Disney Gigante | Com 240 páginas (!!) e HQs em PRETO & BRANCO (!!), nova revista Disney promete impressionar!

A notícia caiu igual uma bomba pra mim, fã e colecionador Disney. Fiquei o dia todo pensando neste post e ainda não achei a forma correta de me expressar por aqui. Mas não quero adiar de comentar sobre essa novidade por aqui pra mais um dia. Acho que o melhor é começar pela notícia em si, certo? A Editora Abril pretende lançar até o final deste mês de Abril, ou no máximo no próximo mês, uma nova revista, chamada Disney Gigante. Notícia dada com exclusividade pelo site Planeta Gibi, entre outras novidades (veja aqui) que irei abordar futuramente aqui no blog.

pb11 pb12

Qual o diferencial desta nova publicação? Ela será em formato enorme, daí o “gigante” no nome (dã), de 21cm x 30cm. Fabulosas 240 páginas! Lombada quadrada, já que não há grampo que segura um volumão destes e, a principal atração dessa revista será que todo o seu conteúdo, ou seja, todas as HQs que ela trará serão em preto e branco! Para servir de exemplo, este post está inteiramente recheado de quadrinhos Disney sem cores, não necessariamente das HQs que estarão presentes no volume (catei as imagens no Google mesmo).

Mas sem cores é melhor? Não existe uma resposta correta para isso. É claro que os leitores das revistas atuais Disney estão acostumados a ler as histórias coloridas, mas isso não significa que o preto & branco seja ruim. Os mangás, sucesso no Brasil, já provaram esse ponto de vista há muitos anos atrás. Uma comics sem cores realmente realça o trabalho do desenhista, seu traço e todos os detalhes que as vezes as cores não permitem que você veja com precisão ou não o permitem prestar atenção. Tanto é que muitos países mudam as cores dos personagens e dos cenários, por exemplo, o Peninha que na Itália possui roupa vermelha e aqui no Brasil temos a famosa camisa amarela e gorro vermelho, até o Peninha usando um roxo-rosado já vi lá na Europa.

Quadrinhos em preto & branco também dão mais seriedade a obra, mesmo que ela seja infantil. Me lembro de um caso ano passado onde mostrei no twitter um página de uma HQ brasileira em preto e branco e os seguidores que estavam on-line no momento, elogiaram o traço e ficaram interessado em saber mais. Momentos depois eu mostrei a mesma página, colorida e finalizada para a publicação e a reação de quem estava on-line no momento foi “ah, em preto e branco estava melhor, dava um ar mais sério, mais sombrio para a página“. Isso é só um mero exemplo, como o trabalho sem cores está em alta por aqui. Eu mesmo achei o máximo ficar procurando HQs Disney sem cores ao longo do dia de hoje para ilustrar o post. Aumente a página da HQ do Mickey que abre este post, e veja com atenção o traço, o brutamentes com a espada e até mesmo a feição no rosto do Mickey. Não fica show sem cores?

Lembrando que na década de 40/50 quando os quadrinhos Disney estavam começando a criar forma, muitos lugares do mundo, inclusive o Brasil, publicavam as histórias sem cores, dada as dificuldades da época para colorir um monte de páginas em revistas periódicas, sem mencionar o custo.

Ainda tenho alguns pontos importantes a respeito de quadrinhos preto e branco, sobre o formato escolhido pela a Abril e sobre como essa publicação pode ser fabulosa por aqui, caso a Abril consiga dar periodicidade a mesma, já que por enquanto, Disney Gigante será uma edição especial apenas). Tenho também um apelo para fazer a quem não tem o hábito de ler estes quadrinhos, mas sempre esperou uma oportunidade para dar uma chance e talvez mudar de ideia quanto a este universo. Vamos continuar a conversa depois do continue?

pb03

Potencial para algo diferente? Vocês deve se lembrar que uma das minhas principais reclamações aqui no blog é a respeito de não haver espaço para mais HQs inéditas Disney aqui no Brasil. As mensais possuem poucas páginas, e quase todo o resto é de republicação, com uma ou outra história inédita. Até rolou no final do ano passado aqui no Portallos uma tentativa de comoção, através de uma enquete (aqui o link), para mostrar para a Editora Abril de que os leitores querem mais espaço para quadrinhos inéditos! (alias 200 votos, não é um número alto, mas eu considero uma “alta participação dos leitores”, tendo em vista que o baixo público deste tipo de quadrinhos na internet, algo que estamos mudando aos poucos, ou ao menos gosto de pensar.

Um dos pontos mais debatidos pelos leitores, a respeito de uma revistona de um farto números de páginas, seria o custo dela, já que a Abril já disse algumas vezes, que material novo, é mais caro e isso inflaciona o preço de revistas de muitas páginas. Precisaria ser uma revista que não competisse diretamente com as edições mensais, fazendo as vendas sair de um lugar para outro. O público tem que aumentar e não apenas migrar de uma publicação para outra.

Colocado estes pontos de vista, particulares meus (não posso dizer que essa é a visão oficial da Abril, é claro), fica claro que Disney Gigante está tentando algo com um enorme potencial. Ela não concorre diretamente com as publicações de inéditas já existentes, mesmo que possua tal material.  Na verdade é um tipo de publicação que parece vir a somar na linha atual, além de almejar ampliar o público Disney e não apenas agradar os já existentes.

pb08 pb10

Imagine se Disney Gigante dá certo e a Abril começa a trazer mais material inédito ao Brasil por conta dela? Claro que isso não afeta a qualidade das edições mensais, pois elas continuariam recebendo o melhor do melhor das HQs produzidas pelo mundo. Mas Gigante permitiria que mais materias pudessem aparecer por aqui, além de que quando forem republicar tais histórias, daqui alguns anos,  em formatinho, nas revistas que conhecemos, elas teriam um diferencial que as atuais republicações não tem: elas seriam republicadas em cores pela primeira vez.

Baixo custo? Outra vantagem desta publicação, a meu ver, é o baixo custo que ela pode vir a representar. Infelizmente o preço da revista ainda não foi revelado, mas eu tenho certeza que não será nenhum absurdo. Acredito que deve ser ainda mais barato do que especulo (e não revelarei qual a minha especulação neste momento). A Editora não tem custo para mandar recolorir as novas HQs por aqui (e parece que eles sempre mandam, ou boa parte) e os custos com gráfica para prensar uma revista sem cores, também é menor (acredito), pois é de conhecimento público que imprimir qualquer coisa em cores por aqui é muito mais caro. Então se essa iniciativa funcionar, os leitores ganham uma revista de duas centenas de páginas, espaço de sobra para HQs que até hoje não puderam sair por aqui por falta de espaço, e o preço acaba sendo muito menor do que pagariamos se ela fossem em cores. Vai me dizer que não vale a pena?

pb06 pb04

 Conteúdo de Disney Gigante #1 e algumas críticas: Conforme mencionei lá no começo do post, o responsável pela revelação desta revista, o Planeta Gibi, também revelou o conteúdo da primeira edição da nova revista. Segundo eles, a revista irá reproduzir integralmente o volume #4 de I Giganti Di Topolino (inducks), publicação italiana que possivelmente serviu como base para a Abril criar sua primeira versão por aqui.

Entretanto o Edenilson Rodrigues, um dos donos do Planeta Gibi, entrou em contato comigo agora a noite, e me contou que o inducks está com a edição indexada com informações erradas (tem histórias a mais no link). E me passou quais serão as histórias que devem parecer em nossa Disney Gigante #1. São 5 inéditas e 1 republicação, totalizando as 240 páginas. As histórias são:

  • Macchia Nera e il buon vicinato (34 págs) (2004) (Inducks)
    Roteiro: Alberto Savini / Desenho: Giorgio Cavazzano / Arte-final: Sandro Zemolin
  • Gambadilegno e la banda dei convegnisti (32 págs) (2000) (Inducks)
    Roteiro: Silvano Mezzavilla / Desenho: Roberto Vian
  • Gambadilegno e il tesoro di Ululoa (60 págs) (1997) (Inducks)
    Roteiro: Silvano Mezzavilla / Desenho: Silvio Camboni
  • I Bassotti e la lontananza pericolosa (36 págs) (1996) (Inducks)
    Roteiro: Giorgio Figus / Desenho: Marco Mazzarello
  • Topolino e il fantomatico ritorno di Macchia Nera (33 págs) (1980) (Inducks)
    Roteiro: Rudy Salvagnini / Desenho: Massimo De Vita

Estas acima, obviamente são as inéditas, por isso o nome no original em italiano. A única republicação da edição será:

  • Mickey e os Os Senhores das Marés (40 págs) (2002) (Inducks)
    Roteiro: Carlo Panaro / Desenho: Roberto Vian
    Publicado por aqui em Aventuras Disney #15 em 2006

Aqui cabe uma crítica, já que não dá só para ficar elogiando. Mas a Abril deveria ter um cuidado maior com a seleção de história de uma publicação assim, ainda mais o seu primeiro número. Duas das histórias inéditas, tem como protagonista o João Bafo de Onça, vilão do universo do Mickey. Ambas as histórias são do Bafo e nem contam com a participação do Mickey. E das seis histórias que estarão no volume, apenas uma pertence ao universo dos patos, uma com o Tio Patinhas e os Metralhas. Sacanagem, não? Não que o Mickey não mereça, mas podia ser uma edição mais equilibrada, meio a meio, agradando assim um público maior é claro.

Espero que isso não prejudique o ânimo dos fãs para adquirir a primeira edição, pois como todos sabem que para a publicação dar certo, é preciso que ela venda e supere as expectativas. Se encalhar nas bancas ou não vender o quanto a editora espera na primeira edição, nem pensam em uma segunda revista. Por isso fica o meu apelo. Quando mais detalhes forem revelados, quando soubermos o preço e tudo mais, se você puder, compre a revista! Dê uma ajuda! Mesmo que você não seja fã alias, pois esta será uma revista única, diferente de qualquer outra revista Disney já publicada por aqui, então pode ter certeza que esta edição, ainda que ganhe suas sequências, ao menos a primeira edição custará um bom valor em alguns anos. Fica a dica!

pb01 pb05

Obs: Esqueci de dizer, mas apesar destas HQs em P&B terem potencial para atrair um público mais adulto, acredito que a criançada deve adorar uma revista gigante cheia de quadrinhos para colorir. XD

Obs II: Posso estar enganado, mas todas as páginas e ilustrações deste post, pertencem ao italiano Giorgio Cavazzano. Talvez uma ou outra seja do Romano Scarpa, pois as antigas, o traços de ambos são parecidas, já que Cavazzano foi aprendiz de Scarpa.

Obs III: Aqui lanço um desafio, você consegue identificar todas as histórias mostradas nas ilustrações e páginas de HQs da matéria? Uma ou outra eu consigo, mas tem algumas que não faço ideia de qual seja…

Isso também pode lhe interessar

63 Comentários

  1. Thiago, você leu sobre os outros lançamentos indicados no site onde você pucou a notícia? Muita coisa acontecendo hein!?

    Eu até desconfio que você é um editor chefe da abril disfarçado, porque, coincidentemente, suas iniciativas por coisas sempre dão certo! XD

    Agora, quanto a seleção, eu não gosto do Bafo de Onça! Eu gosto das aventuras criativas e malucas que só a Disney traz e das histórias menos épicas e mais focadas em comportamento mesmo…

    Contudo, esse é um personagem que para mim não cabe em nenhum desses modelos.
    Acho ainda mais rídiculo quando utilizam ele como um vizinho qualquer o Mickey, como na edição em que eles querem assistir futebol e as mulheres acabam jogando volei…

    Aliás, ODEIO histórias de futebol e carnaval (e vamos ter uma série especial na época da Copa América, né?)… Bom, o povo gosta, fazer o quê?

    1. Li Pedro, mas vou falar destas outras novidades por aqui em futuras oportunidades, até porque acho que dentro todas, a melhor e mais original é Disney Gigante. Donald Duplo que seria a mais recente além desta, que deve estar para sair, vou falar quando as historias e capas forem reveladas.

      Sobre o Bafo, ambas as histórias que sairão na Gigante, serão com o Bafo vilão, pode acreditar, não será como essa que vc citou que saiu em Minnie Pocket. Alias, as do Mancha Negra que saem na Gigante serão imperdíveis. HQs nota 10 é a minha aposta!

      1. Ah legal!
        Eu citei as notícias dos outros lançamentos não para “saber realmente” se você leu, eu sei que leu! XD

        E nem era para postar nem nada, foi mesmo para comentar, bater papo, puxar assunto, digamos assim!
        Adorei o Donald Duplo e a previsão está para bem próximo… E aproveitei o gancho para alfinetar as porcarias de hqs de futebol!!

        Aliás, esqueci de falar na ocasião: você viu a história dos gatos da Pocket Love? Umas gatinhas adotadas por Minnie, “Duas Mães”, algo assim… TERRÍVEL!

        Desnecessária, infantilóide, eu acho que não se adequa ao público que curte Disney por aqui…

  2. =OO Curti demais!!! Poxa, podem me xingar, mas acho que as cores atrapalham às vezes! XD Agora é ver o preço e considerar se vale a pena pela periodicidade. Uma pena mesmo a primeira edição não ter mais coisa dos patos… mas comprarei! E é um tipo de publicação que ficaria legal como assinatura, não? =]

    1. Acho que assinatura não seria uma boa, é algo mais especial, eu acho…
      Agora, os PATOS são a ALMA para mim!!

      Os melhores roteiros, traço, tudo!
      Lembre aí das revistas desde que começou a assinatura, quais histórias mais te marcaram?

      Patos, patos e patos!! XD

    2. “Poxa, podem me xingar, mas acho que as cores atrapalham às vezes! XD ”

      – Eu me sinto incomodado quando tem aquelas histórias com fundo multi colorido. Donadl está falando, o fundo da parede é amarelo, aí o Patinahs fala, a parede vira verde, aí volta pro Donald e a parede está vermelha. XD

      Sem falar nas HQs bem antigas, onde a paleta de cores era muito mais limitada, aí parece que a HQ toda foi feito com apenas meia duzia de cores, revezando entre cenarios e objetos.

      Sem falar naquelas onde faltam cores, ou as cores vazam a linha do traço ou é pintada no lugar errado.

      Sim, as vezes cores atrapalham. XD

  3. Hmmm. Gostei de quase tudo. Menos da ser P&B.
    Como desenhista, acho muito interessante. Eu mesmo tenho vários volumes e samples de revistas Marvel P&B. Só que para a publicação comercial destinada ao público leigo, não sou favorável. Se fossem somente histórias originalmente pensadas em P&B, tudo bem, mas esse não é o foco da publicação. Então, para mim, entendo que leio “faltando um pedaço”.
    Vou comprar mais por curiosidade técnica mesmo. Espero que se torne uma revista de linha!

  4. Hum… você é mesmo bom de argumento hein chefe… XD
    Não sou fissurado em nada que venha da Disney, apesar dela inevitavelmente ter feito parte da minha infâcia, mas tbm me interessei, ficarei aguardando as novidades!

  5. Há, eu tenho um almanaque disney que tem a história da última ilustração do Tio Patinhas, a história é o mistério dos Incas e é muito boa mesmo!

  6. Não é q gostei? Vou comprar com ctz! Mas eu só tô com medo de uma coisa: esse negócio de P&B é até legal e talzs mas só funciona quando é usado muito preto pra ficar em contraste com o branco (alguns mangás pecam nisso). E olhando algumas páginas q vc colocou na matéria dá pra ver q algumas erraram nisso tb… 🙁
    E sobre o preço… com esse tamanho, se fosse colorida seria uns R$15 (ou mais!) mas como é em P&B fico imaginando R$10? Ou 8 pra atrair leitores?

    PS: Gigante vai ficar na tag mangá agora? :p

    1. Pois é, sempre tem essa questão de saber trabalhar com as linhas, para criar o contrste perfeito, aquela HQ que abre esse post com a do Mickey, eu gostei bastante do preto usado, ficou muito bom. O ruim é quando não se presta atenção em sombras e efeitos, aí fica aquela sensação de vazio entre os desenhos. Mas acho que o resultado vai ser bom, e assim como vc disse, até mesmo alguns mangás as vezes tem tais problemas. Não tem uma formula magica pra ficar sempre perfeito.

      Acho que 10 não deve ser, pois os mangás da Panini/JBC são em formato menor, tem 200 paginas e custam 10… mas não acho que vá custar o dobro também… deve ficar num meio termo. Disney Gigante será fisicamente um gibi maior, 21cm x 30cm… tem que lembrar disso… se fosse em formatinho, aí sim que acho que poderia ficar entre 10 ou até menos… mas como não é. (o que é melhor, pois em formatinho, as linhas se perdem nos detalhes menores).

      Ps: Não entedi a respeito da tag. XD – Não coloquei na categoria mangá no blog, proque mesmo em P&B, não é mangá, nem no estilo… coloquei a “tag” mangá na matéria, porque mencionei sobre o assunto, mas as chamadas de Disney Gigante devem mesmo ficar sobre as categorias Quadrinhos e Quadrinhos Disney apenas. 🙂

  7. Massa, vou comprar com certeza. Eu até tenho umas hq`s da Disney P&B na minha coleção. Ia se legal se lançassem com histórias mais épicas, históricas e tal, elas combinam bem com o p&b.

  8. Só vi o link,agora atraves do blog do Planeta Gibi…tipo assim tou acostumado a ler manga e esse tipo de publicação em preto e banco para mim não é poblema..mais vai ter e já tem muita gente xiando em ser em preto e branco..caso relamente não venda bem ou venda que a editora faça eu edição em cores e ai fica do gosto do lertor aos escolher a tal publicação que mas li agradar!:D

    1. Eu vi mais gente achando uma boa ideia do que reclamando de ser em preto e branco Xandro. O diferencial da revista é ser assim, inclusive a versão italiana era assim, se fosse em cores, iria custar os olhos da cara.

      O que parece é que muita gente não entendeu a proposta da revista, por isso certos negativismos e por isso eu criei esta matéria recheada de imagens de exemplo.

      Tb vi chiarem pelo fato dela só ter historias iltalianas. Oras essa, mas é justamente estas produções que estão em falta no Brasil. As outras dos estudios da Dinamarca estão indo muito bem nas mensais, não falta espaço pra estas por aqui, porque são curtinhas, cabem em qualquer revista.

      Acho que este não é o momento de reclamar, e sim de comemorar mais 240 páginas de quadrinhos, com um diferencial nunca antes explorado por aqui!! Formato inovador e proposta diferente, essa é a melhor qualidade de Disney Gigante.

      Obs: O link foi divulgado no Forum Inducks, Twitter do blog (os dois), forum Multiverso e forum Miolos. XD

      1. É também concordo com seu ponto de vista e positivismo…acho até que você inspirou muito para a produção desta revista atraves das votações da tal enquete para uma revista nova de inéditas,hehehe…

  9. Achei até que fosse piada de primeiro de abril atrasado essas novas HQs da Abril, as primeiras edições eu compro com certeza e se o preço for razoável acho que vai dar pra acompanhar (naruto e kekkaishi bimestrais) e também gostei da proposta de ser p&b, só não entendi se essas histórias foram criadas assim ou a editora aqui no brasil que vai imprimir sem cores.
    Disney Gol? A única ruim e que nem penso em comprar, histórias temáticas de carnaval e futebol da disney geralmente são tão bestinhas…

    1. “só não entendi se essas histórias foram criadas assim ou a editora aqui no brasil que vai imprimir sem cores.”

      – não… tudo que é feito Disney hoje em dia, é com a presunção de que será impresso colorido. o P&B é uma alternativa gráfica. Isso não significa que fique ruim sem cores, como mostra a matéria que fiz, pdoe até realçar mais o traço do artista. Na Italia, a Disney Gigante saiu em preto e branco, mas era republicações de historias que já haviam saido no passado em cores.

      1. Comecei a comprar a Disney BIG a partir da edição 3 então não sei da qualidade das histórias dos volumes anteriores, mas considerando que é um “teste” da Abril para ver se o formato dá certo, acho que poderiam ter escolhido histórias de impacto bem maior, duas histórias com o bafo como protagonista e uma republicação de história que saiu a tão pouco tempo (inclusive eu tenho)? Você comentou isso no texto, porém considero um erro bem grave!

        Se bem que os almanaques parecem ter dado certo e alguns foram péssimos.

  10. Também gostei da idéia do preto-e-branco, me lembra histórias como Calvin e Haroldo, etc. É compra garantida, tanto pelo número de páginas quanto pela presença de artista italianos que, na minha opinião, têm os melhores traços dos artistas Disney atualmente.

  11. Primeiro post da Disney que leio aqui, e o ponto para isso ocorrer foi justamente as páginas em p/b que como vc diz no texto, me passou a sensação de algo mais adulto!

    Me interessei pelo volume, uma por ser único, outra por ser em p/b e prefiro essa linha nos Hq!

    Agora o grande problema e que me freia de comprar é o conteúdo e a história. Leio muito shounen idiotinha, porém são histórias que se desenvolvem, tem começo, meio e fim! Odeio os malditos arcos da marvel e Dc! Acho uma puta sacanagem fazerem um saga fudida, matar alguem legal ou acontecer algo grande e depois na edição seguinte eles dão restart e ja era…. ridículo.

    Vejo sua paixão pelo hqs disney, então você poderia me dizer verdadeiramente como são as historias da disney? Muito infantil? Sei que o grande público da disney são as crianças, porém meu amor por quadrinhos não supera uma historia completamente infantil. Não conseguiria ler! Não precisa ter sangue, porrada, mas teletubbies não dá…

    1. Renato Teletubbies com certeza não são. XD Eu fiz as prévias das mensais esse mês, onde eu disponibiliza as primeiras paginas de cada história, tenta dar uma lida nestas paginas para vc ver como é a linha das historias.

      Se possivel baixe as HQs dessa minha coluna (elas estão inteiras):
      http://www.portallos.com.br/category/quadrinhos/hq-patopolis-em-quadrinhos/

      E toda a HQ Disney tem começo-meio-fim. Não são como Marvel e DC que precisa acompanhar dezenas de revistas, por meses a fio, para entender ela.

      As HQs Disney são historias de cotidiano, igual aquelas mangás mais leves de estudantes, mas não são historias escolares e paixonites. Vc tem o Donald, sempre sem grana, sendo desastrados enquanto muda de emprego a cada revista XD – além de ser explorado pelo tio, e ainda ter que suar para que o primo Gastão não roube sua namorada. huahauhua Tem o Patinhas, que é o pato mais rico do mundo, mas que nunca esta satisfeito com isso, sempre caçando tesouros e mitos pelo mundo, enquanto paga um salario de 10 centavos pro donald para arrastar ele pelos lugares mais perigosos do mundo, o sovina aparenta ser coração de pedra e egoista, mas sabe a importancia da familia, não é a toa que ele é uma inspiração de Scrooge de O Conto de Natal, um clássico. Mickey e Pateta seguem a linha mais de detetives, sempre envolvidos em crimes e mistérios, Mickey é o heroi corretinho, corajoso e esperto, enquanto cabe ao Pateta as gafes e atrapalhadas… é uma parceria bem comum em historias policiais e em series de TV, como Castle por exemplo.

      As historias não tem temas bobos, mas elas possuem moral é claro. Não roube, não engane, seja legal com as pessoas… nem sempre elas são expressas e claras, as vezes são… o importante delas é o humor leve e que entretem. A Dakini que vc conhece aqui do blog, fã de mangás, assinou o pacote disney e pelo que vejo ela comentar por aqui, está gostando.

      Acho que vc deveria dar uma olhada nestas previas que disponibilizo por aqui Renato, além do link com as HQs completas, em especial a com o indiana pateta e uma chamada mancada no passado, onde o mickey e o pateta vão ao passado, na era de leonardo da vinci e michelangelo e estragam a linha temporal ao transformá-los em donos de um restaurante. XD

      de uma conferida e volte aqui e me diga o que achou… ganrato a vc, não tem a dramicidade dos mangás, ou a porradaria, mas os temas são muito comuns a pessoas de qualquer idade.

      1. Obrigado Thiago!
        Assim que chegar em casa hj vou conferir os hqs e ver!
        quem sabe não nasce mais um fã disney pra conversar aqui!
        XD
        vou ler!

          1. Thiago em sua cruzada recrutando novos fãs!

            Mas, algumas histórias são, digamos assim, pouco inteligentes demais…
            Nem tudo pode ser 100% afinal.

  12. Compraria dependendo do preço, e esses dias achei a Epic Mickey que queria, mas tava sem grana e tinha duas e um gurizinho e sua mãe compraram a penúltima, não deu pra comprar, mas vou ver se acho semana que vem em alguma banca.

    Quanto a essas preta e brancas podem atrair um público adulto, mas sei lá pode ser que não venda o esperado…
    Me lembro quando era pequeno e comprava algum mangá de vez em quando e a minha falava o que que eu queria com COISA preta e branca!XD

    As hq’s disney vão começar a ganhar mais um fã, eu.

    Saudades de quando meu pai trazia sempre uma hq da disney depois do trabalho. quando eu era criança. *.*

      1. Sim, foi com eles que a minha mãe me ensinou a ler um pouco. Lembro de poucas na verdade,mas lia várias por semana. As que eu mais gostava eram do Zé Carioca a história mais legal que eu já li dele foi uma de campeonato de futebol, em segundo eram as do Tio Patinhas e Donald o que eu mais gostei dos dois foi aquele almanaque(edição de luxo? não lembro como era) A Fábrica de Sonhos do Tio Patinhas(acho que era esse o nome da revistinha), e do resto do pessoal da Disney eu curtia Aquele em que o Donald e o MIckey e todo mundo virava super-herói.

        Desculpa não citar muito os nomes é que já faz uns 8/9 anos…

          1. Valeu Thiago não sabia dessa coluna aqui no Portallos já li a primeira e me deu vontade de ler e comprar mais.
            🙂

  13. Eu gostei muito dessa novidade principalmente porque com a disney gigante vai ficar mais fácil de entrar material inédito no país e tomara que ela se torne mensal ou pelo menos bimestral,não gostei muito da ideia de colocar a revista em preto e branco eu gosto do colorido deixa a história mais viva e sem cor eu acho que a história fica meio chata,mesmo assim gostei dessa iniciativa da Abril.Gostei muito do post.

    1. Acho que depende um pouco isso de cores deixam a historia mais viva Carlindos. Pra mim isso é um mito que já foi extinto com mangás como One Piece, Bleach, Naruto entre outros. Mesmo em preto e branco, os mangás esbanjam vivacidade e a imaginação corre solto!

      Acho que como a Dakini disse lá no começo, em algumas ocasiões as cores realmente atrapalham ou incomodam (veja meu comentario lá no começo, embaixo do dela)

  14. Isso é uma ótima noticia!!!!!!!!!! as histórias em preto e branco vão valorizar mais o traço dos desenhistas ……e capa será em pb também ????????
    Será que ela não vai ser confundida com uma revista para colorir,já que os personagens Disney têm esse apelo……….

    1. Carlos, as capas serão coloridas acredito, posso estar enganado, mas seria estranho se ela fosse em P&B tb… as italianas não são (apesar de no fundo da ilustração de capa, mostrar as HQs em P&B). Tb tenho curiosidade para saber como será a capa e se terá alguma chamada de capa.

      E até acho melhor que as crianças confundam com revistas de colorir… assim elas compram tb. XD – Claro que os adultos vão ter que ficar mais atentos se fosse o caso… é este o seu medo né? Hum…tocou num ponto importante aí… mas vamos aguardar e ver como será. 🙂

  15. E estou quase assinando as revista Disney de novo ……apesar de já ter passado dos trinta!,mas graças a você Thiago estou lendo as revistinhas Disney com outros olhos ,e não uma coisa só de criança ou um Peter Pan!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    1. Pow Carlos, é tão legal isso cara, eu fico super contente quando aparecer algum leitor aqui do blog e me diz que passou a ler quadrinhos Disney por conta das minhas matérias por aqui.

      Eu concordo com vc, HQs Disney não são apenas para crianças ou adultos peter pan, são ótimas historias de aventuras, histórias da humanidade, de comédia e de tudo que é viver a vida. Mostram frustações do mundo moderno, sonhos e fantasias e nos fazem se sentir bem vendo estes patos e ratos falantes. Eu adoro mesmo.

      Não é sombrio ou noveleiro quanto HQs de heróis e pode mesmo ser ralo em roteiros as vezes, mas são quadrinhos que encantam e divertem, com a mais absoluta certeza! 🙂

      1. Thiago depois você pede uma comissão pra Abril lol !!!!!!!!!
        A Abril está ganhado leitores e assinantes graças ao carinho que você trata as revistas!!!!!!!

        1. “A Abril está ganhado leitores e assinantes graças ao carinho que você trata as revistas!!!!!!! ”

          Não é Carlos?…hehe,isso era para a propria Abril fazer isso…mais a paixão do Thiago é tanta para com os Quadrinhos Disney(EU TAMBÉM)…que nem faz questão dessa tal comissão(eu acho),hahaha!!:D

          1. Hehe, verdade. Antes eu também via a Disney como coisa somente para criança, mas depois de ler as matérias aqui no Portallos, fiquei curioso e resolvi experimentar as histórias em quadrinhos: acabei me surpreendendo com a qualidade (principalmente artística) das histórias, em especial as italianas. Ultimamente, tenho comprado as HQs Disney sem pestanejar muito, principalmente quando incluem as artes de primeira linha do Cavazzano, Mottura e por aí vai… mas enfim, hoje vejo que o mundo Disney riquíssimo, e não deve ser deixado para trás por quem gosta de quadrinhos (e por quem não gosta também, hehe).

      2. olA COMO VAI ??? eu tbm sou fã da Disney mas sou novo 14 anos e estou começando minha coleçao agora. gostaria de saber como e onde voce comprou as revistas de sua coleçao eu queria por favor add vc no msn pra saber + e queria muito todos os uadrinhos disney. meu msn=DUDU.LUNARDI@HOTMAIL.COM obrigado

          1. vou assinar a planeta gibi e se conhecer outro lugar POR FAVOR me diga ^^
            to sempre ligado nasmaterias sobre HQS disney que saew . esse blog é muito bom mantem os fas e mesmo pessoas que nao sao fãs e curtem HQs disney. nao entendi
            “SEBO DUDU”????

  16. Baixas Vendas = HQ’S Sem Cores!?

    Bom, acho que é muito boa essa publicação, só acho que como você mesmo disse a Abril tem que se preocupar e muito com a seleção de histórias

  17. Gosto demais dos quadrinhos disney, mas preto e branco……humf as cores dão vida aos personagens e a revista……..mas fazer o que né

  18. Eu não tenho problemas com HQ’s em preto e branco. Sempre lí Conan, e de uns anos pra cá, acho que quase 90% do que eu compro é em preto e branco (mangás), mas o que pega nesse material da Disney, é que originalmente, isso foi feito pra sair a cores. O traço pra sair em PB (tipo nos mangás), já é trabalhado tendo em mente que no final, a HQ vai ser em preto e branco. Já com o material da Disney, acho que sem as cores, me referindo a esse material mais atual, mas muito vai ser perdido. Isso desanima um pouco, mas de qualquer jeito, vamos ver como que as coisas ficam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.