LendoRapidinhas

Guerra sem fim é o 1º título da Editora Aleph em 2019

Obra de Joe Haldeman, publicado originalmente em 1974

Depois de uma breve pause de final e começo de um novo ano, a Editora Aleph retomou seus lançamentos literários. O primeiro título é Guerra sem fim, lançado aqui no Brasil no último dia 26 de fevereiro. Um premiado clássico da ficção científica militar, trazendo como palco uma guerra espacial que coloca mais uma vez à prova reflexões sobre o papel do ser humano nesse mundo e sua sina com guerras.

A sinopse deixo por conta do texto oficial que consta no site da editora:

Quando a humanidade faz o primeiro contato com uma raça extraterrestre, um movimento hostil causa o início de uma guerra espacial que durará séculos. William Mandella, um jovem norte-americano, está entre os primeiros soldados convocados no alistamento obrigatório.

Na guerra, ele aprenderá a manusear as máquinas mortíferas mais modernas e a sobreviver ao ambiente inóspito de mundos alienígenas. Além da resistência física, Mandella precisa lutar para sobreviver aos horrores da guerra, em um constante exercício de questionamento sobre seus reais inimigos. A possibilidade de voltar para casa não é uma esperança nem um alento: devido à dilatação temporal envolvida nas viagens espaciais, soldados que passaram poucos meses no espaço descobrem, ao retornar à Terra, que lá a passagem de tempo foi de décadas ou até de séculos.

Inspirado na experiência de Joe Haldeman na Guerra do Vietnã, Guerra Sem Fim se tornou um clássico da ficção científica militar e recebeu os prêmios Hugo, Nebula e Locus. Além de registrar, em uma metáfora cruel, a realidade de uma geração que vivenciou a guerra nos anos 60, Haldeman também abordou temas universais e atemporais, como ufanismo, solidão e as contradições da guerra.

Interessante, não? Clássicos de guerra tendem a serem boas reflexões e contrastes interessantes com o quando nós mudamos nestas últimas décadas. Fora que é sempre legal um romance que use a ideia da dilatação temporada, sobre como o tempo no espaço passa muito mais rápido do que na Terra, um elemento que até hoje se estuda e tal. Bacana.

No mais, aproveito a brecha para comentar que ainda não foi possível voltar com os textos literários aqui no site (desde que o reformamos no começo do ano), mas que isso segue nos planos e em breve estes textos devem começar a surgir. Rascunhos foram feitos e só precisam ser finalizados.

No mais, é isso. Em breve novos títulos pela Aleph devem começar a ser anunciados. Enquanto isso, eis um link para um vídeo com o autor de Guerra sem fim, falando sobre a criação da obra – lá do Facebook da editora.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.