Armada of the Damned: Bela surpresa da Disney não tem dose dupla! Game cancelado? [PC/PS3/X360]

Depois de alguns meses, ficamos a ver navios!

Durante a E3 deste ano muitos gamers, inclusive eu próprio, foram surpreendidos pelo ambicioso e aparentemente promissor game da franquia da Disney Piratas do Caribe. No entanto, daquilo que surgiu como um game, agora só resta náufragos e tesouros perdidos. Lamentável não termos sequer um motivo razoável que justifique o cancelamento de Armada of the Damned, mas a Disney deve acreditar que isso tenha sido a melhor escolha (mesmo que a maioria discorde disso!)

Diante de todas as outras tentativas de adaptação da franquia ao mundo virtual interativo, era de se esperar por mais uma falha da Disney. Para a sorte dela e o nosso ganho, Armada of the Damned quando anunciado teve destaque e uma abordagem milhares de vezes mais interessante se compararmos ao habitual previsto.

O primeiro pensamento como reação à proposta do game foi de que finalmente haviam aprendido o suficiente com os insucessos do passado para que a Propaganda Games pudesse desenvolver algo promissor. Cheguei até a pensar em comprar o jogo! A partir deste momento, o dinheiro para o game terá que mudar a sua rota de viagem. O resultado foi desastroso ao nível de uma maldição. Qual o motivo deste cancelamento? Continue lendo que vamos tentar desvendar o que passou pela mente da Disney.

Porém, a impressão que tenho é que a Disney não ficou satisfeita por ter produzido uma adaptação com verdadeiro e tangível potencial e naufragou o projeto deixando uma expectativa sem resposta à deriva. Foi dito que o jogo foi cancelado devido a uma reestruturação da equipe da Propaganda Games – seria isso algo realmente insuperável? Assisto o trailer divulgado e sinto dificuldade em acreditar que Armada of the Damned não merecia mais apoio, consideração e até sacrifício.

Afinal a escolha não era nossa e sim da Disney!

Não há como negar a bomba que esse cancelamento foi e ainda é, mas gostaria de saber o motivo pelo qual a Disney não pôde contornar os obstáculos e manter o jogo porque culpar a reestruturação da equipe de desenvolvimento da Propaganda Games parece mais uma fuga. Talvez nunca venhamos a saber um bom motivo, talvez não haja outro a ser dado, mas podemos ao menos refletir sobre tudo que perdemos com essa decisão de cancelamento. E se tem algo que podemos concluir até aqui é que a Disney sempre arranja uma forma de falhar com a franquia dos piratas no mercado dos games, pelo menos até agora.

Primeiro, o melhor é esclarecer que acredito que Armada of Damned não seria certamente perfeito, mas constituiria o primeiro passo, muito necessário à propósito, de um novo conceito para a franquia que com o amadurecimento poderia originar excelentes jogos. Quanto à história do jogo, se ele fosse publicado, seriamos um pirata chamado Sterling que iria até o Caribe para uma estada temporária mas acabaria aprisionado por uma maldição, tendo que permanecer no local como um pirata lendário ou como um dreaded (“temido”) – o jogador decidiria logo no começo qual destas opção de personalidade incorporaria Sterling.

Se escolhêssemos ser um dreaded dominaríamos capacidades mágicas, poderes míticos e estaríamos presos e relacionados com as raízes míticas. Caso contrário, sendo um lendário pirata, a nossa especialidade seria técnicas de combate, manuseamento de armas. De qualquer forma, a diversão estaria prometida e combos seriam integrados nos combates. Aliás, há vídeos do gameplay que merecem ser revistos agora que jamais jogaremos.

Depois poderíamos avançar no jogo evoluindo de level em duas grandes categorias: as habilidades do mar-navio e as habilidades da terra-combate. Poderíamos pilotar um navio nomeado Nemesis, assaltar outros navios e piratas (um bem elaborado sistema de combate navio-navio, de acordo com a crítica) e fazer a nossa própria história. As ferramentas de caracterização abrangeriam a administração de roupas, acessórios com determinados bónus, entre outros elementos. Se surgisse alguma dúvida (ou mesmo que não surgisse), poderíamos conversar com outros piratas ou pessoas para obter informações. A descrição se encaixa muito com um bom trabalho, um ótimo jogo  RPG em teoria.

Infelizmente está tudo naufragado. Não consigo concordar com esse ato da Disney, mas acho preferível terem abandonado o projeto do que, dificilmente no caso de Armada of the Damned, terem desenvolvido mal o jogo – embora isso pareça realmente muito improvável. Pirates of the Caribbean: Armada of the Damned está cancelado e isso deixa muitos extremamente revoltados – sim, estou falando em meu nome também.

Parece que a Disney ofereceu o mar e deixou para todos apenas uma gota de promessa. Que falha, que mancada! Sabe-se lá se ela não  tem ainda reservada uma razão mais forte e secreta para o cancelamento do jogo. Já TRON: Evolution está seguro, a Propaganda Games finalizará o seu trabalho. Alguns games nascem outros são apenas jogados ao fundo do oceano dos games nunca lançados. E nós, gamers, temos que assistir isso acontecer.

Written By
More from Araphawake

Skyline: Melhor trailer apresentado não compensa a terrível falta de originalidade! [Cinema 2010]

Eles estão em todos lugares! Para começar, invasão alienígena já é um...
Read More