Conversa de MangáFolheandoJapãoLendoReflexões & Opiniões

Panini | One Piece chega a 70 volumes no Brasil (Opinião)

Estou meio atrasado com esse marco, porém não tinha como deixar de comentar o fato de que One Piece finalmente atingiu a marca de 70 volumes lançados aqui no Brasil! Sim, eu sei que ainda estamos meio longe da numeração japonesa (lá já estão no volume 86), mas mesmo assim setenta volumes é muita coisa para um mangá. Especialmente neste caso.

Para quem não se recorda, One Piece é um caso realmente tenso, onde o título chegou ao país pela Editora Conrad em meados de 2002 e aos trancos e barrancos a série sobreviveu exatamente 70 edições, sendo interrompido em 2008. Lembrando que as edições da Conrad eram no antigo sistema “meio tanko” onde se pegava um volume japonês e o dividia em duas edições no Brasil. Um pesadelo!

Nesse cenário, em seis anos a Conrad chegou a publicar 36 volumes japoneses por aqui. Interrompendo a série, veja só, justamente em um dos melhores arco que o mangá já deve desde então: Water 7! Foram 4 anos de muita angústia pelos fãs até que a Editora Panini adquiriu os direitos sobre a obra e decidiu colocar a casa em ordem: aposentou o meio tanko e passou a lançar o mangá de acordo com os volumes japoneses.

Ou seja, hoje os 70 volumes originais são equivalente a 140 edições da antiga versão da Conrad. Isso em cinco anos de publicação. A Panini também tem os méritos de ter feito um plano ambicioso não só para honrar o compromisso com aqueles que queriam continuar acompanhando de onde a Conrad havia parado, mas também para trazer quem nunca havia ainda lido One Piece.

Assim One Piece foi relançado no Brasil em duas vertentes, a partir do volume 36, dando continuidade ao arco de Water 7, com novos volumes inéditos saindo bimestralmente, enquanto mensalmente a editora lançou os primeiros volumes desde a primeira edição. Com os primeiros volumes saindo mensalmente e os inéditos bimestralmente levou anos para que a numeração dos novos leitores com os antigos leitores se fundisse numa só, porém isso já aconteceu e hoje em dia só há volumes inéditos sendo lançados nas bancas.

O que aconteceu muito recentemente, para a felicidade daqueles que gostariam de ver a publicação mais próxima dos volumes japoneses, foi que desde a edição 68 o mangá (que até então seguia o antigo esquema de lançamento bimestral) passou a ser mensal! Agora tem um volume inédito de One Piece todos os meses nas bancas!

Estando a 16 volumes atrás do Japão ainda deve levar cerca de um ou dois anos para que a Panini cole nos atuais volumes lançados por lá, mas agora é só uma questão de tempo mesmo. E essa janela de distância está ficando menor a cada mês.

O atual volume 70 já contempla o inicio do arco de Dressrosa. Punk Hazard, concluído neste volume 70, voou graças a agilidade da publicação agora mensal. Dressrosa não deve ser diferente então, o arco termina para a gente aqui no volume 80. Logo o mangá brasileiro chega em Zou, que dura apenas 3 volumes e parte para o arco da Ilha Bolo, que no momento tem 5 volumes encadernados, porém vai ter mais alguns tendo em vista que o arco ainda não terminou lá no Japão.

Eu fico bem animado com essa aceleração do mangá aqui no Brasil porque já faz um tempinho que ando com vontade de parar de ler os capítulos online japoneses. Houve um tempo no passado que lia diversos mangás diferentes online, mas conforme o tempo foi passado e os lançamentos nacionais em volumes foram me saciando, parei praticamente tudo, exceto por One Piece, que é o meu título favorito e que não consigo deixar de acompanhar.

Se tivesse que parar a leitura online, ficaria louco, até porque também acompanho o animê, que está bem à frente de onde o atual volume 70 da Panini se encontra. Gosto de saber o que acontece na série pelo mangá antes de ir ver o animê. Se pausasse a leitura dos capítulos online teria também que pausar o animê, algo que não quero fazer.

Sem querer entrar em spoilers sobre o atual arco da Ilha Bolo no Japão, pois quem acompanha o mangá pela Panini ainda está muito longe do arco, só quero dizer que One Piece tem sofrido algumas críticas, iniciadas após o início dessa fase no Novo Mundo, a respeito da quantidade de coisas que o autor da série, Eiichiro Oda, insere a cada arco. Optando pela narrativa do caos, sempre com mais de tudo, mais personagens, mais batalhas, mais desespero, mais secundários que importam.

Essa tendência do Oda não tem me agradado muito, ainda que considere One Piece um mangá fenomenal, tenho a sensação de que acompanhar os capítulos semanais não rende mais como rendia no passado. É muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, tanto que o autor precisou nos atuais arcos separar o bando em grupos, fazendo com que seja muito mais prazeroso ler a série pelo volume encadernado do que nos rápidos capítulos semanais. Por diversas vezes acabo deixando acumular dois ou três capítulos para ler, o que se provou mais divertido pra mim do que ler toda semana regularmente.

Isso para não dizer que o material extra, a conversa do Eiichiro Oda com os leitores japoneses, as curiosidades que ele dá nos volumes japoneses, que são todos traduzidos na versão da Panini são incríveis e riquíssimos para quem curte o universo da série. É muito bom pegar esse material para conhecer e é algo que muita gente que acompanha online perde porque leem apenas os capítulos semanais online. Isso para não criticar algumas versões das traduções online que os scansubs muitas vezes fazem, errando termos ou simplificando certas traduções em pró da velocidade do lançamento do capítulo semanal e que muitos nem sequer ficar atento a novas versões revisadas. Algo que também tem me desagradado.

Enfim, só quis mesmo fazer esse post para celebrar esse marco de 70 volumes, mencionar que o mangá vai dar uma boa acelerada no Brasil agora que passa a sair todo mês e esse pequeno desabafo entre minha vontade de acompanhar a série, mas parar de lê-la online toda semana.

Recentemente o mangá celebrou o marco de 20 anos de sua existência no Japão. Dá para acreditar que tudo começou em 1997? Incrível. Não sei se existe gás para mais 20 anos, Oda tem respondido muitos dos enigmas existentes no universo da série desde o arco da Ilha Tritão e apesar de ainda haver alguns mistérios boa parte deles já foram parcialmente esclarecidos. A meu ver Oda agora está acelerando sua trama, criando os confrontos que precisavam ser criados para que tudo desemboque na resolução final da série. Claro que isso ainda vai envolver alguns arcos e cada arco tem levado entre 1 a 2 anos para serem finalizados. Não acho que One Piece acabe antes do marco de 30 anos da série. Espero continuar lendo One Piece até 2027, no mínimo!

 

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios