Conversa de MangáJapão

Bleach 650 – 651 | The Theater Suicide Scene 4 & 5

Texto com spoilers do mangá até o capítulo 651!
Perdeu o CDM anterior? Aqui: Bleach 649!

Sinceramente? Eu não vi esse plot da Nanao chegando. Fui pego totalmente de surpresa no capítulo 650. Estava realmente achando que o Kyoraku ia dar um jeito de vencer o Lille, que por sinal ficou ainda mais bizarro! O cara se tornou um periquito gigante e esquisito! Como! Como que o Kube vem com uma maluquices dessas?!

Não sei se ele sente falta dos tempos dos inimigos hollows que pareciam monstros ou se isso é algo que é decidido de forma mais editorial, porque a galera quer ver monstros bizarros em mangás. Não sei. Sei apenas que tem momentos em que isso fica legal e tem momentos que fica muito escroto. Fora essa obsessão por personagens que lembram seres alados, como borboletas, mariposas ou neste caso, um periquito. Claro que isso não é só de Bleach ou do Kubo, mas da cultura dos japoneses mesmo. Há vários mangás e games que possuem esse elemento.

Enfim, voltando ao Kyoraku, quando a Okyo surgiu no final do capítulo 650 cheguei a pensar que o personagem teria uma segunda Bankai e aí sim ia botar pra quebrar, mas não era nada disso. Pena. Eu ainda me sinto meio desapontado com as habilidades máximas na qual o Kyoraku acabou mostrando. Decididamente ele não parece ter o mesmo porte do que o velhinho que comandava todo o Gotei 13, o Yamamoto Genryuusai. Isso é um pouco decepcionante pra mim.

Bleach 651 c

Na contra partida, na reviravolta que não vi chegando no mangá, gostei da história da espada da Nanao. Admito que nunca tinha me tocado que a personagem não possuía uma zanpakutou e fiquei curioso com o fato de como isso seria explicado. E gostei do contexto dessa história.

Achei interessante uma zanpakutou que é passado de geração por geração, que não vem da própria pessoa. E combinou com a ideia de uma maldição da família da Nanao e do desejo de sua mãe de tentar acabar com essa maldição. Fiquei apenas curioso com o que aconteceu com a mãe da Nanao e quem é o pai dela. Espero que não tenha sido o irmão do Kyoraku antes de morrer, pois isso tornaria a Nanao sua sobrinha, e essa relação de paixão dela por seu capitão seria meio estranha.

Isso também poderia ser uma boa desculpa para o Kyoraku morrer ao final dessa luta, concretizando que a maldição existe e que a zanpakutou é o que causa esse efeito. Nisso tudo apenas achei ela ser convenientemente perfeita para essa batalha, uma espada sem corte, usada para rituais sagrados e divinos e que pode combater um Deuses, que é o que Lille prega de ser (o que por si só já outro absurdo, ele não deveria ser apenas um Quincy?).

Será que veremos uma bankai para essa espada da Nanao? Isso seria legal. Enfim, mesmo com coisas bacanas acontecendo, ainda esperava mais dessa batalha. Nem de longe me pareceu tão legal quando a anterior do Pernida. E meio que se repetiu a fórmula de uma tenente chegando para salvar a pele de um capitão. Porque Bleach é assim, um mangá de repetição a todo momento. Seja para o bem ou para o mal.

Bleach 651 b

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.