Jogando

Impressões: Dissidia: Final Fantasy [PSP]

http://wylmemory.files.wordpress.com/2008/06/dissidia-final-fantasy-psp.jpg?resize=354%2C262

Dissidia é sem duvida, um dos jogos que mais foi esperado pelos jogadores em toda a história do portátil PSP. O jogo ficou sem informação alguma durante um bom tempo, mas finalmente, quando as mesmas foram se revelando, os felizes jogadores esqueceram até mesmo a quase nula história da Square ( e a Enix) nos jogos de luta. Será que a Square-Enix acertou?

Clique em “mais” e prepare-se para a batalha entre Cosmos e Chaos.

Tudo bem que o jogo é de luta, e ainda está em japonês, então nem era para eu estar tocando no assunto história. Mas tem um porém, o jogo não deixa de ser um Final Fantasy, e ai que entra a maior dificuldade, a sua ansiedade para saber a história, além do que cada equipamento transmite na habilidade do personagem. Vou tentar explicar como a trama se desenrola, do pouco que entendi nas minhas andanças pela Web: Há Chaos e Cosmos, cada um é Deus da discórida e da harmonia, repectivamente, como a discórdia é o que é, soltam-se os demônios pelo universo, e cabe a Cosmos e os guerreiros (os heróis de cada FF) a ajudar a paz a retornar. Isso é um resumo que pode estar muito errado, são meras suposições do pouco que entendi por aí…

https://i2.wp.com/www.rodrigoflausino.com/imagens/games/final_fantasy/final_fantasy_dissidia_23.jpg?resize=366%2C207

A jogabilidade, que é um ponto crucial em todo jogo de luta, está impecável, e ao mesmo tempo, totalmente característica, como todo Final Fantasy é. O jogo é todo em 3D e funciona de forma que lembra Dragon Ball Budoukai Tenkaichi (sem os mapas enormes) e há dois tipos de golpes: existem os golpes normais, que tiram vida e aumentam o numero de seu Brave (algo como medidor de magia) e há os golpes da Brave, que tiram a mesma quantidade da Brave acumulada quando se utilizam os golpes normais. Com a falta de Brave, seu personagem entra no estado de Break, onde toda a sua defesa é perdida, e os golpes tiram quantidades absurdas de dano. Além desses, há os golpes especiais, que utilizam uma barra própria, que quando completa habilita o golpe indefensável, que gera o maior dano e causa um Break quase que automático. Existe também a possibilidade de alterar os golpes do personagem para adequar melhor as estratégias, além de poder equipar um item toda vez que começa uma batalha.

https://i1.wp.com/www.rodrigoflausino.com/imagens/games/final_fantasy/final_fantasy_dissidia_22.jpg?resize=347%2C196

Os gráficos são caprichadíssimos, e de uma qualidade ímpar, mostrando que o PSP pode muito bem substituir a compra de um Playstation 2. No jogo não há CGs, tudo o que aparece de forma não jogavel é feito pela própria engine do jogo, que atua com muita competência também no modo multiplayer, que permite a criação de diversas salas de jogo e um modo de igualação de Lv dos personagens, para melhor equilíbrio. Eu poderia falar que a falta de um modo online é um erro, mas não faz tanta diferença quanto parece. O conjunto sonoro também é algo a ser levado em conta (ou seja, utilize um fone de ouvido de qualidade). Todos os efeitos de armas se debatendo, batidas, magias e falas durante as contendas são muito bem dublados, além das músicas de Nobuo Uematsu, que sempre agradam graças ao seu tom épico (por mim, se só tivesse One Winged Angel já tava ótimo, mas a seleção de musicas é impecável). O único contra nesse quesito é a estranha falta de dublagem em algumas falas no meio das CGs.

https://i0.wp.com/www.rodrigoflausino.com/imagens/games/final_fantasy/final_fantasy_dissidia_25.jpg?resize=356%2C201

Outro ponto forte, apesar do tipo de jogo, é o replay, que geralmente só é grande quando se tem com quem jogar. Graças ao sistema bem construído, toda a batalha é desafiadora, além de que a falta do inglês durante a escolha dos equipamentos e habilidades ajuda quando o jogador é obrigado a testar cada combinação para verificar qual se adapta melhor ao seu estilo de jogo.

Acertos e Furadas:

Jogabilidade bem construída, rápida e eficiente https://i2.wp.com/img152.imageshack.us/img152/522/p01aoo1.jpg?w=708

Modo multiplayer equilibrado e extremamente divertido https://i2.wp.com/img152.imageshack.us/img152/522/p01aoo1.jpg?w=708

A barreira do idioma japonês (para variar) https://i0.wp.com/img152.imageshack.us/img152/7919/n02afi0.jpg?w=708

Finalizando…

Dissidia é um jogo legítimo, digno de carregar o nome Final Fantasy nas costas, e mesmo assim se arrisca em criar situações novas, com sua jogabilidade divertida e técnica, que agrada a todos os gostos, além do carisma de todos os personagens envolvidos na trama.

Isso também pode lhe interessar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.