Jogando

Saint Seiya Online dá o ar da graça mas…

…não vai ser dessa vez que vão me convencer a jogar um MMO!

Putz… por quanto tempo cozinharam esse MMO de Saint Seiya mesmo hein? Já nem lembro mais quanto tempo passou desde o anúncio e sinceramente acho que fiz bem em não ficar esperando com ansiedade. Já nem curto muito o gênero, se fosse pra desbravar esse mundo até então desconhecido por mim, muito provavelmente eu o faria com um Diablo III ou World Of Warcraft.

O jogo já tá bombando (ou não) lá do outro lado do mundo, mas os vídeos de gameplay que andaram saindo pela net não me disseram muita coisa. Se anos de enrolação culminaram nessas animações in game fraquíssimas e mecânicas porcas eu não quero nem ver quando os comandos são de fato passados ao jogador. Eu sou daqueles que acha que gráficos não são tudo num jogo, mas sendo a plataforma PC e tendo em vista essa animação aí de cima cheia de brilho, era de se esperar ao menos algo acima do nível gráfico que foi A Batalha do Santuário recém lançado no PlayStation 3.

E sim, eu sei que os 2 jogos foram desenvolvidos por empresas bem diferentes, mas que outro jogo eu posso usar para efeito de comparação se não um da mesma série?

A única coisa que eu achei interessante nisso tudo foi o visual. Essas armaduras que o Kurumada inicialmente criou e que o Shingo Araki teve que dar um tapa estiloso tempos mais tarde para transportá-las para o anime nunca saíram do mangá. E com razão, são feias e ficam ainda mais feias com aqueles closes laterais que o Kurumada insiste em dar para cada pobre diabo que aparece nas histórias dele.

Mas gostei de ver, pareceu até um resgate de algo já esquecido, uma vez que esse visual está bem longe de ser o mais popular dentro do enredo do Kurumada, ao menos fora do Japão, eu acho. Uma pena que a execução não parece ser das melhores. E o pior é que se brincar, do jeito que costumamos ser bem lembrados quando o assunto é Saint Seiya, é bem capaz do jogo vir parar aqui e eu comprovar que a coisa toda é pior do que eu já está parecendo.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.