Os Flintstones nas mãos do criador de Family Guy + Assista o episódio perdido da galera de Bedrock!

Um episódio piloto antes perdido e que há um tempo já circula pela internet mundo afora, enfim, me atraiu a atenção e chega ao Portallos!

Curtinho, com cera de um minuto e meio, o “mini-episódio” (clipe, afinal) resume tudo o que seria a série animada Os Flintstones, que aliás, à época desse piloto chamava-se Os Flagstones.

Eu me pergunto, às vezes, como essas coisas se tornam atemporais! Afinal, a série tem mais de 60 anos de lançada e, ainda assim, chama a atenção! E, não faz muito tempo, passava na programação infantil, com qualidade de som e imagem sofríveis em paralelo com a nova safra de programas infantis, mas, estava lá…

E então, eis que o tal Seth Macfarlane, criador de Family Guy e American Dad conseguiu os direitos da série e, claro, na onda dos remakes e reboots, vai lançar o “novo” Flintstones em 2013.

Fã assumido dos personagens da produção da Hanna-barbera (da idade da pedra, literalmente), Macfarlane argumenta ironizando que “Os Estados Unidos estão finalmente preparados para uma série em que  há um pai gordo e que é casado com uma mulher boa demais para ele”.

Eu acho que deveria ter ficado no passado. A série era original, fez história e lá deveria ficar: na história! Ainda mais que a nova versão estará nas mãos de Macfarlane. Não que eu não goste do que ele faz, é divertido, absurdo e um chute bem dado na sociedade americana. Só acho que Flintstones deve ser lembrado, acima de tudo, por “Yabba Dabba Doo” e não com humor ácido (escatológico) e crítica social.

Essa matéria sobre os 50 anos da série etá bem interessante e, caso você queira saber mais sobre os bastidores de todo aquele movimento, indico mais do que ir recorrer à wikipedia! Clique Aqui.

Isso também pode lhe interessar

14 Comentários

  1. Seth Macfarlane tem muito mais que humor ácido. Ele já trabalhou inclusive para o estúdio Hanna Barbera no passado, inclusive em alguns shows com humor bem mais tranquilo. Tenho total fé que o maior nome da animação americana atual vai fazer um excelente trabalho.

    1. Não disse que ele se limita a isso, mas, o trabalho mais notório dele é com esse viés.

      Inclusive, a própria declaração dele já cria contexto para a gente inferir que pode ser mais uma série de um cara gordo pai de família com uma mulher boazinha…

      1. O trabalho mais notório dele não é de maneira alguma um limitador. Ele inclusive já foi escritor para uma série de animação da Disney (The Jungle Book’s Jungle Club) com um humor bem incente. Não se sabe nem se ele vai ser roteirista desta nova série, ser produtor até o momento faz bem mais sentido.

        A “declaração” dele foi obviamente uma piada. As únicas séries animadas a manter sucesso no horário nobre dos EUA seguem o mesmo esquema (Simpsons, Family Guy e The Cleaveland Show), ele não está declarando que Flintstones será igual Family Guy ou terá o mesmo tipo de humor hora nenhuma. 

        Eu acho que textos assim ajudam a disseminar medos infundados e críticas pesadas que são lançadas antes mesmo de qualquer informação concreta ter sido divulgada. A única informação dígna de nota é que terá novas tecnologias na série – o equivalente animal de um iPad, por exemplo. É algo até óbvio, já que o objetivo é alcançar novas audiências e uma das maiores graças de Flintstones são as critativas utilizações dos dinossauros. Falar que ela vai ser descaracterizada é um dom de previsão do futuro que eu não tenho.

        1. Por favor,

          COPIE E COLE o trecho em que afirmo que vai ser ruim por conta de uma reputação RUIM…

          Eu gosto do trabalho dele.

          O texto não critica nada, muito pelo contrário.
          Ao final eu afirmo, contudo, que não gostaria de um remake. Que a história mostra que remakes não fazem justiça ao trabalho original (em minha humilde opinião) e acho que a série original tem um brilho peculiar que vale a pena ser mantido.

          Pela frase dele e pela fama atual do produtor nos EUA (você está sabendo?), eu interpretei a frase como um prelúdio do que pode vir a ser a nova série.

          Gostaria então, mais um vez, de pedir a você que me mostre onde foi que escrevi que por conta “da má fama do produtor a série estaria fadada a ser uma grande porcaria de humor ácido”.

          Disse, no entanto: que tenho receio sim do que pode acontecer.
          Imagino que textos assim possam mesmo ajudar a difundir críticas infudadas. Mas, o meu papel aqui é escrever o que eu quero, sobre o que eu gosto, de uma forma mais razoável possível, tentando contextualizar.

          Se alguém vai ler apenas uma frase e sair por aí dizendo: Macfarlane vai destruir Os Flintstones, aí, não cabe a mim a controlar.

          1. “Eu acho que deveria ter ficado no passado. A série era original, fez história e lá deveria ficar: na história! Ainda mais que a nova versão estará nas mãos de Macfarlane. Não que eu não goste do que ele faz, é divertido, absurdo e um chute bem dado na sociedade americana. Só acho que Flintstones deve ser lembrado, acima de tudo, por “Yabba Dabba Doo” e não com humor ácido (escatológico) e crítica social.”
            Serve? Eu pelo menos não encontrei nada na internet que confirme a certeza desta última frase, e acompanho os maiores portais de animação mundiais. Repito: nada que diga que o novo Flintstones seguirá por esta linha. Mas é claro que você deve ter fontes que confirmam estes fatos e não é achismo considerando só as obras mais famosas de um grande nome envolvido no projeto e que não teve o cargo confirmado.

          2. Parabéns então.
            Você interpretou à sua maneira. Deve ser uma pessoa muito bem quista na vida real! XD

            É um achismo baseado no que ele fez de mais famoso e o que rende mais dinheiro. A atual temporada de Family guy foi péssima e ele (e sua equipe) tiveram que apelar para manter as coisas “ácidas” e assim com audiência.

            Por exmeplo, meu caro: vai estrear uma nova novela na tevelisão, do autor Manual Carlos, por exemplo, que já fiz mil novelas no Rio de Janeiro…

            Bom, podemos então INFERIR que, provavelmente, o autor faça mais uma no estilo, até que alguém ou ele mesmo diga o contrário.

            Então, até que se diga o contrário, que terá um humor mais tranquilo, eu continuarei interpretando dessa forma.

            O que não quer dizer que esteja criando fogo em uma floresta ao dizer isso.
            AÍ SÃO COISAS DIFERENTES, entendeu agora o ponto da minah discussão?

          3. Até que eu sou bem quisto na vida real e na virtual, muitas pessoas gostam dos meus textos (vários deles sobre animação :D) Vou confirmar alguns pontos que já postei abaixo antes de continuar, parecem ter sido :

            Seth MacFarlane não trabalhou só com obras autorais. Ele fez muita coisa sem ter humor negro. Ele nem foi confirmado como roteirista do reboot.

            Pronto, posso prosseguir. Acredito que vc pense que o novo The Looney Tunes Show é uma série de pancadaria por ter o Sam Register como produtor. Flintstones é um sitcom familiar, e não há nenhum indício que vá deixar de sê-lo. Não há indícios de que será utilizado do mesmo humor negro pesado de Family Guy. MacFarlane nunca descaracterizou nada com que ele trabalhou para outros estúdios. Se isto acontecer agora será uma exceção, não a regra. Se você encontrou um padrão de acidez tão forte assista Jhonny Bravo ou Laboratório de Dexter e procure episódios tão pesados quanto os das desventuras de Peter e sua família. Vale lembrar que MacFarlane trabalhou por muito tempo com outras séries, então o padrão deve estar presente nestas obras também, certo?

            Vou ignorar o comentário que Family Guy ficou ácido na última temporada para segurar a audiência. Assista as temporadas anteriores, você pode se surpreender. ou dê exemplos de coisas que são pesadas demais nesta temporada e não tem equivalência nas anteriores, seria interessante ver exemplos.

            Quais nomes além de MacFarlane seriam mais adequados? Eu não consigo pensar em nenhum. Dos grandes nomes da animação não restrita a crianças ou adolecentes se  destacam ele e o John Lasseter. Mas o John Lasseter não tem muita experiência com séries animadas, só com curtas e filmes. Já MacFarlane trabalhou na Disney e na Hanna Barbera, mantém três séries animadas de sucesso, mexe com animação 2D e 3D, e tem várias equipes competentes em diversas áreas.

            O problema é que eu sigo o Portallos diariamente e ele não é o tipo de site que costuma colocar críticas pesadas a uma obra que vai estreiar daqui a dois anos e não tem nada confirmado. Me surpreendi e resolvi comentar. Você fez um texto com certeza absoluta do teor da série, e depois desconversou falando que era minha interpretação. Em 2013 eu vou ver como a série será, já que não sei prever o futuro. Espero que ela seja boa, os personagens e a ambientação são muito interessantes para ficarem só na história e o provável produtor é uma pessoa experiente que já trabalhou com muitas obras diferentes das suas três mais famosas.

          4. “apelar” para manter as coisas ácidas, ou seja, deixar mais ácido ainda, só que sem qualidade..
            Foi isso que quis dizer.

            Eu não desconversei, eu não sou disso. Sustento minha opinião. Se discorda, bom, estamos numa democracia.

            Se você também é um profundo conhecedor de animação, parabéns! Mas, nunca ouvi falar em seu nome, ou algo do tipo, que ligitme que a sua pinião vale mais que a minha. XD

            E o fato de ser bem quisto ou não na vida real é o seguinte: uma pessoa que distorce o que a outra diz, constantemente, como fez acima, novamente, deve ter algum problema de comunicação e de relacionamento.

            Bom, talvez seja só achismo meu, de novo, mas, os fatos que você apresentou foram esses. Então, assim, posso INFERIR que você deve ter algum probleminha de ego ou algo do tipo. Por isso que quis dizer.

            E sendo assim, não será essa uma conversa produtiva. Nunca. Afinal, não há uma conversa: há uma pessoa querendo mostrar conhecimento e tentando menosprezar a opinião dos outros (aliás, a imaprcialidade dos outros e o direito de especular).

            Afinal, só você deve ter visto “uma crítica pesada” nesse texto! Pelo amor de Deus!

            E um típico sofista, leitor de orelha de livro, provando algo, para alguém, de algum lugar, que não se sabe o quê.

            Me perdoe, mas, encerro por aqui. Porque, acima de tudo, a minha intenção é concluir coisas, ir à frente, aprender e trocar experiências e não bater boca…

            Cansa…

            Abraços e obrigado por sua partiicpação tão ativa! XD

          5. É engraçado como você não cita exemplos de nada. Ficou mais ácido e sem graça, mas onde? A série vai descaracterizar a antiga, mas porque? Falar que uma série deveria ficar na história pra não ser descaracterizada não é uma crítica pesada? Sendo que nada foi anunciado? Nada foi confirmado? Isso sem fatos? É um nível de preconceito absurdo. E se for criticado é porque a pessoa  que criticou tem problemas de relacionamento, não porque discordou da quantidade absurda de achismo não baseado em fatos ou fontes. Criticar sem nem pesquisar a história do nome do envolvido, se baseando apenas em sua série mais famosa…  Minha opinião não vale mais que a sua, ela só não é feita de previsões do futuro não baseadas em fatos, preconceito ou achismo 😀 É só diferente 😀 Parabéns por criar um texto tão calcado na realidade!

          6. Parabéns então.
            Você interpretou à sua maneira. Deve ser uma pessoa muito bem quista na vida real! XD

            É um achismo baseado no que ele fez de mais famoso e o que rende mais dinheiro. A atual temporada de Family guy foi péssima e ele (e sua equipe) tiveram que apelar para manter as coisas “ácidas” e assim com audiência.

            Por exmeplo, meu caro: vai estrear uma nova novela na tevelisão, do autor Manual Carlos, por exemplo, que já fiz mil novelas no Rio de Janeiro…

            Bom, podemos então INFERIR que, provavelmente, o autor faça mais uma no estilo, até que alguém ou ele mesmo diga o contrário.

            Então, até que se diga o contrário, que terá um humor mais tranquilo, eu continuarei interpretando dessa forma.

            O que não quer dizer que esteja criando fogo em uma floresta ao dizer isso.
            AÍ SÃO COISAS DIFERENTES, entendeu agora o ponto da minah discussão?

          7. Parabéns então.
            Você interpretou à sua maneira. Deve ser uma pessoa muito bem quista na vida real! XD

            É um achismo baseado no que ele fez de mais famoso e o que rende mais dinheiro. A atual temporada de Family guy foi péssima e ele (e sua equipe) tiveram que apelar para manter as coisas “ácidas” e assim com audiência.

            Por exmeplo, meu caro: vai estrear uma nova novela na tevelisão, do autor Manual Carlos, por exemplo, que já fiz mil novelas no Rio de Janeiro…

            Bom, podemos então INFERIR que, provavelmente, o autor faça mais uma no estilo, até que alguém ou ele mesmo diga o contrário.

            Então, até que se diga o contrário, que terá um humor mais tranquilo, eu continuarei interpretando dessa forma.

            O que não quer dizer que esteja criando fogo em uma floresta ao dizer isso.
            AÍ SÃO COISAS DIFERENTES, entendeu agora o ponto da minah discussão?

        2. Por favor,

          COPIE E COLE o trecho em que afirmo que vai ser ruim por conta de uma reputação RUIM…

          Eu gosto do trabalho dele.

          O texto não critica nada, muito pelo contrário.
          Ao final eu afirmo, contudo, que não gostaria de um remake. Que a história mostra que remakes não fazem justiça ao trabalho original (em minha humilde opinião) e acho que a série original tem um brilho peculiar que vale a pena ser mantido.

          Pela frase dele e pela fama atual do produtor nos EUA (você está sabendo?), eu interpretei a frase como um prelúdio do que pode vir a ser a nova série.

          Gostaria então, mais um vez, de pedir a você que me mostre onde foi que escrevi que por conta “da má fama do produtor a série estaria fadada a ser uma grande porcaria de humor ácido”.

          Disse, no entanto: que tenho receio sim do que pode acontecer.
          Imagino que textos assim possam mesmo ajudar a difundir críticas infudadas. Mas, o meu papel aqui é escrever o que eu quero, sobre o que eu gosto, de uma forma mais razoável possível, tentando contextualizar.

          Se alguém vai ler apenas uma frase e sair por aí dizendo: Macfarlane vai destruir Os Flintstones, aí, não cabe a mim a controlar.

      2. O trabalho mais notório dele não é de maneira alguma um limitador. Ele inclusive já foi escritor para uma série de animação da Disney (The Jungle Book’s Jungle Club) com um humor bem incente. Não se sabe nem se ele vai ser roteirista desta nova série, ser produtor até o momento faz bem mais sentido.

        A “declaração” dele foi obviamente uma piada. As únicas séries animadas a manter sucesso no horário nobre dos EUA seguem o mesmo esquema (Simpsons, Family Guy e The Cleaveland Show), ele não está declarando que Flintstones será igual Family Guy ou terá o mesmo tipo de humor hora nenhuma. 

        Eu acho que textos assim ajudam a disseminar medos infundados e críticas pesadas que são lançadas antes mesmo de qualquer informação concreta ter sido divulgada. A única informação dígna de nota é que terá novas tecnologias na série – o equivalente animal de um iPad, por exemplo. É algo até óbvio, já que o objetivo é alcançar novas audiências e uma das maiores graças de Flintstones são as critativas utilizações dos dinossauros. Falar que ela vai ser descaracterizada é um dom de previsão do futuro que eu não tenho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.