Lollipop Chainsaw! O Onechanbara do Suda 51? Contra Zumbis, uma Cheerleader! [PS3/X360]

Eu me tornei de certa forma um fã de Suda 51 depois de No More Heroes, e de todo estilo empregado no jogo. Era algo batido, mas ainda sim trazendo alguns novos conceitos, e resgatando, sem medo, coisas que eram mais presentes no passado como pixels, e gráficos 8-bits. NMH era feito para os gamers, como algo que nunca tinha visto antes, referências por toda parte e gameplay viciante foram a combinações vencedoras de NMH.

Um tempo se passou e veio Shadows Of the Damned com grandes nomes da indústria como Shinji Mikami, e Akira Yamaoka. O primeiro era nada menos que o criador de Resident Evil, e o segundo responsável pelo grande sucesso de Silent Hill, trabalhando muitas vezes em mais do que só as composições do jogo. SotD é afinal um bom jogo, porém na minha opinião pelos materiais divulgados, a essência de Mikami com o sistema e toda mecânica do jogo, e de Yamaoka com a sua incunfundível soundtrack, se fazem bem mais presente do que a bizarrice de Suda51, ou melhor diria, seu estilo. Acho que os dois gigantes ofuscaram um pouco o CEO da Grasshopper, mesmo a capa estampando “A Suda51’s Trip”. Bem, parece que as coisas voltaram a fluir normalmente.

Lollipop Chainsaw si é uma piada (ou não né, coisas como Kore Wa Zombie Desu Ka? estão a aí pra isso), Cheerleader com muito glitter e porpurina lutando contra zumbis feiosos? Mas eu acho que tem tudo para dar certo. O dedo de Suda está por toda parte desde as características da personagem principal à seu chaveiro com uma cabeça humana falante. Seria essa cabeça uma possível sátira com os personagens-ajuda, como Midna e Navi? Eu acredito que sim. Pelas imagens parece que será um Hack’n’Slash parecido com NMH, e se for isso mesmo, existe grandes chances de sair um jogo muito bom, dadas as capacidades de Suda, e o possível aprimoramento da fórmula de seu melhor jogo na minha opinião. As piadas estão por toda parte, então acho que nesse quesito o jogo não deve decepcionar, e além disso Yamaoka trabalha diretamente para Grasshopper, então é certeza de boa qualidade nas músicas do jogo.

A comparação com Onechambara (pra quem não conhece clique aqui, mas resumindo basicamente é mulheres semi nuas matando zumbis) vem dos ângulos estrategicamente colocados em baixo da saia da moça, e do tema no geral, mas só pela cabeça no chaveiro a coisa pro lado de LC deve ser melhor. Uns dos poucos detalhes revelados foram que a garota se chama Juliet, estuda numa escola chamada San Romero, na costa oeste dos EUA, e a sua serra elétrica é rosa porque essa é sua cor favorita. Também é dito que esta pertence a uma família de caçadores de zumbis de longa data, e o jogador poderá ganhar novas habilidades com a serra conforme progride no jogo. Fiquem com as imagens:

 [nggallery id=588]

Fonte: Adriasang

Isso também pode lhe interessar

13 Comentários

  1. Suda 51, meu heroi… xDDD

    Sempre q jogo os games dele, penso em como esse tipo de loucura costumava ser uma regra, e não a exceção nos games de antigamente xDD

  2. Suda 51, meu heroi… xDDD

    Sempre q jogo os games dele, penso em como esse tipo de loucura costumava ser uma regra, e não a exceção nos games de antigamente xDD

      1. HAUHAUAHuAH, com certeza.
        Aliás, essa eh a principal razão de eu gostar mto mais de games desenvolvidos por japoneses do q por americanos. Os amigos orientais colocam mto mais criatividade e imaginação em suas criações. Não estou dizendo q eu detesto todos os games americanos, óbvio (isso seria ridículo xD). Mas kra, Katamary Damacy anyone? xDDDD 😀

        1. POOO ainda não fechei Katamari, acho que porque meu PS2 tava com frescura, vou tentar amanhã. Na verdade to ansioso pra jogar o We Love, acho que deve ser menos repetitivo e ter músicas melhores. 8D

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.