Assistindo

Céu ou Inferno: Quem ganhou a batalha final do quinto ano de Supernatural?! [5×22][PdS]

Supernatural: Ano 5, Episódio 22. Foi exibido no Brasil, dia 03 de Junho pelo canal Warner: “Swang Song”

Enquanto isso nos EUA: Este episódio que encerrou o quinto ano da série foi exibido lá fora no dia 13 de Maio.

Aviso: Continue apenas se você já assistiu ao episódio 5×22 de Supernatural. Haverão spoilers!

Não conhece o Papo de Série? Basta clicar aqui e ficar por dentro do projeto. Depois do “continue”, a gente conversa mais.

Um pequeno paralelo: Supernatural X Buffy!

Antes de comentar sobre o final da quinta temporada de Supernatural, gostaria de falar um pouco sobre o quão semelhante a série é com um sucesso da geração passada: Buffy – A Caça-Vampiros! Talvez alguns aqui nem conheçam a série da caçadora, que foi ao ar nos EUA entre 1997 à 2003, enquanto Supernatural só surgiu dois anos depois, em 2005. Curiosamente ambas as séries foram exibidas pelo menos canal nos EUA, o canal CW (na época da Buffy se chamava WB, em 2006 a Waner e a CBS formaram uma parceria e o canal foi renomeado para CW).

As duas séries tratam de um gênero bem comum nas séries americanas: o sobrenatural. E ambas são sucesso numa faixa etária mais jovem, e as semelhanças estão em todas as partes. Este ano Supernatural tratou de um tema bacana, o apocalipse, um dos temas corriqueiros que Buffy também enfrentava anos atrás. A diferença é que a história da série se passava numa cidade que alocava o que se chamava de Boca do Inferno, enquanto Supernatural é mais abrangente, os irmãos Winchester viajam por todos os EUA.

Algumas temporadas de Supernatural têm como enredo de fundo o fato de que  Sam demonstra querer viver uma vida normal, enquanto Dean já aceitou a sua sina de combater o mal, soma-se isso a temporada com a participação do pai dos garotos e  temos todo um drama familiar. No fim é aquilo que todos sabemos, os protagonistas destas séries nunca vão viver uma vida normal. Buffy também tinha este tema durante seus primeiros anos, como conviver a vidinha rotineira do dia-a-dia com vampiros e demônios querendo começar o fim do mundo? Namoro, trabalho, escola, segredos etc eram comuns em Buffy, afinal quando a série começou, os personagens ainda estavam no colegial, depois tudo amadureceu um pouco e o drama escolar desapareceu. Nesse ponto difere um pouco de Supernatural já que os personagens são um pouco mais velhos, Sam já começa no primeiro ano largando a faculdade após a morte de sua namorada. Buffy começa a faculdade na quarta temporada.

Outra diferença que existe entre as séries são os efeitos especiais. Buffy surgiu quase 10 anos antes, então tem muita coisa tosca, muito vampiro mal feito e efeitos especiais de qualidade duvidosa. É verdade que depois de alguns anos a coisa melhorou e muito para a série. Mas o primeiro ano de Buffy é de dar medo. Supernatural já não sofreu tanto com isso, apesar de que se comparar os efeitos desta temporada com a primeira, é perceptível certa evolução.

As duas séries usam uma fórmula quase semelhante de episódios, com um “monstro da semana”, somado a uma trama central que dá as diretrizes de toda uma temporada. É comum ter um vilão supremo de vez em quando, em Buffy havia o Mestre dos Vampiros, Angelus ou The One (o mal puro), já Supernatural teve o Demônio dos Olhos Amarelos e Lúcifer, neste recente ano. As duas séries também mataram seus protagonistas, Dean e Sam morreram já em Supernatural, assim como Buffy morre na quinta temporada da série, que tinha como vilã uma Deusa.

Supernatural e Buffy apensar se serem séries sobrenaturais, apostam e muito na comédia. As duas séries tem uma porrada de episódios voltados a comédia. Nesta temporada de Supernatural tivemos Sam e Dean imitando vários programas da Tv americana já em Buffy os personagens esqueciam quem eram, viravam suas próprias fantasias de halloween e cantavam no episódio musical. Um episódio excelente de Buffy é quando alguns demônios roubam as vozes de todos da cidade e quase todo o episódio acontece com os personagens apenas gesticulando e fazendo mímicas, sem qualquer fala.

Aonde quero chegar com estas comparações? Na realidade em lugar algum. Estou apenas divagando. Sou grande fã de Buffy e só comecei a assistir Supernatural porque estava órfão de uma série no estilo de Buffy em 2005. Acho bacana isso de que a cada geração há uma série que chama atenção. Gosto de Supernatural, mas certas coisas não me surpreendem como deveriam, justamente porque eu já passei setes anos numa série com o mesmo ritmo. De forma alguma isso diminui a qualidade da série, que na minha opinião é uma das melhores atualmente. Só achei que seria bacana fazer esse paralelo entre as séries. Sempre recomendo as pessoas que assistam Buffy, criada por Joss Whedom. Ok, a série tem um primeiro ano ruim e se perdeu nos dois últimos, mas Supernatural também não começou da melhor forma. cada série cresce e tem seu ápice em diferentes momentos. Fecho então o pequeno paralelo e vamos que vamos para o episódio deste Papo de Série!

5×22: Swang Song

Os dois últimos episódios de Supernatural foram sensacionais e muita coisa rolou em tão pouco tempo. Série boa é aquela que consegue mandar bem e criar cenas épicas. Pra mim a cena com o Dean e a Morte conversando no restaurante e a Morte dizendo que um dia vai ceifar Deus foi genial. Um daqueles momentos que só se vê a cada geração.

Swang Song não foi exatamente tudo que eu esperava, entretanto teve momentos dignos de um final de temporada. A cena  onde Lúcifer respira gelado na janela foi muito legal, pequenos detalhes como estes contam para os fãs. Apesar de que se Lúcifer já sabia do plano dos anéis dos cavaleiros, porque não se resguardou, pegando para si um pelo menos. Sem falar que depois de possuir Sam, continuou guardando a chave de sua cela no próprio bolso? Tsc tsc stsc… Estes vilões que se acham o tal sempre se ferram por isso. Ego é um problema no mundo do mal.

Castiel e Bobby nesse episódio também foram formidáveis. Aliás, tiro meu chapéu para o personagem Castiel que foi um dos pontos principais para que o quinto ano fosse o melhor de toda a série. O personagem teve seus altos e baixos e merecia ficar no elenco fixo do show no sexto ano, mas não vai rolar, espero pelo menos algumas participações esporádicas no mínimo. Ver ele explodindo no finzinho do episódio me fez ficar revoltado, mais ainda quando o Bobby morre. Mas essa coisa de morrer e não voltar nunca mais está fora de moda, então Castiel e Bobby vivem novamente antes do ano 5 acabar. Um outro momento bacana, mas do episódio anterior, foi ver Bobby saindo daquela cadeira de rodas, estava esperando por isso já a uns 3 ou 4 episódios.

E o Chevrolet Impala? Praticamente um personagem do elenco. Fiquei feliz com a importância dele no final do ano 5, apesar de clichêzão a forma como rolou. Mas faz sentido, sem uma casa, o carrão é o mais próximo de um lar que os Winchesters tinham, palavras do Profeta Chuck, que já irei comentar. A cena com o Impala e Dean chegando no cemitério (esqueci até o nome da música que estava tocando) e encontrando Lúcifer e Miguel foi hilária, mesmo com toda a tensão no ar. Aí depois junta o Castiel e o Bobby fazendo caretas tipo “é ué, não tem mais jeito, cá estamos”.

Todo o questionamento do quinto ano foi muito bem estruturado, seja a parte dos anjos, dos demônios, de Deus, do paraíso (que é uma Matrix celestial a meu ver), profecias, religião, Deuses e Cavaleiros do Apocalipse foi um excelente tema, acredito que será extremamente difícil superar todos estes temas épicos no próximo ano. Que, como todos sabem, não era para acontecer. Supernatural foi planejado para durar 5 temporadas, como o sucesso estourou vai durar mais. Mas a meta da série está cumprida, o que vier daqui pra frente é lucro. E quero só ver o que sobrou para se discutir na série daqui pra frente.

A única coisinha do último episódio que não curti foi o finzinho, com Sam aparecendo na escuridão. Não sei qual é a explicação para esta cena ou se é realmente o Sam quem apareceu ali, mas tem clichê maior do que terminar a temporada com um gancho assim? Pela forma que ele estava espreitando o Dean, deve ser um “Evil Sam” ou algo assim, não acredito que o sexto ano trará Lúcifer como vilão novamente, se fizer isso, vai ser muito desastroso.

Quanto ao Dean, não sei se me convenci totalmente se este era o melhor final para o personagem. Mas foi um pouco emocionante vê-lo tendo uma vidinha normal, mas será que era isso o que mais ele desejava? Sei não.

E o Chuck, o tal profeta? Fica implícito e totalmente evasivo, mas ele seria Deus, correto? Cara deus é meio nerd, afinal, é escritor e ainda vai em convenções (teve um episódio meio assim). E até deus se diverte com prostitutas e bebida. Uma visão interessante do todo poderoso. Achei legal essa ambiguidade do personagem no fim de tudo.

Esse episódio final de Supernatural merecia ter sido de duas horas, mas fiquei feliz com o que conseguiram em 40 minutos, até flahsback com os melhores momentos da série deu para colocar. E é isso, agora é esperar pelo próximo ano.

Peço desculpas pela demora em escrever este post. Queria realmente ter feito ele antes, mas só puder ver o final da temporada neste fim de semana que passou, gravado do Warner Channel. Agradecimento especial ao Théo, que tinha o episódio em questão no PC e pode me passar as screens para ilustrar o post (senão fosse por isso, ele ainda levaria mais alguns dias para ser feito). 🙂

E que venha a sexta temporada em Setembro/Outubro deste ano!

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios