Versus XIII, O Aguardado: trailer de sete minutos e diversos detalhes! [PS3] [1 de 3]

Janeiro 27, dia do anúncio do PSP2. Opa, post errado. Janeiro 27, dia dos trailers de Versus e Type-0. Rá, agora sim! Era o que eu mais tava esperando mesmo, tanto que acordei mais cedo só pra vir aqui postar, já que à tarde não estarei em casa. Versus XIII é “O Aguardado”, afinal, oito anos em desenvolvimento só perdem para Duke Nukem Forever (14), e parece que finalmente o jogo começa a ficar palpável agora. Famitsu e Dengeki revelaram, essa semana, detalhes a rodo sobre a aventura de Noctis em formato de entrevista com Tetsuya Nomura, diretor e designer do jogo.

Depois do continue vocês conferem o trailer de quase sete minutos, que talvez já tenham visto quando brevemente vazou semana passada, mas que agora está em full-HD, e todas as novidades a respeito do game. Vou tentar manter o post o mais objetivo possível, com mais informações e menos opinião, já que mesmo assim ficará grandão, e aí mantenho meus comentários para a conclusão ou para falar do trailer. Boa leitura!

1º – Noctis tem alto rendimento físico, mas, além disso, possui um poder secreto portado apenas pela família real. Ao usá-lo, seus olhos mudam de azuis para vermelhos e inúmeras espadas aparecem em seu redor, as quais ele controla livremente. Também ganha a habilidade de se teletransportar de um ponto a outro instantaneamente (pensem em Dragon Ball). Sua frase é “Tolos ditaram as regras neste mundo. Apenas dê uma olhada em volta. É inegável.”, e há uma para a Lightning de XIII-2 e para o principal de Type-0 também.

2º – O sistema de batalha é baseado em partys, que consistem de até três personagens (apesar do número pequeno, os outros também participarão das conversas nas batalhas, mesmo estando fora da party). Similar a XIII, no início do jogo ela será montada automaticamente à medida que eles entram e saem, e mais pra frente o jogador assumirá controle sobre isso. Há outros personagens principais além dos quatro mostrados no trailer, mas Nomura diz que o elenco do jogo não será particularmente grande.

Cada um possui diferentes tipos de ataque. Todos podem usar magia, por exemplo, mas seus efeitos diferem de um pro outro. A magia de Noctis emerge de suas armas, enquanto que a do personagem de óculos aparece como fogo a seu redor. Noctis é o único capaz de equipar todos os tipos de arma do jogo; os outros têm especialidades. O loiro do trailer chama atenção por se focar em armas de fogo, e enquanto o jogador o controlar, poderá mudar para uma visão em terceria pessoa específica para mirar nos pontos fracos dos inimigos, prédios e outros objetos. Todos os outros podem usar armas de fogo também, mas só ele possui essa habilidade.

O de óculos é bom para ataques de assistência, e atira facas nos inimigos. O com a cicatriz no rosto tem estilo lutador e empunha pile bunkers ou espadas largas. Algumas armas presentes no jogo são espadas, machados, lanças, pistolas, metralhadoras, rifles, bazukas e espingardas.

Há diferentes atributos de dano dependendo do posicionamento dos personagens e não há ataques em grupo, e sim combos entre eles. Ou seja, seu combo continuará ativo quando mudar o personagem controlado, podendo fazer uso disso estrategicamente. É possível reviver personagens, menos Noctis que, se morrer, é Game Over. A dificuldade está mais para o lado “difícil”.

A tela de batalha ainda não é final, ou seja, sofrerá ajustes de interface, mas por enquanto mostra os comandos Magic, Item, Summon e EX-ARTS, e Nomura atenta para os pequenos retratos dos personagens mostrados no canto inferior direito da tela no trailer. Estes têm a ver com seus sentimentos e com o que estão fazendo no momento.

Além de armas e magia, o jogador poderá controlar veículos estilo mecha. Estes são roubados ao matarmos o piloto, e também é possível roubar tanques, além de dirigir carros, airships e chocobos. Quanto aos roubos, aparentemente por questão de princípios de Noctis e dos outros, eles só o fazem contra veículos do exército, não roubando carros de pessoas comuns.

3º – Fora de batalha, o jogador deverá ficar atento aos eventos em tempo real. Ao caminhar por aí, nos veremos sob ataque surpresa ou alguma coisa pode acontecer, como quando Noctis chega a uma ponte de pedestres e um behemoth aparece para atacar. Outro exemplo é um avião colidindo com o chão. De acordo com Nomura, implementar esse tipo de evento em tempo real, cuja transição para o gameplay é quase imperceptível, leva muito tempo em termos de desenvolvimento. No trailer há várias situações como essa.

As áreas fora de cidades mostradas no trailer são do mapa do jogo. Nelas, há passagem de tempo de manhã, tarde, noite e transições.

4º – Nomura revelou, além dos aspectos de gameplay, mais alguns detalhes sobre história e personagens. Evitou, porém, se referir a eles pelo nome, à exceção de Noctis e Stella, obviamente (mas eu tenho certeza que o Noctis chama o de óculos de “Ignis” no trailer). O loiro é um amigo recente do príncipe, enquanto que os outros três são seus amigos de infância. Noctis é da realeza, e seus amigos o seguem. Apesar disso, há uma relação de amizade além da obediência, então não são reservados em sua presença. No trailer isso é visível pelo tom das vozes, e, num momento, é dito a ele “Você não é tão forte quanto pensa.”, sendo que mais de uma vez o príncipe tinha dito algo como “Vejam a minha força!” ou “Não tem problema, derrotarei a todos!”.

Desmistificando rumores e mal entendidos, Nomura disse que a mulher de armadura que aparece no final do trailer não é Stella, e brincou que “nunca a mostraria dessa forma. É, pelo contrário, uma dragoon inimiga. E falando nisso, é dito que apesar do cenário realista, existem dragoons (cavaleiros de dragões) e summoners no jogo, e os personagens não terão profissões.

Outro ponto esclarecido foi a respeito da fala do homem sentado num trono no trailer, que é o atual rei e pai de Noctis, “Infelizmente, você não pode se tornar rei. Não darei o trono a ninguém. Meu nome ficará na história como o do último rei.”, que se imaginou ser direcionada ao príncipe, mas que Nomura disse ter sido dita a outra pessoa. Ele também revelou que a cena inicial do trailer, com alguém chamando “Prince Noctis, prince Noctis, prince Noctis!” é do começo do jogo.

5º – Fechando a entrevista e perguntado sobre uma janela de lançamento, Nomura respondeu que como o foco é na qualidade, não tem certeza de quando vai ser lançado. Considerando que Dissidia [duodecim] 012 Final Fantasy, Final Fantasy Type-0 e Final Fantasy XIII-2 sairão todos esse ano, ele brinca que “devíamos esquecer de Versus por enquanto”. O jogo ainda vai levar um tempo, explicou, já que estão tentando fazer algumas coisas incríveis. Isso ele disse esperar que os jogadores tenham entendido pelo trailer, o qual vocês conferem logo abaixo.

Bom, comentários by Dakini seriam: Noctis cada vez mais Sasuke, antes era só o cabelo, mas agora tem até sharingam (Kishimoto, direitos autorais!!); eu queria que a mulher de armadura fosse a Stella, já cansei de heroínas sendo healers ou alguma outra classe que use cajados quando não têm o papel principal (e a dragoon causou uma baita impressão também); até entendo o que o Nomura disse sobre esse ano já tar cheio de Final Fantasys, mas caramba, se não lançar nem no ano que vem, chegará a 10 anos de desenvolvimento! Tá na hora da gente poder comprá-lo, sim.

Sobre o trailer, bom, as CGs são “gráficos, nessa geração, não serão melhores que isso”, mas o que chama atenção mesmo é o gameplay extremamente voltado pra ação. Não reconheci nenhuma espécie de menu com ataques, então imagino que seja tudo ligado aos botões, como um action RPG mesmo. É uma pena boa parte do trailer não estar dublada, mas deu pra aproveitar mesmo assim. E espero DE CORAÇÃO que o inimigo principal não seja aquele velhinho de cabelo branco que tá “rendendo” o pai do Noctis perto do final ali. Barthandelus foi o ó como vilão de XIII.

[Via andriasang 1, 2 e 3]

Isso também pode lhe interessar

15 Comentários

  1. Jesus Cristo…

    Essa coisa mais parece um filme pre fabricado do que um trailer da game O.o…

    Esta decidido !

    Foda se um XBOX eu quero é um PS3 !!! xD

    1. kkkkkkkkkkkkkkkk to na duvida tb,mas o meu “Essa coisa mais parece um filme pre fabricado do que um trailer da game O.o…” ficou com batman arkham city (trailer do hugo strange)

  2. Receita Final Fantasy Versus (uma porção):
    Junte um Blu-ray de Bayonetta e um DVD de Monter Hunter no liquidificador e misture bem, coloque numa forma e leve ao forno por dois anos, recheie com um Blu-ray de Metal Gear 4 (para rôbos gigantese CG’s de 1 hora) e cubrado com pedaços de uma foto dessas bandas andrógenas com calças coloridas. Coloque na geladeira por 3 anos. Retire, faça um vídeo para matar a vontade dos fãs e coloque no congelador, e mantenha congelado por pelo menos mais um ano. Aguarde futuras intruções…

    Como uma pessoa que já dedicou tanto tempo aos jogos dessa franquia me dói escrever isso, porém é a mais pura verdade. Espero, e muito, que esse jogo não se resuma somente a gráficos espetáculares

    1. Por essas e outras que acho que o jogo seria muito mais bem recebido se não se chamasse Final Fantasy 🙂

      E também detesto o visual dos personagens e não sou de ficar pagando pau pra gráficos (ou pelo menos não dou tanta importância a isso quanto outros), mas acho que o jogo tem sim conceitos bem interessantes, que podem dar certo se forem bem aproveitados.

  3. Esse é de longe o mais esperado, pra mim. Eu ainda não tenho um PS3 (joguei o tão falado FFXIII parasitando o de um amigo meu o/), mas do jeito que tão enrolando, no distante futuro que ele for lançado eu ja vou ter um =P
    Sempre achei as poucas informações reveladas sobre o Versus bem promissoras, e esse trailer só me deixou mais animado ainda. Gostei da ambientação do jogo, e da aparencia dos personagens. Não tem o que falar do sistema de batalha com tão pouco mostrado, mas parece legal. Desde quando foi anunciado já sabiamos que Versus seria mais voltado à ação, então nenhuma surpresa até ai.

  4. As informações dadas são mais empolgantes que o trailer do Versus, realmente estou ansioso pelo jogo, mas o Nomura tá fazendo um suspense do caramba. XD

    O Battle System é idêntico ao de Kingdom Hearts, provavelmente Nomura vai aproveitar a formula do mundo de Sora.

  5. Bem já tava cansado desses jogos parados como Pókemon, dragon Quest e o próprio XIII e talvez esse Versus consiga unir ação e estratégia, coisa q eu vi na parte q luta com o Benemoth uma fusão de third person shooter e rpg, mass efect talvez

  6. Depois de ver o trailer de Agito me desanimei com o Versus, pois o que eu sempre esperei de Final Fantasy foi um amadurecimento da série tento em vista que a geração que consagrou o título já não é mais criança e mesmo a geração atual deseja um pouco mais de maturidade no que se diz respeito a historia do game.
    A mulher que aparece no trailer me deixou com esperanças de vermos pessoas de outros tipos no game, haja vista que dificilmente se vê uma mulher mais voluptuosa em qualquer jogo da série.
    OBS. Um das coisas que marcou em Agito, na minha opinião, é o fato de o game mostrar um mundo em guerra enquanto na maioria dos games de final fantasy as guerras serem em círculos fechados, mesmo no final fantasy XII parece que apenas uma parcela do mundo está com problema enquanto o resto do planeta é indiferente a situação, por isso espero que Versus não fique em um mundinho fechado de um sociedade aristocrata dentro de uma megalópole com um tom de guerra secreta.

    1. Na verdade, é assim: existe uma espécia de “sub série” dentro da série Final Fantasy chamada Fabula Nova Crystallis, e os jogos dessa sub série têm todos em comum a mesma mitologia, ou seja, os mesmos conceitos de Deus, termos e coisas em comum, etc. Até agora, os jogos anunciados como pertencentes à FNC são Final Fantasy XIII, Final Fantasy Versus XIII e Final Fantasy Type-0, então os três compartilham desse fato.

      Mesmo assim, não posso responder a tua pergunta sobre “Versus se passar no mesmo mundo de XIII” porque isso não sabemos. Os jogos da FNC não acontecem no mesmo período histórico, por exemplo, então pode até ser que um seja o futuro do outro, mas nada foi revelado sobre isso.

      Posso, porém, te dizer que sim, Versus XIII é muio mais um action RPG do que um RPG de turnos tradicional da série Final Fantasy.

  7. Mais pelas informações do que pelo trailer (porque não consigo mesmo gostar do estilo emo dos personagens criados pelo Nomura), esse é o jogo feito (e não publicado) pela Square que me deixou mais animado em muito, muito tempo.

    A descrição do sistema de batalha me lembrou bastante Star Ocean 3, proém na prática acho que não é assim. Que bom, pois não quero a SE copiando a tri-Ace não!

    Enfim, no geral achei positivas as informações e ficarei aguardando o jogo, mas acho que ele não deveria se chamar Final Fantasy. Não tem nada a ver com FF e sinceramente estou cansado da SE usar o nome de sua principal franquia em qualquer jogo que faz só para promovê-lo. Quer usar a mesma mitologia? Ok, mas não precisa se chamar Final Fantasy pra compartilhar a mesma mitologia e ambientação de jogos da série (Vagrant Story é um exemplo disso).

  8. 6º – Nomura garantiu que, fora a primeira cena com Noctis dentro do carro, todo o resto do trailer foi feito com gráficos in-game (mas a gente sabe que ele esqueceu de falar do finalzinho também).

    7º – Sobre os personagens, não quis revelar os nomes dos dubladores, mas disse que alguns fãs já descobriram quem são. Também falou sobre Ignis (o personagem de óculos, que agora teve o nome confirmado), que foi criado desde pequeno para ser algo como o estrategista de Noctis, e que é por isso que, no trailer, suas falas soam como conselhos a ele. Nomura diz que as cenas foram escolhidas para que essa relação dos dois ficasse clara a nós.

    8º – A história de Versus começa com o reino inimigo Niflheim invadindo o país de Noctis, e então com ele e seus amigos fugindo disso. O príncipe, porém, não vê a situação como uma fuga, e sim como se estivesse perseguindo seu inimigo.

    Nomura também revelou pequenos detalhes:

    a) No trailer, o trono em que o pai de Noctis aparece não é o mesmo em que Noctis está sentado no final e também nos outros trailers do jogo.
    b) Há uma cena no trailer que se passa em meio a algumas árvores e que parece estar em primeira pessoa. Nomura diz que o jogador terá controle sobre ela, e que o ângulo de visão é baixo porque se trata da infância de Noctis.
    c) O homem que o pai de Noctis confronta ao final do trailer é diferente do homem com o mesmo tipo de vestimenta que aparece enfrentando Noctis em outro trailer. Ambos os confrontos ocorrem no castelo, mas em locais diferentes. Nomura disse que o interior do castelo está sendo feito como algo grande, e que poderemos andar por ele.

    9º – Quanto à mitologia da Fabula, a Famitsu se limitou a perguntar se os l’Cie, que aparecem em FFXIII como humanos que recebem os poderes de magia e summons em troca de ficarem ligados a uma missão, estarão em Versus. Nomura confirmou que o termo l’Cie estará presente já que o jogo é baseado na mesma mitologia, mas disse que, para se encaixar com a aparência moderna do mundo, a linguagem usada nas conversas também será moderna. Não explicou, porém, o que isso quer dizer.

    10º – Passando ao sistema de batalha, a Famitsu comentou que os movimentos durante as lutas pareciam muito mais rápidos nesse trailer do que na breve apresentação durante o Tokyo Game Show. Nomura, como já havia dito em seu Twitter após o TGS, repetiu que aquela apresentação havia tido a velocidade reduzida para que pudéssemos ver melhor os movimentos.

    Nos combates, faremos todo tipo de ação, como pulos duplos e assim por diante, e todos os personagens se moverão rapidamente.

    Perguntado se o sistema de batalha é parecido com o de Kingdom Hearts no sentido de que os personagens realizam ações desde que você selecione os comandos, Nomura disse que é algo similar.

    11º – Os ícones e as barras que vimos nas telas de batalha são ainda uma mistura de finais e temporários. Os comandos são temporários (mas não sabemos se Nomura se refere a seus nomes ou à forma como aparecem), e as barras de HP/etc são finais.

    A equipe deletou os nomes dos personagens que antes ficavam no canto inferior direito. A barra laranja ao lado da barra de HP é parte de um sistema do jogo que Nomura não quis detalhar. Os rostos dos personagens que aparecem perto disso são para que o jogador saiba se alguém está com problemas, mesmo se estiverem lutando separados.

    Um dos comandos mostrados no menu é “SUMMON”. Nomura confirmou que haverá summons no jogo, e também que poderemos dirigir Magitek Armors (Omg! O mesmo nome usado para os mechas de FFVI! =O) e chocobos. Disse que podemos considerar todos os elementos clássicos da série como presentes no jogo.

    Quanto à magia, porém, há uma grande novidade. Todos os personagens são capazes de usá-la, mas apenas quando Noctis está por perto. Como parte da história, magia só pode ser usada quando Noctis está junto.

    Isso, embora tenha sido cogitado, não é relacionado à conversa que ele tem com Stella sobre a deusa Etro e sobre ambos enxergarem uma espécie de luz, cujo poder difere dessa questão da magia.

    Versus terá um sistema de jobs, mas não para os personagens controláveis. Os inimigos virão como summoners, dragoons e assim por diante. A dragoon que aparece no trailer é parte de um grupo especial do exército inimigo e usa uma armadura não convencional, que difere da padrão do exército.

    O jogador é livre para trocar de personagem entre os três da party durante as batalhas, mas isso não é necessário. Se assim desejarmos, poderemos jogar o jogo inteiro apenas como Noctis.

    Cada personagem tem suas habilidades especiais, e atacam de forma diferente dependendo da arma que estão usando. Nomura disse que quer que os jogadores descubram sua própria estratégia, tanto em relação ao timing quanto às situações, a respeito de trocar de personagens.

    Uma área da equipe de desenvolvimento está focada em fazer a movimentação ser diferente para cada tipo de arma equipada. Trocar de armas faz parte do gameplay. Para Noctis, pode-se ir no menu e equipá-lo com um grande número delas, que serão trocadas automaticamente durante as lutas. Dependendo das armas escolhidas, teremos vários combos diferentes.

    12º – Quanto ao mundo de jogo, Nomura disse que Versus terá bastante liberdade, e que estão trabalhando em uma série de “truques”. Com isso, quis dizer que a cena que vimos no trailer com um behemoth destruindo uma ponte quando Noctis a atravessa não aconteceria se não a tivéssemos atravessado com ele. Esse tipo de truque é difícil de se desenvolver, comentou.

    Esses behemoths terão diferentes tamanhos dependendo da situação. O visto no trailer é especialmente grande pois a luta se passa em meio a vários prédios altos e, portanto, não haveria grande impacto se ele fosse pequeno. Na natureza, serão um pouco menores.

    Ainda sobre essa cena, há vários objetos destrutíveis nelas, como as árvores e os postes de luz. Há também bastante interatividade. Os acontecimentos posteriores à cena levarão o jogador a lutar com o behemoth em uma área de freeway com três níves. A estrada foi danificada, e precisaremos nos mover pulando – coisas assim. Também é possível fazer uso dos prédios à beira da rodovia. Uma escadaria de emergência pode ser usada para se chegar ao terraço, com Noctis subindo até lá via tubulação de ar. Nomura disse ter se surpreendido com isso quando estava testando o jogo.

    Com toda essa liberdade, disse esperar que os jogadores não consigam ver tudo em apenas uma jogada.

    13º – (Cidades?! Sim, por favoooooor.) O trailer mostra apenas uma parte do país inicial do jogo – isto é, o reino governado pelo pai de Noctis. Há também outros grandes reinos e, entre eles, vilarejos. Até mesmo esse vilarejos são grandes. Nomura novamente disse se surpreender com seu tamanho quando os viu no jogo.

    14º – Fechando a entrevista, Nomura disse que ainda não vimos muita coisa de Versus XIII. Haverá sistemas de evolução de personagens e outras coisas exclusivas do jogo, nenhuma delas tendo sido vistas no trailer.

    A próxima vez que podemos esperar por novidades será na E3 deste ano, que ocorrerá de 7 a 9 de junho, em Los Angeles. Sua apresentação no evento, contudo, ainda não foi acertada.

    Bônus, a imagem com a frase de Versus: http://www.andriasang.com/blog/2011/02/01/nomura_ffxvxiii_famitsu/images/2132438983_full.jpg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.