JapãoMiscelânea

O diabo trabalha em meio expediente!

Hataraku Maou-sama

Hataraku-Maou-sama

 

Eu não tenho o hábito de assistir estreias de animes, a menos que sejam de obras que eu já conheça. Esse ano, porém, fiz a experiência de assistir uma estreia motivada unicamente pela sinopse, e eu não me arrependi. Hataraku Maou-sama é divertido, estranho, ocasionalmente dramático e cheio de criatividade.

Em um reino mágico (Ilha Ente), o Senhor das Trevas Satan e seus generais tentaram dominar o mundo, mas foram detidos pela heroína Emilia. Satan e seu general Alsiel tiveram de escapar para o a Terra, onde magia não existe, e logo descobriram as dificuldades em se sobreviver em Tóquio sem ter dinheiro. É quando o protagonista idealiza seu plano de dominação mundial: se tornar o melhor empregado na rede de lanchonetes MgRonald e aos poucos galgar seu caminho até a glória e o reconhecimento!

O grande atrativo do anime é justamente ver o antes terrível Senhor das Trevas se dedicando àquele trabalho, comemorando suas pequenas vitórias e se perguntando se uma máquina de fritar batatas quebrada era uma situação de vida ou morte. Enquanto isso, o General Alsiel tem de se virar para encontrar o caminho para o reino ao mesmo tempo em que se torna um dono de casa que deve controlar os gastos de seu mestre. A heroína Emilia também vai para o mundo humano dando continuidade a sua missão de destruir Satan, mas se defronta com a mudança de postura do homem perante a vida e passa a ter dúvidas quanto à sua missão.

Há um visível desenvolvimento dos personagens logo nos primeiros episódios, assim como de suas relações. Alsiel, por exemplo, começa a tratar Satan com mais informalidade com o passar do tempo, enquanto o mesmo vai aprendendo mais acerca dos seres humanos e reflete sobre suas ações passadas. Emília é a que tem o desenvolvimento mais visível até agora, sendo constantemente atormentada pelo que sempre aprendeu sobre o Senhor das Trevas e a discrepância com o comportamento dele em Tóquio.

Não demora muito para que outros seres mágicos apareçam e causem problemas na cidade, fazendo com que o demônio e a heroína lutem juntos. A trama às vezes dá sinais de rumar para um lado mais sombrio, mas o humor da série segue ótimo. A estória se baseia nas light novels escritas por Satoshi Wagahara e ilustradas por Oniku, e é uma boa pedida para fãs de comédia e fantasia, ou mesmo para aqueles que se interessam por plots inusitados.

Isso também pode lhe interessar

Andreanekacs

Leitora voraz de livros e mangás, facilmente viciável em séries e frequentemente tecendo teorias estranhas sobre a vida, o universo e tudo mais.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios