Jogando

Microsoft está banindo de novo?

A situação está bem diferente do famoso banimento ocorrido no Beta de Halo 3. Na época ninguém esperava por isso. A surpresa foi um fator interessante, pois gerou muito debate e discussão nos foruns para saber o que estava acontecendo. Ou seja, ouve uma gritaria geral e chegou ao ouvidos de todos que a pirataria tinha ganhado um inimigo.

O tempo passou, não houve mais nenhum banimento massivo de jogadores da reda da Microsoft… até dias atrás.

Primeiro foram relatados alguns casos em foruns – internacionais e nacionais – e uma dúvida ficou no ar se realmente estava havendo uma nova onda de banimentos, afinal, estava tudo quieto demais. Até ontem. O Major Nelson confirmou em seu blog que está sim havendo banimento de gamers que tem seus consoles modificados para rodar games piratas. (Veja o texto do Major aqui)

Em parte tudo isso foi motivado pelo vazamento de Gears of War 2 semanas antes do lançamento e que causou muita polêmica na internet.

Em todo o caso a impressão que se tem ainda é que a nova onda de banimentos é bem menor do que aconteceu no passado e não atingiu todo mundo que usa pirata. Uma outra impressão é que desta vez ninguém foi pego com as calças arriadas e muitos dos gamers banidos e que participam de comunidade, preferiram ficar calados e não se manifestarem, impedindo assim todo aquele terrorismo virtual que aconteceu no primeiro banimento. De certa forma isso é ruim, pois se você não está atento, poderia deixar este fato passar em branco.

A notícia de que os banimentos, mesmo que em menor número, está acontecendo é importante e precisa ser repassado adiante. Se não pelas pessoas que foram banidas, então que seja através da mídia e dos canais oficiais como o blog do Major.

Bem, fica a notícia e caso os banimentos se intensifiquem nos próximos dias, já que estamos perto da New Experience do X360, volto a comentar o assunto por aqui.

Particulamente sou totalmente a favor dos banimentos e dessa pressão – que deveria ser maior até – do uso de produtos piratas. Compreendo totalmente que realmente existe uma parcela que não conseguiria ter games originais, infelizmente a parcela que se utiliza de pirataria e poderia usar originais é maior. Cada um assume um risco e a responsabilidade de seus atos ao utilizar-se de pirataria, portanto, não há motivos para reclamar.

[Via Kotaku e Videogaming247]

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.