Dando Nota!Jogando

Análise | Miles & Kilo

Disponível para Xbox One, Nintendo Switch, PC e Mobile

Milos & Kilo

Miles & Kilo é um indie game que abrange os gêneros ação e plataforma com seus gráficos 2D, com aquela pegada retro de antigamente. Foi desenvolvido por Mike Burns e publicado pela Four Borses Ltd. O simpático jogo teve diversas datas de lançamentos, para diferentes plataformas. Em 2017 saiu para iOS e PC, enquanto para Nintendo Switch chegou em julho de 2018, e somente em março de 2019 para Xbox One. Curiosamente não temos uma versão para PlayStation 4 (ainda ao menos). A versão utilizada para este review foi a de XBox One, que custa atualmente R$ 29,95.

Trata-se de um jogo de correr e pular, de reação e ação. Tem muito sobre errar e memorizar trajetos, usando e abusando de uma memória muscular. O jogo quer que você morra diversas vezes até acertar o tempo dos pulos, golpes e desvios. Fases são curtinhas, mas não quer dizer que você irá passar por todas rapidamente. Errar e aprender com os erros faz parte da mecânica e fórmula do jogo. Explicarei mais ao longo desta análise.

Milos & Kilo tela

Um garoto e seu parceiro canino

A aventura tem início quando Miles (o garoto) e Kilo (o cachorro) são atacados por um ser sombrio chamado Ripple, enquanto viajavam em seu avião durante uma tempestade. Este suposto vilão vive em um arquipélago assombrado, e é meio que um ser travesso, que resolve se divertir a custar da dupla de aventureiros. Ripple e outras criaturas das ilhas desmontam o avião e espalham as peças por todo o arquipélago. Agora cabe a Miles e Kilo explorar 36 fases espalhadas pelas ilhas, enfrentar 5 chefes e, depois de toda essa encrenca, conseguir remontar seu avião e ir embora desse local assustador.

Coincidência ou não, o fato de ter que encontrar as partes faltantes do avião da dupla me fez lembrar de ToeJam & Earl: Back in the Groove, o qual escrevi o review a pouco tempo. Parece que desmontar veículos e ter que achar suas peças virou moda novamente. Ambos os títulos apostam em um estilo que mexe com a nostalgia dos jogadores. O pretexto da aventura é clichê, mas funcional a proposta.

Miles & Kilo conta com várias piadas internas, sabendo fazer uso do bom humor. Comentários feitos pela dupla protagonista em relação aos inimigos, assim como as respostas de Kilo, sempre caricaturizadas por smiles,  quando Miles tenta colocar cãozinho na situação de enfrentar os chefes de fase no seu lugar. O game conta com localização das legendas e menus para o português o que torna a aventura mais interessante e nos faz rir das situações citadas.

Controlando a dupla

Os controles aqui são simples e de fácil assimilação. É um jogo para ser jogado somente com 3 botões. Temos o direcional que vai nos fazer correr/caminhar, o pulo e o botão de golpe (que também dá rasteira para passar por áreas pequenas). Caso queira facilitar ou dificultar, dependendo do seu ponto de vista, o jogo possui a opção de fazer com que o personagem siga sempre em frente, correndo automaticamente. Assim o jogador se encarrega somente de pular, deslizar e atirar frutas (no controle de Miles). Quando Kilo assume, a corrida é sempre automática, deixando o jogador encarregado apenas de pular e rolar.

A opção de correr de forma automática vem desmarcada, porém em algumas fases recomendo ligar a mesma, pois a precisão dos comando deve ser alta para não se cair em precipícios. E morrer significa ter que jogar toda a fase novamente. De um modo geral a progressão do título e o fato de termos moedas para coletar me lembrou de Jetpack Joyrideum clássico das plataformas mobile.

Uma rápida observação é que Miles pode carregar até 5 frutas ao mesmo tempo, e pegar frutas adicionais durante a fase garante pontos extras, além de completar a fase tendo 5 frutas em estoque é uma dos requisitos para se conseguir a pontuação máxima na fase, que vai lhe recompensar com mais pontos ainda. Além das frutas, coletar todas as moedas e derrotar os inimigos também ajuda nessa classificação. E tempo também é outra ferramenta de ponto, corra e termine a fase no menor tempo possível. Nesse aspecto, Miles & Kilo tem um sistema altamente arcade.

Miles Kilo Analise Review

Seja rápido e preciso

Miles & Kilo pode ser apaixonante para fãs de jogos para speedruns, pois todas as 36 fases podem ser finalizadas em questão de segundos. E não existem pontos de salvamento nelas. Se você for atacado, cair em alguma armadilha ou qualquer coisa, você morre e volta ao começo da fase. Todas as fases podem ser terminadas em menos de 30 segundos. Obviamente em nenhumas delas você vai obter esse feito na primeira tentativa.

Tanto Miles como Kilo têm seus próprios conjuntos de habilidades. Miles pode saltar paredes, deslizar, esmurrar e atirar frutas, enquanto Kilo por sua vez pode transpor paredes quebráveis e ao pular pelo ar pode atacar inimigos utilizando um homing attack igualzinho ao do porco-espinho da Sega. Detalhe que as fases onde o jogador controla Kilo, Miles está o tempo todo sendo arrastado pelo parceiro canino, o que por si só já é engraçado.

Miles Kilo Analise Review

Após completar o jogo principal é habilitado o famoso Time Attack, e aí o desafio é contra o relógio. Deve-se competir com outros jogadores através das Classificações da Xbox Live. O objetivo é conseguir terminar o jogo com o menor tempo possível e com o menor número de mortes. Não é um modo muito fácil de ficar no topo, já devo ir avisando.

Obstáculos pelo caminho

Os inimigos que Miles & Kilo enfrentam nas ilhas são variados e sempre apresentam alguma proeza, variando entre aranhas, golens de pedra, pássaros, cachorros, múmias, macacos, peixes e insetos. Além dos monstros que são os chefes de mundo que estão de posse das peças do avião.

Alguns inimigos estão simplesmente parados no cenário e desviar deles é fácil. Outros atiram projéteis, e como morremos com um golpe, estes inimigos deixam de ser presas fáceis para serem nosso pesadelo. É comum no momento em que apertamos um botão além da conta errarmos o tempo de realizar os pulos ou simplesmente olhamos o cenário e perdemos o foco. A morte vem em uma fração de segundo.

Miles Kilo Analise Review

Além dos inimigos contamos também com obstáculos do cenário que nos atrapalham ou situações que mudam a jogabilidade por alguns momentos. Dentre estas mudanças estão situações com pedras rolantes (no melhor estilo Indiana Jones), carrinhos de mina (como no clássico Donkey Kong Country), tirolesas para atravessarmos curtas distâncias inclinadas, e até de uma prancha de surf que passa a ser nosso veículo em algumas fases.

Vale à pena?

Miles & Kilo tem um forte apelo nostálgico. De uma era de jogos simples, porém viciantes. Seus gráficos estão fortemente enraizados na beleza pixelizada de 8 bits e de suas cores primárias, juntando isso ao seu estilo musical e aos efeitos sonoros, facilmente conseguimos nos enganar e acreditarmos que este jogo esteve esquecido em alguma gaveta da indústria dos games por todo este tempo, e que as caras somente agora. Não que isso seja ruim, longe disso.

Miles Kilo Analise Review

Gosto como as músicas aqui são em chiptune de alta qualidade. Há uma energia positiva aqui, que dita o tom da ação e deixa o jogador mais atento. O que bem a calhar já que o game é frenético. Todas estas faixas foram feitas por Chris Kukla.

Por fim, para aqueles que gostam deste estilo de jogo – arcade, ação de plataforma – Miles & Kilo é a experiência que consegue ser engraçada em várias partes, casual em algumas e hardcore em outras. Quase sempre na mesma proporção. Claro que é uma mistura que pode afastar alguns jogadores em certos momentos. Sua dificuldade aumenta exponencialmente de uma hora para a outra. Tentar jogar mais uma vez torna-se um vício, na mesma equação em que também pode se tornar frustrante. Vale a brincadeira, porém não leve-o a sério demais.

Galeria

Dando uma nota

Frenético para um arcade de ação de plataforma - 8
Fases curtinhas, mas que exigem várias tentativas para concluí-las - 7
Começa tranquilo, mas vai ficando muito difícil perto do final do jogo - 7.5
Controles respondem com precisão - 8
Tem valor aos fãs de speedruns, sendo este o valor de replay - 7.5
Tem charme e simpatia, tanto visual quanto do texto bem humorado da dupla protagonista - 8

7.7

Bom

Miles & Kilo a primeira vista esconde o alto desafio com seu visual colorido e suas melodias alegres. Porém ele não chega a ser um arcade de frustração. A ação é frenética, mas mesmo morrendo várias vezes o jogador sente que aos poucos está avançando. Memória muscular é algo fantástico. É um jogo divertido e cheio de personalidade. Simples, porém honesto em sua proposta.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Paulo Roberto L. S.

Gamer desde o antigo Master System 3. Leitor de HQs (Marvel/DC) e de Mangás, como atividades extras me dedico a treinar Pokémon e sair em busca de conquistas e troféus.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.