Jogando

Call of Duty XP e a revelação do multiplayer de Modern Warfare 3! [PC/PS3/X360/Wii/DS]

Hoje a cidade de Los Angeles amanheceu diferente. Milhares de pessoas invadiram a cidade e essas pessoas estavam pensando somente em guerra. Na terceira guerra mundial.

Não, caro leitor, não precisa ficar assustado, isso aconteceu mesmo, mas a guerra a qual me refiro é aquela que está presente em Modern Warfare 3. E a invasão à cidade americana aconteceu pois hoje foi o primeiro dia da Call of Duty XP, uma espécie de “Convenção Call of Duty”. A Activision caprichou no evento, colocando a disposição dos fãs um lindo palco, e fora dele tinha até uma reprodução dos mapas The Pit e Scrapyard (de Modern Warfare 2) onde era possível participar de partidas de paintball neles. Simplesmente fantástico caminhar por aqueles cenários como fazemos no jogo.

Mas vamos ao que interessa? Finalmente a Activision mostrou o trailer que apresenta o modo multiplayer de MW3. Vamos ver como ficou?

Bem, o multiplayer continua naquela esquema de colocar você na pele de um soldado, que escolhe as armas e apetrechos, e então é lançado na correria de um mapa para apertar o gatilho como se não houvesse amanhã. Mas não teria como ficar diferente né? Na verdade, tem, e a Infinity Ward inseriu diversas características novas nesse esquema para renovar a experiência de velhos soldados como eu você e o resto do mundo, e de quebra conquistar mais fãs (sim, tem gente que não joga CoD ainda!).

Então, se você tem uma horinha disponível, vamos acompanhar o início de Call of Duty XP, mas caso não tenha pode pular esse vídeo e ler o resto do post, ok?

Uma das grandes novidades é o sistema novo de Killstreaks (que muda de nome e atende agora eplo nome Pointstreaks) baseado no “Strike Packages”. Temos 3 tipos deles: Assault, Support e Specialist. O primeiro é bastante parecido com o tradicional, já o Support, como o nome indica premia os jogadores que agirem de uma maneira mais tática como por exemplo, capturando a bandeira inimiga ou dando um item de auxílio para o companheiro do time, algo que foge inteiramente do tradicional esquema de fazer o jogador só correr atrás de melhorar o ratio de Kill/Death. O último pointstreak, Specialist, é o que mais me chamou atenção e nele o jogador só conta com perks. Conforme ele acumula kills, novos perks são adicionados ao arsenal de maneira acumulativa. Porém, se o jogador morrer, ele perde tudo! Alguns dos novos perks:

Recon: Faz o inimigo ficar visível no mini-mapa.
Blind Eye: Invisibilidade ao suporte aéreo/metralhadoras automáticas.
Assassin: Invisibilidade ao UAV, radar portátil, mira térmica e sensor cardíaco.
Quickdraw: Torna a mira mais rápida.
Stalker: Movimentar-se rapidamente ao mirar.
Marksman: Identifica alvos distantes.

Fora isso, já estão confirmados a retirada de perks tradiconais como One Man Army, Nuke, Commando e Last Stand. Ufa, a Infinity Ward ouviu as preces dos jogadores, e é bacana ver ela respeitando as opiniões dos fãs, que em sua maioria odeiam esses perks.

O sistema de armamento também mudou. Agora as armas (mais de 40 ao todo) ganham experiência quando usadas (como um personagem de RPG). Quanto mais você usa a arma, mais sua eficiência com ela evolui, liberando melhorias como recarregamento mais rápido ou uma redução no “coice” ao atirar com ela, silenciador, mira infravermelha e outras. Definitivamente, me parece que a Activision quer que cada jogador possa escolher como quer jogar, e essa liberdade na evolução do personagem é genial. As armas foram agrupadas em dois tipos, a Primária com SMG, LMG, Sniper Rifle, Shotguns e Riot Shield, e a Secundária com Machine Pistols, Handguns e Launchers.

Novos modos de jogo como Kill Confirmed, onde o jogador ganha XP ao matar o inimigo e pode ganhar mais XP ao pegar a dog tag dele. As dog tags surgem em cima do jogador que foi morto. Então, além de matar o inimigo, você pode ir até ele e pegar a dog tag, ganhando o dobro de XP. Mas se não fizer isso, um companheiro seu pode ir lá e pegar a tag. Assim, a dinãmica do jogo muda, e acaba com aquela história de termos aqueles carinhas que ficam parados, só de longe atirando. Agora se eles quiserem todo o XP terão que se movimentar mais, e com isso a partida fica mais frenética. Já Team Defender é uma variação do tradicional capture the Flag. Outros modos confirmados são os privados:

Infection: O time infectado mata inimigos para recrutá-los.
Drop Zone: Proteger a área para pontuar e ganhar Care Packages.
Team Juggernaut: Team Deathmatch com apoio de um juggernaut.
Juggernaut: Elimine o juggernaut para virar o juggernaut
Gun Game: O jogador deve usar todas as armas.
One in the Chamber: Ganha-se uma bala para cada inimigo eliminado.

No modo privado, é possível criar partidas usando dezenas de regras diferentes. E a Activision vai ficar de olho nesses modos criados pelos usuários, e se um modo for bem legal ela pode pegar e colocá-lo na playlist geral do jogo! Eu já gostava bastante de experimentar os modos criados pelos usuários em Black Ops, e em MW3 eu vou me esbaldar pelo visto.

A quantidade de mapas que já vem no disco de MW3 é boa, são 16, e todos compatíveis com o modo Spec-Ops Survival Mode. Aliás, quem assinar o serviço Call of Duty Elite (por 50 dólares anuais) vai poder receber antecipado os novos packs de mapas conforme forem lançados. O serviço Elite ainda vai dar ao assinante acesso aos demais conteúdos, como missões extras de Spec-Ops, novos modos modos de jogos e outras coisas. Tudo isso gratuitamente. Se levarmos em conta que cada pack de mapas novos custam 15 dólares, é um bom negócio assinar o serviço Elite. Ainda mais que o serviço também vai disponibilizar ferramentas para gerenciar clãs, organizar partidas, armazenar mais vídeos, e quem sabe um vídeo seu não será comentado no Elite TV, um canal que vai ter conteúdo até de Ridley Scott!

Para fechar o post com chave de ouro, lembram-se daquele fanfilm sobre MW2 “Finding Makarov”? Pois é, a Activision curtiu e agora o resultado é a continuação  “Operation Kingfish”:

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Mauri Link

Um gamer inveterado desde a primeira geração de consoles, aficcionado por histórias em quadrinhos, nerd de carteirinha, e super-herói nas horas vagas!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios