucrou muito com brinquedinhos e bugigangas, mas tornou a deixar a qualidade da série descair morro abaixo.

Com a morte do mestre mangaká Shotaro Ishinomori em 1998, tudo o que restou de lembrança da era BLACK foi o ator Tetsuo Kurata, o eterno Kotaro Minami (aqui renomeado não se sabe porque diabos de Issamu), que lembrado com carinho até hoje pelos fãs, fez algumas participações em Kamen Rider Decade e também no filme All Riders VS Daishoker (que para efeito de fan service é fraquíssimo), muito provavelmente o veremos também no novo filme que comemora os 40 anos dos Riders que vai estrear no dia 1º de abril no Japão, é esperar pra ver. E enquanto não temos a chance de voltar a vê-lo atuar como BLACK (ou o nem tão importante BLACK RX) confiram um vídeo muito legal no YouTube da audição para a escolha dos atores para a série, lá em 1987, com direito ao mestre Shotaro na banca avaliando os atores,  e o Kurata bem jovem e muito franzino (bem… acho que no Japão só se via gente assim naquela época, é só reparar nas mulheres)

Tetsuo Kurata é um daqueles atores por acidente que deu certo, o ator cursava o ensino médio quando em junho de 1987, um amigo lhe indicou a para os testes que a TOEI estava promovendo em seu ginásio particular, se destacando em meio aos 8100 candidatos presentes, Kurata acabou escolhido a dedo pelo próprio Shotaro Ishinomori, vivendo BLACK, Tetsuo além de protagonista, também interpretou algumas músicas da atração, como a da abertura.

Quando intimado a falar sobre o que acha dos atuais Riders, a chamada era Heisei, Tetsuo Kurata não tem papas na língua, segundo ele, os heróis da atualidade são tão enjoados quanto açúcar, meigos ao extremo, “doces” demais (olha que coincidência, pensamos igualzinho), afinal, a quanto tempo não aparece um Kamen Rider realmente macho nessa era Heisei? Cabelos cumpridos, rostinho de donzela, quase tenho dor de cabeça quando lembro do visual de um dos protagonistas de Kamen Rider W, mas enfim, essa é a realidade do seriado nos dias de hoje,  com o povo inventando moda e a TOEI indo atrás, no fim das contas o Japão, querendo ou não, é um país um tanto fechado para coisas novas, tudo é pensando e/ou adaptado apenas para eles mesmos, o que é totalmente compreensível, mas horas isso é bom e outras é extremamente irritante, (pois é extremamente infatilizado e bobo, como nunca havia sido antes) a ponto de não haver como exportar um produto que está carregado com o que há de pior na atuação japonesa (daí vem a Saban e passa a mão só na idéia para fazer seus heróis no ocidente, que são outra porcaria) , separando o que  o faz sucesso lá com o que temos aqui, mas isso nem sempre foi assim, e é por isso que na minha opinião, Sentais e Kamen Riders não saem mais desse marasmo em que se enfiaram, infelizmente.

Aliás, o que Shotaro Ishinomori diria da atual situação dos Riders se ainda estivesse vivo hein? Acho que ia sobrar Rider Kick pros executivos da TOEI, todos dados pelo próprio autor, mas enfim, terminando a sessão nostalgia (tempo bom que não volta mais) com Kamen Rider deixo aqui um pequeno apanhado das principais músicas mais do que memoráveis do senhor BLACK, HENSHIN e até a próxima *lembrando que tudo escrito aqui é apenas a minha opinião, então guardem as lanças e os cajados tudo bem?).

Kamen Rider BLACK OST – Ongakushuu Año: ??/??/1987

Kamen Rider BLACK OST –  Complete Song Collection Año: ??/??/1996

A segunda imagem foi retirada do devianART e é de autoria da usuária wongjoe82.

Written By
More from K o n S a m a

Por que L.A. Noire é tão impressionante? Descubra vendo um pouco dos bastidores! [PS3/X360]

É nessas horas que entendemos porque a indústria de games não só...
Read More