Fotos de Essencial Disney – Volume 11! (Donald e Margarida)


Edição dedicada ao casal mais briguento de Patópolis…

Lançado em 11 de maio, esse é um volume interessante porque é sempre curioso personagens infantis visto como casais. No volume 5 da coleção os leitores viram como é o relacionamento do Mickey e da Minnie como um casal. No caso Mickey e Minnie se completam, remetem a ideia do casal perfeito, unidos pelo destino. Donald e Margarida fazem o contraste contrário a isso.

O temperamento do Donald, assim como o da Margarida sempre foram inflamáveis e explosivos e isso também reflete na relação que ambos possuem. Não é a a toa que a Margarida possui várias HQs onde ela arrasta uma asa pro Gastão, sempre fazendo o Donald se morder de ciúmes. Sem mencionar as brigas épicas, geralmente por culpa do Donald estar sempre atrasado, se esquecer de algo ou colocar a Margarida em segundo plano. Um casal que briga constantemente, mas no fim acabam sempre juntos.

Se Mickey e Minnie são a utopia de qualquer casal, Donald e Margarida são a realidade que as relações possuem. Claro que toda relação tem suas fases, tanto de calmaria quanto de tormenta. Isso é normal. E os casais Disney refletem isso, mesmo sendo personagens infantis, eles contrastam um pouco dessa realidade do universo adulto.

É interessante essa pespectiva dos quadrinhos Disney, mérito que se consegue porque os personagens são adultos, possuem responsabilidades, empregos e os problemas que a vida adulta possuem, ainda que seja uma visão mais leve, mais ingênua, que faz um público mais novo achar divertido. Quanto ao volume em si, coloco como destaque a HQ inédita que abre a edição, produzida na década de 70, com desenhos do Giorgio Cavazanno e com roteiro do grande Rodolfo Cimino, que faleceu esse ano (e já deixa saudades).

Mais fotos da edição após o continue. 😉

Isso também pode lhe interessar

7 Comentários

  1. Pato Donald e Tio patinhas são ótimos. Curti muito suas histórias, mas os lançamentos disney assustam com sua frequência. Não a bolso que suporte um ritmo semanal desses. Você não acha que deveria ser um título de cada personagem por mês? Pq acompanho seus post aqui sobre disney e especiais do pateta por exemplo, sai o especial, a do pateta mensal e se bobear aparece ele com participação na revista do mickey. É mais ou menos assim né? os lançamentos da abril aqui correto? Esse ritmo é impossível de acompanhar para maioria dos brasileiros. Eu teria que abrir mão, por exemplo, de um mangá que adoro para poder acompanhar algum da disney e mesmo assim não conseguiria dado o fluxo de lançamentos mensais. Então mesmo a pessoa querendo dar uma chance para os HQ disney, ter que preterir algo que gosta demais, que no meu caso é mangás, por um HQ que apenas simpatizo, é algo inviável.

    1.  @Renato Romano mas é assim mesmo, a produção mensal de HQ’s é gigantesca. Por exemplo, a Marvel americana lança mensalmente mais de 200 títulos todo o mês, fora republicações. Mesmo aqui no Brasil, temos quase 20 publicações dela que somam mais de mil páginas. A DC aqui vai seguir um número parecido a partir do mês que vem. Disney e MSP vão pelo mesmo caminho, assim como mangás que entopem as bancas.
       
      No mundo ideal a gente leria tudo, mas é claramente quase impossível para a maioria. Mesmo lá fora, não se compra toda a linha. Resumindo: o problema somos nozes.

      1.  @Mauri Link De fato é isso mesmo. Não tinha pensado dessa forma rsrsrs. Para mim só funciona de o personagem ser exclusivo de uma historia. Por isso sempre fico confuso com lançamentos fora da linha oriental.
         

        1.  @Renato Romano  @Mauri Link  É como você pensar a Turma da Mônica. O Cebolinha aparece na revista do Cascão e o Cascão aparece na revista do Cebolinha. Mas cada revista tem seu foco.
           
          Ou no caso de revistas como Lanterna Verde e Tropa dos Lanternas. É comum personagens destas duas revistas participarem uma da outra. Mas isso não significa que você seja obrigado a acompanhar ambas.

    2.  @Renato Romano  Seu comentário Renato só exemplifica o péssimo trabalho da Editora Abril em apresentar sua linha de quadrinhos ao público. Como que é? Quais titulos? Quantos saem por mês? Não há um portal, um canal oficial onde o leitor encontre isso mastigadinho. E deveria ter!
       
      E por isso que todo mês eu lanço o checklist aqui, você já chegou a ver?http://www.portallos.com.br/2012/05/07/checklist-quadrinhos-disney-capas-5/
       
      Mas vamos lá, primeiro vc precisa entender que dentro da linha, dentro da imensidão de titulos há duas divisões: conteúdo inéditos e republicações.
       
      Existem 6 mensais para cada personagem: Pateta, Mickey, Minnie, Donald, Zé Carioca e Tio Patinhas. Estas são as carro-chefes da linha Disney. Todas com conteúdo inéditos, exceto pelo Zé Carioca, que morreu quando o estúdio daqui fechou e vive de repetecos a mais de 10 anos (mas a Abril promete voltar a criar novas HQs com ele no segundo semestre desse ano ainda).
       
      Depois disso você tem outras linhas. Aquelas revistas de 300, 500, 800 páginas, além de almanaques de personagens e revistas fininhas de 2 reais com 36 páginas, é tudo composto de REPETECOS, republicações de coisas que já sairam por aqui em algum momento do passado. Republicações são essenciais ao leitor? Não necessariamente. Você precisa ler Homem Aranha ou Batman dos anos 80 e 90 para acompanhar o de hoje? Não. Disney é a mesma coisa. Republicações são interessantes para quem quer aprender, conhecer mais do passado.
       
      E há as revistas especiais e temáticas. No caso de Essencial, que está saindo semanalmente, 90% do conteúdo é inédito. É uma linha mais voltada ao colecionismo. Vc passa muito bem sem ela apenas acompanhando as mensais. Mas é um genero de luxo, para colecionar quem pode mesmo. Fora que os extras e aprendizados que se tira de revistas como essas. Mas não são obrigatorias.
       
      Agora sobre a questão “ah, mas o Pateta tambem aparece no Mickey, então tenho que compra Mickey?”. Veja bem existe dois núcleos Disney (Universo Donald e Universo Mickey). Pateta, Mickey e Minnie participam de historias conjuntas. Não tem como separar e publicar apenas em uma revistas. Claro que há historias onde se sobresai um deles como protagonistas, por isso eles possuem suas revistas proprias. Idem para o Donald, que participa da revista do Tio Patinhas e o Tio Patinhas participa da do Donald. Os universos desses personagens são mesclados, não tem apenas HQs de um e de outro. Mas cada revista tem como foco o seu personagem.
       
      O problema de tantas publicações é isso, muitas revistas e oficialmente não existe uma só como carro-chefe, como principal. Isso existe em vários países lá fora. Como a Topolino na Itália que é semanal, com 150 paginas de quadrinhos toda semana. Lá vc encontra toda a produção atual da Itália numa revista só. Mas a linha de titulos é enorme, mas tudo de republicações, separadas e divididas para varios tipos de publicos.
       
      Aqui no Brasil esse foco similar a Topolino é dividida em seis mensais e as vezes alguns especiais e coleções de luxo, que trazem material inédito que não cabem nas mensais (que são fininhas demais).
       
      No começo pode parecer confuso, mas na verdade não é. Quem começa a acompanhar, raramente se perde no que comprar e no que dispensar, mas ajuda muito saber pesquisar no Inducks (http://coa.inducks.org/index.php) e também não custa nada acompanhar o trabalho que faço (voluntariamente – de fã pra fã) no Facebook do Calisota (https://www.facebook.com/CalisotaBR) pois lá eu aviso semanalmente dos lançamentos, dou os links para o forum com as seleções de historias que tambem ficam linkadas ao Inducks, além de dar curiosidade, expandir o conhecimento sobre o universo dos quadrinhos Disney e apresentar o que faz sucesso lá fora, além explicar como é o funcionamento das coisas por aqui.
       
      Espero ter ajudado 🙂

      1.  @T_thiago Ajudou sim!! Comentario que é praticamente outro post rsrsrs…. entendi quando você diz que não existe propriamente dito um carro chefe. Mas então para uma pessoa acostumada com a linha de mangás, as edições especiais como a essêncial é melhor para quem deseja ter uma coleção mais fechada correto? Pq as 8 edições sao historias mais soltas, digamos assim?

        1.  @Renato Romano  Sim, as coleções semanais são bacanas porque aí vc tem algo com começo, meio e fim dentro da proposta da publicação. Mas Essencial são 20 volumes e não 8 volumes.
           
          Historias soltas vocês encontra em todas as revistas da linha, mas é o que eu expliquei, cada revista tem uma proposta distinta (ser inédita, ser republicação, ser um misto de vários personagens (Disney BIG) e assim por diante). Então quem procura algo curto e não eterno, as coleções fechadas podem ser um pedido interessente, ainda que as vezes, você perca certas atraçoes que só encontraria nas edições mensais (que são 100% inéditas e trabalham com material fresco e recente e não se limitam a um tema ou proposta como coleções semanais)
           
          O ideial é olhar um pouco de cada por si próprio e ver qual tipo de revista se adequa ao que procura. Certamente alguma deve ser compativel com o que se procura.
           
           

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.