Lendo

Review – Batman – Nº 64

Sinopse Panini: Batman encara o “falecido” dr. Franklin para deter a sua vingança homicida. E o insano Coringa volta a atacar, seqüestrando Robin. Conseguirá o Menino-Prodígio escapar da morte certa? Asa Noturna: Dick parte no encalço do misterioso adversário responsável pela morte do Predador…

Eu li:
Batman – Viagem Assassina!: Uma história natalina em Março. XD (na realidade a história saiu em fevereiro de 2007). E uma história sem o Batman. Tudo começa com o Robin fugindo de 2 gangues inimigas que se juntaram para dar um tabefes no rapaz. Encurralado, um carro abre sua porta e chama o heroi mirim para ajuda-lo. Sem pestejar ele entra dentro. Há, adivinha quem estava dentro do carro? O Coringa. XD O resto é que torna a história legal. Ele é amarrado no banco do carona e agora precisa fugir. História muito boa. Coringa na sua melhor forma. Quando a história começa você fica em dúvida qual a real atitude do vilão. Mas quando ele mostra as cartas, não dá para parar de ler até a história terminar. Ah, em tempos, essa história é está fora da cronologia atual da revista.

Asa Noturna – Alvos – Conclusão: O arco fecha sem grande desfechos. Asa Derrota o vilão na armadura e toda a corporação não é derrotada pelo heroi, mas pelo Lex Luthor, mostrando mais uma vez que quem mexe com ele deve arcar com as conseguencias. Realmente prefiro o Asa nos Renegados do que em suas aventuras solo. História mediana.

Batman – Grotesko – Conclusão: A partir história da revista. Quase dormir lendo. Argh, bem no estilo xarope de ser. No fim o vilão cai na agua congelante e supostamente morre para no ultimo quadrinho aparecer congelado dando a idéia de que voltara. NÃO! POR FAVOR NÃO! Nem mesmo a traço da história empolga.

Batman – Ventriloucura: A última história da revista é excelente. Como sabemos, o ventríloco (Arnold Wesker) foi morto logo no começo do arco Cara a Cara (1 ano depois). Mas um ataque a Batman com bonecos no inicio da história leva a crer que novamente um vilão voltou da tumba. Supreendentemente não é Wesker o novo ventríloco. Scarface está de volta mas na mão de um outro psicótico. História sensacional, envolvendo o boneco famoso e dando uma nova roupagem ao vilão. Criativa, interessante e empolgante.

Conclusão: Uma edição muito boa. Se não por Grotesko e Asa Noturna podia ser muito melhor. Mas graças aos céus, a saga Grotesko acabou.

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.