AssistindoSeriados

Série: Prison Break – Final do ano 3!

https://i0.wp.com/img366.imageshack.us/img366/8590/prisonbreakmp1.jpg?w=708

Ontem a Fox exibiu na TV por assinatura o fim da terceira temporada de Prison Break. Que perda de tempo viu? Desastre total o ano 3 do que já foi uma das melhores séries atuais.

Brochada total… Arrisco dizer que foi um dos piores finais de temporadas que já vi na vida. Se quiser saber mais sobre essa decepção, continue lendo, clicando em “mais”.

Tá cheio de Spoiler é claro!! Não gosta? Então nem continue… pare por aqui!

O terceiro ano foi gravemente afetado pela greve dos roteiristas. De 22 episódios, somente 13 foram feitos. 13 episódios onde a narrativa conseguiu se tornar exaustiva, personagens sumiram, outros ficaram ridículos e o no fim de tudo… nada aconteceu!!!

Prison Break nasceu como tapa buraco para 24 Horas, tanto que é dos mesmo criadores. Foi sucesso absoluto em seu primeiro ano quando mostrava Michael Scolfield tentando libertar seu irmão da prisão de segurança máxima Fox River. Primeiro ano tenso, com surpresas atrás de surpresas e cheio de reviravoltas. Michael tinha um mapa tatuado no corpo onde o público só via o significado de tantos desenhos, quando o roteiro pedia, os personagens, típicos daquelas brincadeiras de polícia e ladrão que nos remetem a fábula do gato e rato foi orquestrada de maneira agonizante, tão aflito e emocionante quanto o clima de 24 horas.

Os caras fugiram… o segundo ano consegue manter o clima de Gato e Rato. Os 8 de Fox River não estão mais presos, mas continuam sendo caçados. O clima continua tenso e apesar de algumas bolas foras e enrolações, os 22 episódios do ano 2 conseguem manter o padrão da série. Todos os personagens que deram vida ao ano 1, aparecem e tem importancia a história. O agente Mahone é a estrela do segundo ano, como sendo um excelente detetive e praticamente o arquinimigo de Scolfield. O Lex Luthor do Superman. O fim do ano 2 deixa tudo em aberto mas termina de forma que ninguém imaginaria. Micheal é preso com Mahone e Belick em Sorna. Medo, essa é a única sensação que essa prisão passa nos poucos segundos que rola na tela.

Pronto, o ano 3 começa tudo de novo e estraga a série. A prisão não é tão terrorizante assim. Passa 2 ou 3 episódios e Scolfiel já está adaptado ao clima da prisão, tem seus contatos e passei de boa pelo local. Fala sério, que coisa chata de engolir hein? O personagem passou momentos mais tensos em Fox River do que em Sorna. Personagens somem diante de um enredo corrido. A Companhia continua agindo pelos panos. Mas aquela Companhia do primeiro e segundo ano some da visão do espectador e sobra Gretchen, que sequestra Sara e L.J. e é a vilã do ano 3. Mas nada mais sobre tal organização é mencionada, nem seus chefões e nada. Decepcionante. Parece que ficou por isso mesmo o fato deles terem armado para Linc e o caso do assassinato do vice-presidente. Tudo bem, dá para essa trama de lado um pouquinho.

A fuga de Sorna não chega a empolgar e nem é tão brilhante como a de Fox River, sem contar as tentativas que não dão certo e o óbvio de que Luchero no final ia ter que virar aliado. T-Bag como capacho também não é lá grande coisa. Pior ainda é Bellick. O que este personagem está fazendo na série ainda? Putz me diz pra que ele serviu? A morte de Sara foi outra coisa feito as pressas no ano 3. Também que ela nem aparecereu por mais de 5 minutos.

Outro que não convenceu foi o tal de Whistler. Ora amigo, ora inimigo. O cara em cima do muro toda hora. Mesmo depois de revelado ser um dos bandidos. Dá para se convencer que o cara pode ficar do lado de Michael depois que foi revelado que ele trabalhava com Gretchen? Aff…

O fim é ainda mais frustante. Sucre fraquejou a temporada toda, ajuda, não ajuda, ora tem medo, ora quer ir embora. No fim ele ajudou e deu um vacilo gigante e é descoberto. Puta merda, que decepção ver que o final do personagem é Sorna.

E tem como ter um final mais previsivel possível? Claro que Michael não ia atirar em Gretchen, claro que ele não ia deixar quieto o assassinato de Sara. Claro que não iriamos saber o que diabos Whistler é ou sua importancia para a Companhia. Pior ainda é Mahone nessa temporada, que de um brilhante inimigo de Scofield, vira um drogado sem objetivo e rumo. Pelo menos no fim do ano 3 parece que ele está voltando aos eixos ao se aliar a Companhia.

No fim, o ano 3 de Prison Break não serviu para nada. Uma enorme enrolação, que não acrescenta praticamente nada a trama. Conseguiu meu ódio.

Felizmente o ano 4 parece que mudaram tudo de novo. Porque eu não ia aguentar mais Prison Break se a coisa não mudasse. Pena que o prejuizo foi feito, a audiencia da série caiu e periga de ser cancelada atualmente. Fiquem com a promo do 4º ano que só deve estrear no Brasil em 2009 na Fox.

[youtubehttp://br.youtube.com/watch?v=AvugxIUKUNU]
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.