Jogando

Um jogo quer saber: você é homem o bastante? (Man Enough)

Man Enough testa seus limites!

Um cavalo que pega moedas enquanto desvia de lâminas giratórias. Uma nave que precisa destruir alienígenas invasores. Um homem descamisado em busca  de ídolos dourados. Um homossexual à procura de um parceiro. O que tudo isso tem em comum? Nada, até o dia em que resolveram juntar tudo isso num jogo só!

Funciona da seguinte maneira: você inicia o jogo e dá de cara com a tela principal, e lá recebe as “instruções” de tudo o que precisa saber para jogar – entre aspas porque apenas três teclas são usadas, a seta direita, seta esquerda e barra de espaço. Até aí, beleza. Aperte espaço e você dará de cara com os quatros jogos que compõem Man Enough. Os nomes simplesmente não poderiam ser mais genéricos – ou nonsense: High Horses, Bromancing Saga, Space Face e Super Shirtless Platform Idiot Hunt for Golden Petri.

Aperte espaço mais uma vez e aí the hell breaks loose, meu amigo. Cuidado com os espinhos nas paredes, com as naves invasoras, com as lâminas giratórias, e fique ligado para não dar as respostas erradas! Tudo isso embalado pela divertida música tema, que une em rimas hilárias as características e objetivos de cada mini jogo (e ainda gruda na cabeça). Interessante observar que cada um deles em separado é bem fraquinho. A graça é justamente o desafio de encarar os quatro ao mesmo tempo.

Man Enough foi criado em um festival chamado No More Sweden, evento sueco (you don’t say!) onde os participantes devem criar games em trinta e duas horas. O pouco tempo, misturado aos altos níveis de cafeína consumidos, acaba gerando esse tipo de jogo louco e bem experimental. Você pode baixá-lo gratuitamente no próprio site do evento e tentar não enlouquecer ao jogar quatro games de uma vez só. Boa sorte!

Isso também pode lhe interessar

Pedro Ivo Maximino

Jornalista em formação. Sou gamer desde os tempos em que passava horas jogando Sonic no velho Master System de um primo. Também sempre gostei de cinema desde aquela época, embora só recentemente tenha me interessado o bastante pelo assunto a ponto de me considerar um cinéfilo. Tomei gosto pela leitura por "culpa" de Harry Potter e hoje leio de tudo. Além do Portallos, escrevo ocasionalmente em meu blog pessoal, o OverLine.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.