JogandoRedes Sociais

Minipost | Aponte e clique em The Little Acre

Miniposts são pequenos aperitivos em forma de imagens ou vídeos com pequenos textos compartilhados pelas redes sociais do Portallos. O feed (origem e ordem cronológica) destas publicações é nosso Instagram.

Introdução

The Little Acre é um indie game que talvez tenha passado batido por alguns jogadores mais desatentos. O jogo foi lançado em dezembro do ano passado, um projeto de um estúdio na Irlanda chamado Pewter Games e distribuído globalmente pela Curve Digital.

Trata-se de um Point & Click todo desenhado à mão, que conta a história de um pai, chamado Aidan, e sua filha, chamada Lily. Ambientado na Irlanda de 1950. Na trama, o avô de Lily desapareceu, mas deixou para trás um misterioso invento que os levará para uma incrível jornada!

Neste primeiro clip apresento a primeira cena do game, com Aidan tentando sair do quarto sem acordar Lily. É preciso recolher todas as suas roupas para só depois conseguir sair da cama. Para isso é preciso da ajuda de Dougal, o protetor cão da família.

Invenção do Papai

O game funciona como qualquer Point & Click mais tradicional. É possível recolher itens, mas somente aqueles que se encaixam a algum puzzle ainda não resolvido.

Os itens devem ser combinado com os spots visuais, muitas vezes na tentativa e erro, cabendo ao jogador explorar, interagir e vasculhar todos os ambientes possíveis. As vezes até mesmo em uma ordem específica.

Aqui Aidan lamenta o sumiço de seu pai, enquanto investiga uma misteriosa invenção, na qual o jogador claramente deve ativar em algum momento mais a frente do gameplay.

Vale elogiar o belo trabalho de voz do game, que mesmo em inglês soa muito impressionante. E para nós, brasileiros, é super agradável ver que o game está todinho localizado com legendas em português.

Acordando Lily

Todos os três clips compartilhados hoje de The Little Acre são de momentos bem iniciais do game, de sua primeira hora. Pretendo compartilhar mais, porém para apresentar o game pela primeira vez aqui achei importante mostrar apenas o comecinho mesmo.

Aidan resolve finalmente acordar Lily, após descobrir uma estranha caixa no laboratório galpão de seu pai. Aqui eu acabei mostrando a resposta de um pequeno puzzle que acaba acordando a Lily, enquanto dou a pista para o puzzle da caixa. Admito que demorei alguns minutos até entender o que Lily estava realmente fazendo… No geral os mini games de The Little Acre não parecem muito complexos ou difíceis de serem resolvidos. Esse é sempre o grande ponto de qualquer Point & Click: não ter um puzzle que trave o jogador e não o permita mais avançar na história, sendo que seguir um bom enredo é tão importante quanto os puzzles do gênero.

Por enquanto (tento jogado suas primeiras horas), me parece que The Little Acre está sabendo mediar isso, com puzzles tranquilo, mas que recompensam o jogador com belas animações e uma ótima história de fantasia.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.