JogandoRapidinhas

RPG Earthlock de graça para quem tem a versão de 2016

Esse é um tipo de iniciativa que não se vê sendo feito a todo momento. Não da forma como a Snowcastle Games, lá da Noruega, decidiu fazer. Antes de explicar em detalhes é preciso dar um pouco de contexto em torno do jogo Earthlock e sua jornada até 2018.

O game está nessa estrada desde antes de 2014, mas talvez tenha sido este o ano em que ele despertou a curiosidade da comunidade. O estúdio promoveu uma campanha lá no Kickstarter e o game foi financiado com sua meta base. Show de bola. Olhando para a linha do tempo, um RPG com turno, com essa pegada de fantasia soa interessante, especialmente considerando exatamente à época em que foi sua campanha e quando originalmente deveria ser lançado.

Enfim, em 2016 ele chegou primeiro no Steam, alguns meses, já no inicio de 2017, fez sua estreia no PlayStation 4. E em setembro do mesmo ano chegou ao Nintendo Wii U e Xbox One. No caso desta última plataforma, o game chegou a ser dado de graça para todos os assinantes da Xbox Live Gold por meio do programa Games With Gold, em seu lançamento de setembro de 2017. Legal, não?

Festival of Magic

Até então o game se chamava oficialmente Earthlock: Festival of Magic. Era um bom jogo? Sinceramente não posso opinar muito a seu respeito. Acabei nunca jogando-o (minha pilha de jogos pendentes é realmente imensa). A crítica parece ter pontuado ele um tanto mal na época. Eu apenas me lembro de achar bacana o visual característico dos RPGs japoneses que jogava na geração PlayStation 2. De ser legal o fato de ser exatamente um RPG por turnos em uma pegada mais clássica. Mas, como disse, infelizmente nunca consegui a oportunidade de jogá-lo.

O estúdio levou as críticas na boa. Admitiu que o game realmente tinha alguns problemas. Então resolveram passar um ano trabalhando em cima do projeto afim de arrumá-lo e tornar Earthlock aquilo a qual todos desejavam. O resultado veio agora em 2018, quando o título foi relançado apenas como Earthlock.

Versão 2018

É difícil pontuar as mudanças de forma prática, sem ter jogado ambas as versões. Mas a Snowcastle fez um post em seu site apresentando alguns destes pontos que foram refinados para a atual versão. Lendo o texto lá e assistindo ao vídeo abaixo, é perceptível que o jogo passou por um refinamento gráfico. Texturas ficaram mais detalhadas e as animações e efeitos dentro do jogo se tornaram mais complexos.

E é bem legal notar estas mudanças, ainda que sutis. Mostra como jogos podem ser aprimorados quando há mais tempo para os desenvolvedores poderem caprichar mais em alguns de seus aspectos.  Claro que ainda de acordo com o texto lá do site oficial, conteúdo também foi adicionado ao jogo. Novas cenas, mais conteúdo de história, novas missões secundárias, novos equipamentos e habilidades. Elementos estes que certamente justificam esse relançamento muito mais do que apenas um tapa no visual gráfico.

O estúdio explicou que foram tantas mudanças, tantos acréscimos que não seria possível apenas lançar tudo isso com um patch de atualização em cima do game de 2016. Afinal todos os saves do jogo não suportariam a nova versão. E apagar todos os saves, daqueles que jogaram ou ainda estivessem jogando, não era uma opção que eles queriam tornar obrigatório. Solução: relançar o game à parte novamente.

E quem comprou?

Aí é que entra a parte interessante da história. Em uma iniciativa que não se vê sendo feito sempre, o estúdio liberou por um ano, até 22 de maio de 2019, a possibilidade de todos que adquiriram Earthlock: Festival of Magic, incluindo a galera que o pegou no Xbox One de graça pela Live Gold, a baixar totalmente de graça a nova versão, agora chamada apenas de Earthlock.

Reforçando: não é uma atualização gratuita para Festival of Magic. É preciso ir na respectiva loja online a qual se adquiriu o primeiro game e procurar pela nova versão Earthlock (como aqui, na Microsoft Store). Se a sua conta tem o game anterior, a nova versão deve aparecer de forma gratuita para ser comprada ou instalada. Comigo funcionou.

No release que recebi da assessoria do estúdio não faz qualquer menção a respeito da versão do Nintendo Wii U. De como fica para quem pegou a antiga versão do jogo nesta plataforma. Isso deve ocorrer porque imagino que a atual versão não deve ter sido lançado no eShop do Wii U, mas no eShop do Nintendo Switch. Não acho que o estúdio vá conseguir oferecer tal update neste caso.

Troca das mídias físicas

Além disso, há um detalhe peculiar, que provavelmente não deve afetar o mercado brasileiro. Diz respeito as cópias físicas do game, lançado em alguns mercados lá fora. Para estes casos a Snowcastle também está oferecendo, até maio do ano que vem, a troca da versão antiga pela nova. Porém o processo é mais demorado e complicado. Consiste no dono do game mandar via postal o disco físico ao estúdio na Noruega e aguardar o recebimento de um código da versão digital da versão 2018 de Earthlock.

Parece complicado e xarope isso, mas há um texto no Medium feito pela Snowcastle que não só explica o procedimento, mas também como chegaram a esta decisão e até mesmo a esta possibilidade sem que acabasse tendo um grande prejuízo para realizar essa ação.

Basicamente o texto comenta como funciona para os estúdio o recebimento de keys digitais dos jogos para distribuição. A qual eles pagam os custos disso. Contam como chegaram a um acordo com a Microsoft e Sony para realizarem estas trocas das mídias físicas por chaves digitais sem que estas empresas cobrassem do estúdio estes códigos. Muito legal mesmo que tenha havido esse acordo (ainda que eles comentem que a Sony Europa não tenha aceitado isso).

Localização em português à caminho

Enfim, como achei toda essa história muito legal quis compartilhá-la por aqui. Admito que até baixei a nova versão e me deu muito vontade de jogar o game para trazer suas impressões para cá. Até pensei em fazer, mas aí também vi no Steam que a Snowcastle game está atualmente trabalhando na localização do game em 12 idiomas, sendo que o nosso querido português está dentre estas opções.

Sendo assim acabei decidindo esperar mais um pouco. Quem já tem Earthlock no PC já pode testar a localização em PT-BR por meio de um patch beta. Segundo o estúdio, se tudo estiver okey, a previsão é que até o final de junho estas localizações seja disponibilizadas oficialmente e devem também chegar a todas as plataformas a qual Earthlock está disponível.

Gostei dessa novidade e vou esperar mais um pouco para conferir Earthlock em português. Não é todo dia que se vê um RPG com esse estilo visual e ação por turnos chegando ao nosso mercado em nosso idioma. Normalmente é muito texto e não é todo estúdio indie que consegue localizar para tantas línguas.

É muito legal conhecer a trajetória do título. Desde sua primeira campanha no Kickstarter, um lançamento que hoje em dia dá para se dizer que foi prematuro para seu desenvolvimento em uma nova versão refinada e gratuita para todos que possuem o jogo original e em breve sua localização em 12 idiomas. Te faz torcer para que tudo dê certo para a Snowcastle Games, não? Certamente estão de parabéns!

 

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios