Spyro Reignited Trilogy é a comemoração de 20 anos da franquia!

Antes de entrar em Spyro Reignited Trilogy, quero lembrar de Spyro The Dragon, título para o primeiro PlayStation, foi lançado no distante ano de 1998. Meu jovem eu tinha meros 14 anos.

Faz tempo, mas guardo boas lembranças dessa época. Lembrar da pirataria do primeiro console da Sony no Brasil, que fazia com que os jogadores aqui tivessem pastas e mais pastas de games onde mais de 90% nunca seriam finalizados é um mero bônus.

Muita coisa era lançada nessa época e pouca coisa se destacava. Um destes títulos que se destacavam estava esse jogo de um dragão roxo, chamado Spyro. Se eu te disser que me lembro da história ou de qualquer detalhe mais profundo sobre o personagem e seu universo estarei mentido. Não me lembro.

O que me lembro é de me divertir coletando joias coloridas, voando e pulando em desafios de plataforma em um ambiente tridimensional que fazia sucesso na época justamente por conta do que a Nintendo fez com Super Mario 64. Era o suficiente para a época.

Sequer me recordo de ter jogado todos os três games da trilogia original. O primeiro é certeza que joguei, e mais algum outro, que apresentava uma evolução das habilidades do Spyro certamente devo ter jogado. Mas pode ser que seja da segunda trilogia da franquia, já em outra geração de consoles. 20 anos é muita coisa mesmo para se lembrar.

O que ficou marcado mesmo foi o charme e carisma desse personagem.

Três clássicos remasterizados

Eis que dado a bem sucedida empreitada da Activision com Crash Bandicoot N. Sane Trilogy ano passado, e que retorna em julho desse ano em novas plataformas, uma nova trilogia das antigas recebeu a oportunidade de ganhar o mesmo tratamento. E assim Spyro Reignited Trilogy foi anunciado semana passada.

A coletânea é um remaster digno para os três games originais dessa franquia: Spyro the Dragon (1998), Spyro 2: Ripto’s Rage! (1999) e Spyro: Year of the Dragon (2000). Todos originais do primeiro PlayStation. Gráficos refeitos para o que a atual geração de consoles pode oferecer. O resultado é uma beleza visual ímpar.

O tratamento é semelhante ao que a Activision fez com a trilogia clássica de Crash Bandicoot. Ambientes com mais detalhes (novos por assim dizer), respeitando tudo que foi criado no original. Controles atualizados para tempos modernos. Trilha sonora e efeitos refeitos, incluindo a dublagem original do personagem realizada por Tom Kenny. Três clássicos em uma única coletânea.

Eu sequer me lembro se os jogos eram de fato bons, mas só de vê-los receber tal tratamento já me dá vontade de conferir por conta própria. Sem mencionar que é uma IP que perdurou, mudou e ainda tem uma certa relevância na indústria e mitologia dos mascotes de videogames. Como poderia dizer não a esse tipo de iniciativa?

Lançamento e preço

Os três games somam um total de mais de 100 levels e os jogadores não irão precisar aguardar muito para poder conferir o resultado desse resgate histórico: Spyro Reignited Trilogy será lançando esse ano, em 21 de setembro. Por enquanto apenas para as plataformas do PlayStation 4 e Xbox One. Imagino que é um título que seria interessante para a Activision vê-lo no PC e Nintendo Switch. Quem sabe posteriormente.

Preço? 40 dólares lá fora. Aqui no Brasil a Microsoft Store está pedindo 150 reais, enquanto a PlayStation Store, 144 reais. Um preço justo para revisitar um clássico totalmente remasterizado.

modelo-squareCurtiu esse texto? Gostou do site?

Então dê aquela força seguindo e curtindo a nossa página no Facebook! — Quer mais interação? Temos um grupo (ainda pequeno) para leitores por lá, o Clube Secreto. Fica aí o convite! Quer ver o site crescer? Talvez você possa contribuir com isso se tornando um apoiador do site lá no Apoie.se.

More from Thiago Machuca

WWE Tap Mania já disponível para dispositivos mobile

 // Comunicado enviado via assessoria de imprensa da Sega // SÃO FRANCISCO,...
Read More