Nintendo processada.

Que a Nintendo é famosa por processar empresas por quebra de patentes isso todo mundo está cansado de saber. Só que desta vez chegou a hora da Nintendo sentir o gostinho de ser processada. No último dia 12 uma companhia cinematográfica de Los Angeles processou a Nintendo por uso não autorizado da música  You’re So Cool, originalmente vista no filme True Romance lançado em 1993 do compositor ganhador do oscar Hans Zimmer, no seu comercial televisivo do jogo Paper Mario: The Thousand Year Door, lançado para o Nintendo GameCube.

O que mais chama atenção é que seis dias depois (18/06/2008 ) o processo foi retirado sem qualquer motivo. Será que a gigante japonesa pagou por fora para abafar o caso? Ou um pedido de desculpas foi aceito? Agora só nos resta imaginar.

Para quem quiser assistir o comercial:

 

 

Isso também pode lhe interessar

7 Comentários

  1. Na realidade isso é uma pratica comum entre as empresas. Se uma viola o direito da outra, o mais certo é chegar metendo um processo. Em geral certas ameaças não tem a praticidade de resolução que a entrada inicial num processo tem. Isso faz as coisas chegarem aos ouvidos e pessoas corretas, enquanto reclamações e ameaças acabam sendo filtradas antes de chegar a quem ter o poder de resolver.

    Estranho é o processo ter sido movido tanto tempo depois do game ter sido lançado, afinal faz anos que o comercial foi vinculado. Porque processar agora e não na época?

  2. Como o Mave disse, a Nintendo ja foi processada antes sim, e *quase* sempre ganhava. Outra excessao foi quando foi processada pela Atari e Sega juntas contra a norma, que ela tinha na epoca dos 16 bits, que produtoras para o console dela nao poderiam fazer jogos para outras plataformas por uns 2 anos. Foi graças ao fato de ter perdido que o Mega Drive pode, finalmente, ganhar versoes de Megaman, Castlevania e Contra, alem do exclusivo Rocket Knight Adventures da Konami.

  3. Germano, a Nintendo não perdeu esse “processo”, mas na verdade, foi “criado” um. As empresas criavam uma nova divisão de si mesmas para poderem lançar mais do que 3 títulos anuais para consoles Nintendo e para poder lançar também para os concorrentes sem quebra de contrato. A Konami tinha a Ultra Games, a Acclaim a Flying Edge, entre outras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.