Jogando

Catarse | 99 Vidas na corrida para se tornar um Beat ‘em up!

O 99 Vidas é um fenômeno que pipocou no mundo dos podcast há alguns anos atrás. O programa surgiu em 2010 e continua no ar até hoje, e já conta com 179 episódios. A proposta é um papo sobre o mundo dos games, sobre a nostalgia da infância dos integrantes do podcast que nasceram numa época bem diferente de como é jogar videogame atualmente, sobre discussões atuais em torno dos consoles e franquias famosas etc.

É difícil explicar o que é o 99 Vidas quem nunca escutou um edições do podcast. Me lembro que a primeira edição do programa que ouvi foi o de número 43 (Resident Evil), lá em 2012 (até o recomendei aqui na época, junto com pilhas de outros podcasts que estava descobrindo na ocasião). Depois disso tratei de ouvir todos os anteriores e sigo escutando o 99 Vidas até os dias de hoje.

E é um dos meus podcasts prediletos, apesar de nunca ter mandando um email ou ter deixando um comentário no site oficial do podcast lá. O quarteto que dá vida ao 99 Vidas, Jurandir Filho, Izzy Nobre, Evandro de Freitas e Bruno Carvalho sabem criar discussões, entreter e acima de tudo são engraçados em suas conversas, mantendo o ritmo sempre animado das edições e possivelmente é este o segredo do sucesso do 99 Vidas. Afinal, podcast de games é que não falta no atual cenário da podosfera brasileira.

O 99 Vidas tem suas histórias, tem um arquétipo próprio, tem seus trejeitos e criou um universo de figurinhas e situações que pairam na mente de quem é fã e escuta o podcast há anos. E aí alguém muito fã que trabalha num estúdio nacional de desenvolvimento de games (a QUByte Interactive) resolveu que estes personagens – que são tão reais quanto qualquer outra pessoa – ficariam ainda melhores num game que representasse o mundo do 99 Vidas, e aí surgiu esse projeto no Catarse. E o vídeo de apresentação do projeto é o que abre a postagem! Se você ainda não clicou nele, pare a leitura, vá e assista. Eu espero.

Muito maneiro, não? É um projeto tão incrível em tão diferentes tipos de perspectivas. Um game que nasceu de um podcast, que quer chegar aos consoles como o Xbox One e o PlayStation 4, que resgata aquele sentimento nostálgicos dos games de briga de rua e dá essa identidade toda própria de um universo de uma certa forma nacional, sem apelar para alguns estereótipos que geralmente os games nacionais apelam. É admirável a iniciativa.

Foi gravado um episódio especial do 99 Vidas apresentando o projeto, revelando os bastidores e como ele nasceu. Quem ficou muito curioso, indico ouvir esse podcast, pois nele o quarteto explica com muitos detalhes o que eles pretendem com essa iniciativa.

Já fui lá, deixei meu apoio e torço muito para que nos 50 dias que ainda faltam para que a campanha no catarse finalize, que eles consiga as metas estendidas e o game possa virar multiplataforma ao invés de ficar apenas no PC. E bom ver que metade da meta inicial de 80 mil reais já foi conquistada. Tem tempo de sobra para conseguir todas as metas do projeto!

Catarse - 99 Vidas O Jogo!

Deixo aqui então a minha indicação, dê lá o apoio se você conhece o excelente trabalho que eles fazem lá no 99 Vidas, e se não conhece, dê uma olhada. Vá no site, ouça alguns podcasts (procure aqueles por temas que você curte, como Super Mario, Mega Man, Resident Evil, Sonic, Gears of War etc) e aí sim você vai entender porque é animal essa iniciativa! Torço muito para que dê certo esse game!

obs: fiz a referência a uma lista de podcasts que publiquei aqui no blog em 2012 lá no começo da matéria, porém muitos dos podcasts indicados lá já morreram. Aqui, neste link, há uma nova versão desta lista atualizada que publiquei no blog ano passado. Fica a dica!

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios