Jogando

Mini-Review: Valkyria Chronicles – PS3 [Post do Recruta]

Post enviado por Lucas Araujo.

Lançado no final do ano passado, Valkyria Chronicles ganhou um lugar na minha coleção de melhores jogos que já joguei. Todo dono de PS3 precisa comprá-lo. Comprei junto com meu PS3 por ser um RPG, mas ele superou completamente minhas expectativas. Esse jogo se passa nos anos 30, numa versão alternativa da Europa, onde está pra ocorrer a EW II (segunda guerra européia) entre o Império e a Federação Atlântica. Ele mistura elementos de rpg, estratégia e tiro em terceira pessoa.

A história começa com Welkin Gunther, filho de um herói da EW I e morador de Gallia, uma pacífica república no meio dessas duas grande supepotências. Sua cidade, Bruhl, está sendo evacuada para proteção dos habitantes. Na confusão, conhece Alicia, que futuramente virará sua aliada. Porém a guerra chega mais cedo em Bruhl e eles saem correndo para a capital. Lá Welkin, sua Irmã Isara e Alicia se juntão ao Squad 7 e entram em guerra contra o Império. A partir daí o jogo começa.

A história é muito boa e faz várias referências a Segunda Guerra Mundial. Tem os Darcsens, um povo que foi para os campos de concentração igual aos judeus.Tem também os Valkyrur, um povo místico e poderoso que foi misteriosamente extinto. O mais brilhante é que todo o jogo é se passa através de um livro, “On the Gallian Front”, ou seja, suas missões são capítulos. Durante todo o tempo você tem consiência de que tudo isso é uma história. Dentro desse livro se pode mexer no time, comprar armas e ordens (power-ups), comprar capítulos extras, jogar missões extras. Essas últimas porém são meio cansativas.

Agora sim, os gráficos. Valkyria Chronicles possui gráficos no estilo aquarela.Eu adoro gráficos assim, mas gosto é gosto. O estilo gráfico do jogo combina com toda a premisa do jogo se passar através de um livro e de contar a história da Segunda Guerra Mundial. A música combina com o jogo, mas não significa que você vai um dia baixar a OST de Valkyria Chronicles. Porém a dublagem é muito boa tanto em Japonês como em Inglês.

Finalmente, falarei do que fará você comprar Valkyria Chronicles (ou não), o gameplay. Já repeti inúmeras vezes que Valkyria Chronicles é um RPG-Estratégia-TPS. A mecânica básica do jogo é: crie seu time (RPG), distribua-o pelo seu campo de acordo com a missão e suas classes (Estratégia), escolha um soldado e tome controle dele por um tempo limitado (TPS). Além de ser original, é incrivelmente natural. Iria por uma imagem mas um vídeo possui várias imagens, portanto:

Prós: Gameplay variado, Gráficos lindos, Música emocionante, 25 de estratégia
Contras: Dificuldade elevada, visual infantil dos soldados, missões repetitivas

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios