Before Watchmen anunciado!

Caça-níquel ou tributo a obra de Alan Moore & Dave Gibbons?

Watchmen. Lenda, obra-prima, revolucionário. Aquelas 12 edições mudaram como o povo americano enxergava seus quadrinhos, esfregou suas incertezas, erros e acertos em cada página que o Comediante matava um vietnamita, ou  em que a corrupção de sua polícia era apresentada. Watchmen é lembrado, e impresso a cada dia por vários motivos que o fizeram ser diferente e magnífico.

Só temos um porém: DC é uma empresa, e Moore e Gibbons criaram uma de suas marcas. Existe o medo constante de ferrar com toda a minuciosidade do trabalho original por parte dos fãs, e eu – como fã –  compartilho desse sentimento, mas há de se entender a primeira frase deste parágrafo. Como marca e empresa, a DC demorou para tocar numa das suas mais valiosas minas de dinheiro, e  talvez tenha só esperado o momento mais propício para tal.

Watchmen é tido como obra máxima dos quadrinhos, mas pergunto assim como no ótimo texto da IGN, Homem-Aranha não? Batman? Capitão América? Superman? E como seriam essas obras se ninguém mais as tivesse tocado depois de seus criadores?

Quadrinhos de heróis, como até falei num comment aqui no blog esses dias, são feitos de ciclos, e quer queira, quer não Watchmen é um quadrinho de super-herói. Devem ser visto por arcos, por fases, e não como uma coisa de início, meio e fim. Before Watchmen é mas um arco na história de um grupo de heróis (que tem em diferença aos demais por terem sido extremamente bem sucedidos com apenas 12 edições), quer as pessoas não queiram, quer Alan Moore  não queira. Os personagens são da DC, assim como o cabeça de teia é da Marvel, assim como o morcegão é da DC, e por aí vai.

Não julgarei Before Watchmen antes de ser publicado, até porque figurões como Brian Azarello (que achei muito boa a combinação dele com as histórias mais sombrias como Rorschach e Comediante), Len Wein (editor do Watchmen original), Darwyn Cooke, J. Michael Straczynski, Lee Bremejo, enfim caras que têm total condição de tirar coisas boas da ideia de Moore, e entregar um belo produto final.

Serão vários títulos aliás, um por semana, até o fim do ano provavelmente, e cada uma terá algumas páginas em seu fim dedicadas aos Contos Do Cargueiro Negro. confiram a lista e algumas capas após o continue:

RORSCHACH (4 Edições) – Writer: Brian Azzarello. Artist: Lee

MINUTEMEN (6 Edições) – Escritor/Artista: Darwyn CookeBermejo

COMEDIAN (6 Edições) – Escritor: Brian Azzarello. Artista: J.G. Jones

DR. MANHATTAN (4 Edições) – Escritor: J. Michael Straczynski. Artista: Adam Hughes

NITE OWL (4 Edições) – Escritor: J. Michael Straczynski. Artista: Andy and Joe Kubert

OZYMANDIAS (6 Edições) – Escritor: Len Wein. Artista: Jae Lee

SILK SPECTRE (4 Edições) – Escritor: Darwyn Cooke. Artista:Amanda Conner

CRIMSON CORSAIR (páginas em outras edições) – Escritor: Len Wein. Artista: John Higgins

Com certeza lerei assim que saírem, e estou com boas expectativas para que tenhamos boas histórias, adequadas ao universo e aos personagens. Achei a ideia da DC aliás, de explorar o passado muito boa. Talvez se fosse feita uma sequência aí sim seria estragado o fim que Moore e Gibbons planejaram e concretizaram. Mexer no passado, é basicamente contar um pouco do que já foi mencionado até na própria história original, expandindo-a, e dando espaço para quem sabe mais algumas pérolas dos quadrinhos. E você aí, preparado para mergulhar dentro do universo dos vigilantes?

Isso também pode lhe interessar

21 Comentários

  1. Curti muito a ideia, mas Watchmen sem Alan Moore??????? Sei não hein, é igual senhor dos aneis sem Tolkien, fico na dúvida de se vai ser bom isso.

    1. É que nem Homem-Aranha/Quarteto/X-men(insira super-héroi que ele criou aqui) sem Stan Lee, como falei no texto. Tem revistas do HA que são uma bosta, outras que são igualmente bacanas como as do Lee, algumas quem sabe melhores.

      1. não, ao meu ver é completamente diferente, os super heróis que Stan Lee criou não foram para uma história fechada, e sim (como você sabe) para histórias contínuas que continuam até hoje, e ele não escreveu nem 1/20 das histórias desses heróis, e também não vemos a marca registrada de escrita de Stan Lee, eu nem saberia dizer qual é essa. Já com Alan Moore é diferente, ele é um roteirista de um nível acima de praticamente todos da Marvel, Watchmen é uma história fechada em que vemos todas as características, jeito de escrita e genialidade de Moore, é diferente de um homem aranha que tem milhões de histórias.

        Por isso que acho que não vai dar certo esse "before watchmen".

        1. Existem vários personagens que foram criados em histórias fechadas/eram pra durar um arco numa tal revista e depois foram ressucitados, aparecendo em revistas solo e tudo mais.
          O erro está em ver before Watchmen como "seguidor do legado/ revolucionário" que não é a sua proposta. O "evento" só quer contar um pouco do passado dos personagens e o que os levou a situação que vemos nas primeiras páginas de Watchmen, e até, resgatar suas personalidades e tudo mais. Agora dizer que Alan Moore é acima de muita gente eu até concordo, mas que Brian Azarello também é, Straczynski também… Todos que estão aí tem nome cara, são figuras consolidadas na indústrias, por isso que tem tudo pra dar certo a proposta. O que não excluí apossibilidade de sair merda nas revistas.

  2. Olá pessoal me desculpe mesmo…….. mas como eu sei que nesse site existe muito viciado en SKYRIM..eu gostaria de perguntar onde eu vo para fazer update do jogo? eu jogo no ps3 e ele começo o TRAVA TRAVA e to quase para zerar o jogo e preciso do suport de alguem que saiba onde baixa os updates…..POR FAVORRRR…..;x

    1. Eu particularmente jogo no Pc, mas tenho um PS3 e sei que os updates são automáticos. A Bethesda (produtora do jogo) está trabalhando ainda neles, e acho que ainda não estão disponíveis.

  3. Vou comprar certamente, MAS não acho que deveriam ter botado a mão para abrir, nem que seja, a menor possibilidade de estragar o universo de Watchmen. Realmente a proposta é interessante, espero que sejam ótimas histórias!

  4. Watchmen sem duvida nenhuma é uma obra prima dos quadrinhos e olha que leio quadrinhos desde 86, fiquei muito surpreso com o que li, queria saber quando vai sair aqui no Brasil ????

  5. Acho uma completa escrotidão comparar quadrinhos como Homem Aranha, Superman e blablabla que são (in)finitos com obras primas que possuem, sim, começo, meio e fim…
    É a mesma coisa que dar continuidade a Sandman, V, Black Hole entre inúmeras mais.
    Existem HQ's que devem ser tratadas como livros, simplesmente aquela história existiu e ponto, não tem mais o que extrair (unicamente por dinheiro e uma absurda falta de criatividade) algo que acabou.

    Como disse o próprio Alan: ‎"…tendo a levar esta última notícia como a confirmação de que eles [a DC] ainda dependem de ideias que eu tive 25 anos atrás."

    Essa é só minha opinião.

  6. Eu acho que querer continuar Watchmen é como querer fazer V de Vendeta 2, querer fazer a Lista de Schindler segunda parte, Laranja Mecanica: ação sem limites.

    Mas vamos (ver) ler pra crer, e depois (ai sim) agente atira umas pedras. kkkk

    OBS: Os caras não ficam fazendo varias historias do Homem Aranha e CIA pq ligam pra nós (leitores), eles só querem $ VENDER $. E Watchmen, ainda que consiga lucrar e MUITO, não foi feito pra isso. Então ainda que eu respeite seu texto, (afinal devemos ler, antes de criticar) eu acho que meus Maravilhosos Vingadores e o Fabuloso Surfista Prateado. Não. Não podem ser comparados ao PERFEITO.
    (Quando Watchmen passar na Sessão da Tarde, dai ferrou) kkkkkkkkkkk

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.