AssistindoSeriados

Papo de Séries #5 [Atualizado!]

Papo de Série

Mais uma semana, mais uma papo de série comentando os principais episódios da semana e essa semana tem novidade, a estreia da série V, remake da famosa série de mesmo nome dos anos 80. Clique em continue lendo e confira.


V – 1×01 – Pilot:
V
O piloto de uma série bastante aguardada, remake dos anos 80 foi muito bom.

A história da série para quem não sabe é a seguinte: Uma raça alienígina chega a terra falando em paz, convivio e troca de conhecimento e tecnologia. Tudo parece muito bom, a midia adora os Visitantes (por isso o titulo V), a igreja apoia e diz que eles também são filhos de Deus e o governo também ajuda. Mas na verdade os visitantes são uma raça reptiliana que vai trazer a discórdia para o planeta e usar os humanos como alimento.

Érica, faz parte do grupo que descobre a verdade, durante uma investigação ela chega a uma reunião que estão explicando a verdade, assim como o Padre Jack, que mesmo com o apoio do vaticano aos visitantes é contra.

Tyler, filho de Érica se apaixona por uma visitante que o faz entrar para um grupo e voluntários que visam espalhar a filosofia do bem comum entre todos. Sério, o conflito entre mãe e filho aqui foi muito bem bolado, pois um sabe a verdade e o outro está cego pelos visitantes, foi muito bem exposto isso, visto que os dois agora tem ideologias diferentes.

O piloto no geral foi muito bom, mostrou be todos os conflitos da série de maneira bem dinâmica. Vale lembrar que teve uma passagem pelo Rio de Janeiro com um português brasileiro muito bom. Vale a pena acompanhar V.

Supernatural – 5×08 – Changing Channels:
Supernatural
Finalmente voltamos a tocar no assunto Apocalipse, mesmo que pouco.

No episódio os irmãos são transportados para o mundo da TV, ocorreu diversas parodias de séries como: CSI, Greys Anatomy, um sitcom com platéia, um gameshow japonês e até Dr. Sexy, estava esperando que o episódio fizesse paródia de mais séries, mas foi bom. Todos esses eventos foram o velho conhecido Trickster que aprontou.

O episódio me surpreendeu, pensei que seria só mais um episódio que não iria tocar no assunto de apocalipse, mas no final revelou uma coisa muito importante. Acabamos descobrindo porque o Trickster não morria de jeito nenhum, pois na verdade se tratava de ser o Arcanjo Gabriel. A série conseguiu muito bem ligar algo das temporadas passadas com a trama do apocalipse, e diga-se de passagem funcionou muito bem. Interessante também explicar o porque dos irmãos serem os escolhidos.

Um episódio que parecia que era só mais um na série, que fugiria da trama central da temporada se mostrou ser importante para a mitologia da série.

Abertura Supernatural em versão Sitcom:

Two And a Half Men – 7×06 – Give Me Your Thumb:
TAHM

Alan quase morreu nesse episódio, de todas as idéias que já teve, aconselhar Chelsea a reduzir os tamanhos dos seios, sem dúvida foi a que mais perturbou Charlie.

O episódio mostrou Chelsea participativa em um episódio pela primeira vez acho eu, fez piadas, participou o que nos garantiu boas risadas. Charlie tenta fazer de tudo para que Chelsea mude de idéia e manda Alan embora como castigo. Alan vai morar na casa da mãe, onde passa por diversas situações nada agradaveis. Em uma das cenas mais engraçadas do episódio é onde Charlie vai rezar na varanda de casa, pedindo ajuda a Deus, muito engraçado.

Jake mais uma vez não participa muito do episódio, nessa temporada não tem participado muito e quando aparece é meio forçado a burrice dela. O ponto fraco do episódio é realmente isso, uma pena. Tirando isso o episódio teve uma boa média e com vários momentos engraçados.

The Big Bang Theory – 3×06 – Cornhusker:
TBBT

Neste bom episódio de Big Bang Theory vemos Raj e Howard numa briga e reconciliação muuito gay.

Raj não aguenta mais ser trocado toda vez que Howard avista uma mulher que pensa ter alguma chance. Howard fica o episódio inteiro tentando se desculpar, conseguindo no final, onde mostra um encontro bem duvidoso dos dois, onde Raj apoia Howard elogiando-o muito para ir atrás de uma mulher.

Sheldon se mostrou nesse episódio especialista em futebol, algo que antes desse episódio ser exibido nunca passaria pela nossa cabeça, até os amigos ficam surpresos, Howard solta uma frase muito engraçada: “Sheldon entende de futebol? Quadribol, claro…mas Futebol?!”. Penny e Leonard ultimamente estão meio parados, Leonard só fala de Penny e vice-e-versa, não tem mais uma história que Leonard está junto que Penny não é envolvida, as vezes isso é um pé no saco, mas tem seus bons momentos também.

Modern Family – 1×07 – En Garde:
MF

Mais um episódio muito bom e engraçado de Modern Family.

A história central mostrou Manny, que roubou a cena, sempre se mostrou um jovem mais intelectual em vez de esportivo mas quando vemos ele na competição de esgrima é de impressionar a todos, tanto que Jay antes ainda comenta: “Uma criança sem coordenação com uma arma letal, o que pode dar errado?”, pois é, não deu. O melhor momento dessa parte foi mostrar o Jay competitivo, fazendo camisetas e incentivando o Manny.

Outra parte boa do episódio foi onde Phil tenta encontrar o talento especial de Luke, é engraçado ver ele tentando vender o imóvel e então Luke cai e começa a reclamar da casa.

Alex também teve um momento muito engraçado, com seu jeito inteligente consegue fazer seus irmãos cairem em suas brincadeiras, Haley fica o episódio inteiro esfregando a bateria do celular nos cabelos para recarrega-las com energia estática, é de chorar de rir.

O ponto forte do episódio foi as cenas com Cameron, teve diversas engraçadas mas a que chamou mais atenção foi quando ele e Claire depois de discutirem o passado – quando Claire abandonou ele próximo da competição de patição – eles começam a fazer a antiga coreográfia no próprio estacionamento. Divertido demais.

Modern Family tem um jeito cliche de fechar o episódio, com uma lição de moral, mostrando as familias, mas realmente sempre fecha com chave de ouro os episódios.

——————–

Equanto isso… na TV Paga

(Por Thiago):

Dollhouse – 1×13 – Epitaph One
Canal FX

Vou começar com o melhor episódio da semana passada: Final da temporada de Dollhouse! Putz, que final foda! Epitaph One não foi exibido para os americanos na TV, veio como um episódio “extra” no primeiro box DVD/Blu-Ray da série. Mas vale a pena ver. Durante toda a temporada tem essa discussão a respeito da tecnologia de copiar e imprimir pessoas dentro de corpos de outras pessoas. A história pela para 2019, quando a raça humana praticamente está extinta porque a tecnologia usada nas Dollhouses sairam do controle. Sensacional mesmo a mistura de futuro apocaliptico com flashbacks do passado mostrando algumas peças do quebra-cabeça para que todos descobram como tudo chegou a essa estado de Fim de Mundo. Faço um parenteses para elogiar o personagem de Topher, que fica louco depois de meio que responsável pela destruição da humanidade, já que ele foi um dos que aprimoraram as tecnologias de Dollhouse. Sensacional mesmo. Joss Whedon é foda! Agora é esperar a 2ª temporada ano que vem, ou se bobear começar a ver ela pela internet mais para o fim do ano.

Supernatural – 5×03 – Free to Be You and Me
Canal Warner

Rá! Castiel como parceiro de Dean foi hilário. O episódio por si só já valeu pela premissa. Do outro lado temos Sam tentando se adaptar a uma vida normal… perai, ele já não tentou isso? Perda de tempo, todo mundo já sabe disso. Mas o encontro com Lúcifer mais para o fim do episódio valeu toda a enrolação. Melhor ainda foi ver o arcanjo Raphael dizendo que Deus está morto e Dean dando um sermão no cara! Na boa, Supernatural está muito foda com esse climinha de Constantine, com Anjos e o Céu!


The Vampire Diaries – 1×03 – Friday Night Bites
Canal Warner

É… complicado criticar Vampire Diaries. Até porque é uma série “teenage”. Adolescentes tendo problemas de adolescentes, só que tem uns vampiros no meio de tudo, dramatizando as coisas mais ainda. Foge um pouco daquele mundo que Joss Whedon criou em Buffy, onde havia uma missão, um risco de fim de mundo, enquanto Buffy tentava adaptar tudo à sua vidinha normal. O foco de Vampires Diaries é realmente mais juvenil. Valeu a pena ver Stefan humilhando o professor no meio da sala de aula. Quem nunca quis fazer algo assim que atire a primeira pedra. Damon também começa a infernizar mais ainda a vida de Stefan e Elena, a cena do jantar, onde ela convida Damon para entrar na sua casa foi bem clichê de Buffy. A série de Whedon teve vários momentos assim. No fim, é continuar assistindo para passar o tempo, porque acho que minha idade para ficar “fã” de uma série assim… já passou.

House – 6×03 – The Tyrant
Canal Universal

A velha guarda de House voltou! O que demonstra um problema com os roteiristas da série. Quando não se consegue inovar e tirar a mesmisse que a série atingiu… resolvem usar a fórmula clássica que toruxe fama à série. A dinâmica pode ter sido meio diferente entre os quatro personagens, mas no fim, funciona tudo da mesma forma. Admito que pelo menos o paciência e o debate do episódio foi interessante. Mais ainda o desfecho com Chase assassinando o tal Tirano, foi interessante e abre um “dramalhão” para os próximos episódios. Enquanto isso, House ache por trás do palco nas cenas do hospital, e tem a sua histórinha paralela com um vizinho. Alias, a resolução dos problemas com o vizinhos, achei forçado demais. Por que House tem que deixar tudo tão complexo assim? No mais a série parece bem melhor que a temporada passada, mas ainda assim não conseguiu de volta a sua genialidade das primeiras e continua mostrando seu desgaste.

Warehouse 13 – 1×02 – Resonance
Canal Warner

Um belo episódio. Divertido pacas! Arthie entretido com um hacker que tentou invadir Warehouse, o que serve de ponta solta para outros episódios futuros e os agentes Peter e Myka tentando desvendar uma mistério musical! Interessante essa coisa de experimentos com música e “hipnose” ou “transe” através dela. Existem mesmo estudos assim, claro que não da forma exagerada como o episódio trouxe, mas foi o que disse semana passada. Warehouse é pra se divertir. É puro entretenimento misturado com sci-fi básico.

Smallville – 9×02 – Metallo
Canal Warner

É… Smallville está realmente com problemas. A série anda meio perdida. Esse “Clark Emo Dark” é muito xarope. Metallo? Um vilãozinho sem vergonha que nem no gibi consegue brilhar. A única personagem que vem segurando a série é Lois Lane, até mesmo a Chloe já ficou chata e sem foco nenhum para o enredo. Pior é o climax. Batalha entre Clark e Metallo? Só em sonho. Teve apenas algumas trocas de palavras e alguém interferiu na luta em favor do Clark. Fim.

Fringe – 2×02 – Night of Desirable Objects
Canal Warner

Caraca! Estou rabugento esta semana ou as séries realmente ficam mais chatinhas no começo de temporada. Fringe também não me agradou muito. História da topeira humano? Pow JJ… você pode fazer mais que isso não? Essa Olivia pertubada e desmemoriada também já deu. Prefiro a personagem com o ex-namorada na cabeça do que essa fase que os roteiristas a colocaram atualmente. Se bem que o tiro na cabeça do Peter foi inesperado. Mais inesperado ainda foi o cara conseguir desviar da bala. Que Fringe fique mais interessante e sagaz nos próximos. Mexer com teminhas bobos que outras séries já fizeram, não rola. Precisa ser mais do que isso.

Glee – 1×01 – Pilot
Canal Fox

Uma coisa me assustou em Glee… a narração e cortes do primeiro episódio da série. Eu fiquei perdidinho em algumas situações. Parece que o tempo voa em Glee e tem momentos que ele não está avançando. Acho isso uma falha e precisam consertar para a série funcionar. Fora isso, não tem muito que o dizer. As músicais são legais e o clima musical idem. Os personagens alunos já não tem tanto carisma assim e lembram bastante aqueles genéricos de High School Musical, já os professores me agradou mais, apesar da esposa xarope do professor de música ser um é no saco e totalmente óbvio que ela vai tomar um pé na bunda para a professorinha simpatica. As piadas com o diretor da escola foram engraçadas. O musical dos fracassados no fim do episódio piloto salvou os 44 minutos da série. Agora é esperar os próximos e ver se melhoram a forma narrativa da série e conseguem manter o padrão musical da mesma.

Isso também pode lhe interessar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.