Lendo

Histórias do Vol. 06 de Clássicos da Literatura Disney! [MdQ]

No post de fotos do volume 6 de Clássicos da Literatura Disney, feito no final de semana dei uma breve explicação sobre o atraso no MdQ desta edição, para quem perdeu basta clicar aqui. Passado todo o drama de quase ter ficado sem a edição, já deu para ler o volume com calma e poder refletir um pouco sobre as histórias. Vou então comentar um pouquinho sobre as mesmas. Os clássicos desta edição são:

As Aventuras de Marco Polo
História produzida em 1982 (Inducks)
Roteiro de Guido Martina e Romano Scarpa e desenhos de Romano Scarpa
103 Páginas
HQ já republicada no Brasil em:
* Grandes Aventuras Disney 1 (2003)
* Em 1984 foi publicada por aqui dividida em 4 partes, separadas em 4 revistas distintas.

O Tesouro de Marco Polo
História produzida em 1973 (Inducks)
Roteiro de Carl Fallberg
e desenhos de Tony Strobl
17 Páginas
HQ já republicada no Brasil em:
* Tio Patinhas nº95 (1973)

Sobre as histórias, a gente conversa sobre elas após o continue. 😉

* As Aventuras de Marco Polo: Veja bem, existe dois pontos positivos em relação a esta história que abre o sexto volume. Primeiro é que saímos do período de histórias italianas da década de 50, que mesmo que haja muita coisa inédita dessa época, o traço é ruim e as histórias não são tão agradáveis como as italianas de décadas mais recentes. A segunda coisa é o colorido desta história que é brilhante. Não faço idéia porque foi colorido assim, mas pra mim todas as histórias dessa coleção deveriam ser coloridas digitalmente desta forma, com imagens em textura, sombras e resaltando iluminação e cores. Os quadros onde parece que está entardecendo são lindos. O traço de Romano Scarpa também é muito melhor que os artistas dos volumes anteriores. O resultado é uma história agradável visualmente de se ler e que ao mesmo tempo, não parece nem um pouco antiga.

A única coisa que me chateia um pouco, é que eu já havia lido a mesma, então não houve muita novidade aqui. Eu tenho a edição em formatinho desta saga publicada em 2003 e a qualidade é basicamente a mesma. E segundo o Inducks, o layout dela foi remexido para ocupar menas páginas. De 126 páginas do original, mas a nova montagem, com páginas recebendo 4 quadros por linha ao invés de três, a história ficou com 103 páginas. Uma economia considerável de espaço, só que resulta em quadros um pouco menores. Até aí tudo bem, mas esse volume poderia muito bem ter ganhado alguma outra história curtinha sem problema algum. Eu sei que o volume espanhol saiu apenas com duas histórias também, mas lá o layout não foi remexido, ou seja, esta história por lá ocupou 23 páginas à mais. Já vou voltar a falar nisso quando chegar na próxima história, continuem lendo.

Quanto à história, ela é ótima, engraçada e cheia de referências verídicas a respeito de Marco Polo. As páginas explicativas comentam com bastante detalhes sobre isso. Ficou engraçado o modo como a história se move, em capítulos, onde o Mickey narra a história como se fosse uma série de TV, para que o Tio Patinhas decida o que irá filmar ou não. No fim ele acaba cortando todos os capítulos, com exceção do último, porque a série seria cara demais para ser filmada. E no final, quando ele realmente achei, achei uma boa idéia do roteiro, inserir a personagem da Pata Lee, fazendo par romantico com o Donald e assim a Margarida é quem impediria que o final fosse feito. Ficou engraçado esta história de bastidores, enquanto na saga contada, Donald no papel de Marco Polo, era no final das contas, um grande herói.

* O Tesouro de Marco Polo: História velha, com um colorido antigo que meio que fica destoado se comparado com a primeira do volume. E meio sem graça alias. Não gostei e achei que poderia ter fechado esta edição de uma forma diferente. Não queria mencionar o volume 7, Guilherme Tell, mas vou mencionar aqui por causa de um motivo, a Editora Abril no próximo volume trocou uma das histórias que saiu nas versões internacionais, qual a gente conversa quando o post do volume 7 surgir, mas pensando nisso, que a Abril pode alterar o conteúdo dos volumes, ela poderia muito bem ter mexino neste volume. Como? Vamos lá, hora da matemática:

Esta história tem 17 páginas, e é uma republicação. O quarto volume de Clássicos da Literatura Disney (Cavaleiros da Távola Redonda) teve ao todo 156 paginas o volume inteiro (com paginas extras e tal), sendo que 145 páginas foram apenas de quadrinhos. Dado retirados do inducks.

Este volume tem 103 páginas da história principal, o que deixa um espaço aproximado de 42 páginas para quadrinhos, que foram preenchidos apenas 17 paginas com essa histórinha chata do Tony Strobl, que basicamente serve como tapa buraco, para o volume não ficar pequeno demais. Enfim, fiz uma pesquisa no Inducks e existem outras histórias que poderiam muito bem ter entrado no volume em substituição a essa segunda história, que seria bem mais interessante.

Tem uma do Mickey (também já publicada no Brasil) chamada simplesmente “Marco Polo” com 44 páginas com o Pateta, que parece bem interessante. (Inducks) Ela teve até chamada de capa no brasil, na extinta e saudosa “Pateta faz História” (veja). Até mesmo Carl Barks tem uma história de 24 páginas chamada “O Tesouro de Marco Polo” que poderia muito bem ter ficado na do Tony Strobl, história bem mais clássica.

Agora a que me chamou a atenção mesmo foi “Topolino e i milioni di Marco Topo“, inédita no brasil, com Mickey e Pateta viajando no tempo para a época em que Marco Polo existiu. Ela é da série Máquina do Tempo (expliquei aqui do que se trata essa série), que na minha opinião casa perfeitamente com a proposta da coleção. A única tristeza é que ela tem 96 páginas, então não haveria como públicá-la no mesmo volume que a saga do Romano Scarpa, pois daria quase 200 páginas. A história é de 2008, bem mais atual e moderna. Enfim, fiquei na vontade pela inédita do que em reler algo que eu já havia lido anteriormente.

No fim, o volume 6 meio que foi desanimador pra mim. Poderia ter sido muito melhor do que realmente foi. Tinha um acervo bem mais interessante para o mesmo e poderia ter tido mais páginas, já que os volumes anteriores também tiveram. E vou ter essa mesma reclamação no volume 7, mas isso a gente conversa no próximo.

Créditos das imagens das páginas deste volume ao hotsite da Abril para a Coleção. 🙂

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.