Assistindo

PdS: Arrow e seu Tony Stark de arco!

Uma breve impressão dos primeiros episódios da nova série da CW!

Antes da estréia desta Fall Season, eu estava ansioso para ver quatro das novas estréias. Dessas 4, teve de tudo, surpresas, decepções, de-decepções… Comecei a gostar de Revolution, simpatizei com Elementary… E claro adorei Last Resort, que do lado de Arrow teve um dos melhores pilotos entre as novas séries.

Tentando pegar carona no sucesso dos heróis no cinema e nos fãs que foram deixados de lado com o término de Smallville, a CW nos apresenta uma série baseada num herói menos conhecido da editora DC Comics, mas nem por isso menos legal. O Arqueiro Verde e o Batman são os dois únicos heróis pelos quais tenho algum interesse na DC, como leitor de HQ’s que sou.

Eu não esperava menos, tinha grandes expectativas e elas foram cumpridas logo no piloto, apresentando um enredo instigante e um cuidado com a caracterização a um bom nível para a TV. Tivemos ali alguns personagens que lembravam ligeiramente Smallville, enquanto outros pareceram saídos direto de um certo filme de Robert Downey Jr. O Oliver Queen da série de fato lembra muito o Tony Stark do cinema, excêntrico, playboy e etc.

A verdade é que Oliver Queen vive uma vida dupla, e esse talvez seja um dos charmes da série, o perigo da identidade, coisa que no caso do Homem de Ferro do cinema, fica meio que de lado. Tirando alguns pormenores, como o fato de Oliver não ter o menor zelo em esconder a voz ou o rosto, é interessante o jeito com que o herói aparece em suas cenas de ação.

A série adota um formato levemente procedural. Temos os casos isolados e também as pequenas agregações da mitologia do mundo da série, coisa que é comum a quem assiste Fringe e/ou Person of interest. De fato foi um alívio ver que a CW não optou por seguir o caminho do “procedural puro”, odeio esse tipo de formato e achoq ue não cairia bem para o herói. Não, em arrow, Oliver Queen possui motivações e elas precisam ser continuadas.

Arrow vale a pena? Vale sim! Como disse, é um dos melhores pilots da temporada, e também tem um potencial gigantesco. Os produtores só precisam saber admnistrar bem o ouro que eles têm em mãos…

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Raphael Meltoh

Bio: Gamer desde a infância, mas precisamente desde os 5 anos. Amo séries (comecei pela influência de Lost), e animes. Jogador de RPG e apaixonado por cinema. Descobri recentemente também o gosto por HQ's. Ah! E é claro, fã confesso de Phoenix Wright!
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.