AssistindoJogando

Epic Mickey pode migrar para outras mídias de entretenimento e até mesmo de consoles? SIM!

Epic Mickey está fazendo barulho. E um daqueles que não viamos em décadas de games com selo Disney. Parte disso é mérito de Warren Spector, produtor do game que não para de falar um único minuto sobre o projeto para tudo quanto é site internacional. Como o jogo já foi oficializado e as novidades mostradas na Gameinformer deste mês, não há porque não aumentar mais ainda o Hype sobre o título. Perdeu as novidades e scans da revista? Nós mostramos  praticamente há duas semanas atrás (veja aqui).

Warren admitiu que aconteceram conversas e muita discussão em tornar Epic Mickey em uma franquia, sobre as possibilidades da série ganhar um longa animado, quadrinhos ou um desenho. Não há nada confirmado, mas a Disney realmente parece empolgada com o game e tudo pode acontecer caso ele se dê bem no Wii quando for lançado em 2010.

Minha opinião agora: Particularmente, acho que as chances são grandes de algo feito pela Pixar. Basta lembrar que John Lasseter esteve muito empolgado com o retorno do coelho Oswaldo para a Disney, chegando até a admitir que a Pixar teria interesse em produzir curtas-animados com o personagem. Epic Mickey tem personalidade e originalidade na qual parece que a Pixar gosta de trabalhar, sem mencionar no próprio Oswaldo.

Quanto aos quadrinhos. Isso pode acontecer rapidamente. A Disney tem vários estúdios pelo mundo afora que trabalham na quadrinização de clássicos, seja dos antigos curtas do Mickey, ou até mesmo dos filmes da Pixar. Não são os tipos de quadrinhos que são publicados por aqui nas HQs regulares da Abril, mas isso não significa que não façam isso no resto do globo. Epic Mickey pode ir para os quadrinhos num estalar de dedos. Até mesmo sem que a própria Disney EUA saiba, já que a divisão de quadrinhos é um tanto quanto “tercerizada” em diversos países. A realidade é que a Disney nunca ligou para os personagens em quadrinhos e talvez por isso que eles diferem tanto de suas versões animadas.

Em outro momento do falatório de Warren Spector pela internet, ele admitou que Epic Mickey originariamente seria um game para PC, PS3 e X360. Na época, estudávasse um port para o Wii apenas. Mas chegou um ponto do projeto onde as coisas estavam complicadas demais e entrou em cena Graham Hopper, chefão da Disney Interactive. As plataformas grandes exigiam demais tempo e dinheiro para que o jogo fosse competitivo no mercado, e o Wii não. Mas havia coisas demais que não funcionam para que pudessem fazer um port para o Wii. O console da Nintendo teria que receber um jogo próprio se quissesse que as coisas dessem certo. Aí Hopper sugeriu que transformarssem o game num exclusivo. Warren aceitou, afinal, é muito melhor focar um jogo numa única plataforma do que em várias. Por isso, Epic Mickey é do Wii (custo benefício).

Entretanto, Warren afirma que a decisão de produzir futuramente uma versão para X360 ou PS3 é exclusivamente da Disney. Que se eles quisserem o game em outras plataformas, isso será feito. Por enquanto ele está contente com o focus no Wii, pelas razões acima é claro.

Isso significa que tudo dependerá de Epic Mickey se sair bem no console da Nintendo. E , na minha opinião, podem apostar quantas fichas vocês quiserem, mas se a Disney resolver criar um longa ou um animado pela Pixar da história de Epic Mickey, pode ter a certeza mais do que absoluta, que o game recerá versões HD para o X360 e PS3. Tudo vai depender da qualidade e do sucesso no Wii.

[Via Kotaku, VG247 e CVG]

Nota: É óbvio que ninguém vai confirmar ou ousar falar mais do que isso sobre indícios de que Epic Mickey pode futuramente ganhar um port para o X360/PS3. Isso certamente iria atrapalhar e minar as vendas da versão Wii. Isso só será feito, muito depois do jogo ter sido lançado e vendido o quanto puder vender como um exclusivo.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios