Assistindo

House chega ao fim de mais uma temporada e fica claro: está quase virando uma novela! [6×21] [PdS]

house

House: Ano 6, Episódio 21. Foi exibido no Brasil, pelo canal Universal, dia 24 de Junho: “Help me”

Prescindindo aqui da boa e velha retrospectiva quando se analisa o fim de mais uma temporada, porque o Thiago Machuca já fez aqui, vou direto ao episódio e também ao que o futuro guarda para os fãs da série!

Aviso: Continue apenas se você já assistiu ao episódio 6×20 de House. Haverão spoilers!

Não conhece o Papo de Série? Basta clicar aqui e ficar por dentro do projeto. (E também conferir algumas imagens das filmagens da nova temporada!).

house

Em “Help me” vemos House em meio aos escombros de um acidente (bem esquisito, por sinal), o qual um cara perde o controle de seu guindaste (!) e detona um prédio…

Podemos ver todo o drama que se passa em um acidente, bem ao etilo cinematográfico: cirenes, ruídos, gritos, poeira levantada etc. O sujeito que perdeu o controle do guindaste é analisado por House e é enviado ao hospital, junto com as outras vítimas… Lá ganha atenção especial da equipe de House para um “diferencial”, como eles chamam e aí, por telefone, House mostra que é o retado!

Achei isso tudo uma “forçassão” de barra daquelas, só para manter o resto da equipe no episódio (fora atendimentos de emergência) e ter uma história paralela ao dramalhão que iria se seguir com o protagonista.

O episódio também remete a algumas questões da segunda temporada e dos primordios que fazem House, ser House, ele fala que optou, acima de tudo, por permanecer com sua perna, em vez de ouvir sua então esposa e também a Cuddy. O Doutor fica frente a frente com uma vítima (que só ele conseguiu ouvir e, mesmo “aleijado”, se meteu em um buraco para salvá-la) e a convence de manter sua perna, que está presa sob escombros. Até aí, bem legal, porque mostra que ainda tem uma coerência e a linha de pensamento da série não se perdeu totalmente…

house

De qualquer forma, a tal mulher acaba tendo a perna amputada e morre de uma infecção relâmpago, acabando ainda mais com auto estima de House, que já estava lá embaixo: após ver que só a vida das pessoas tinha melhorado com sua atitude, House levanta a bandeira branca e dá o tal livro de presente a Cuddy (o livro escrito pelo parente dela, que vale uma nota, visto no episódio anterior) e decide que ele é infeliz mesmo e pronto – em uma cena bem besta em que, dava pra ver que Cuddy já não estava mais com Lucas, bem ao estilo Malhação.

Mas, aí, vem a chateação e o drama: volta ou não para o vício? Cuddy diz que não ama, mas na verdade ama?

E, como manda o figurino, na hora “H”, aparece Cuddy (suja de terra, vestida com roupa de trabalho), dá-lhe um beijo e pronto, tá tudo em paz!

E as questões futuras: House vai virar papai da garotinha? Vai enviar flores e cantar na chuva?

Onde ficam as tramas intrigantes e roteiros inteligentes das temporadas anteriores? Quando um caso médico dava o tom da série, que era permeada pelo drama dos personagens e não o inverso… Onde fica o House verdadeiro, que só queria assistir a uma novela no quarto de um paciente em coma e fugir das suas horas de clínica médica? Aliás, onde está o senso de humor dessas horas?

Claro que o personagem tem que mudar: ninguém fica igual durante seis anos. Mas, com essa mudança, a essência se perdeu e aí, a partir de agora, pode ser qualquer série do gênero. Sem o House carrancudo, qual a diferença entre esta e os outros seriados do genêro?

house

Já estamos falando de drama, acima do argumento inicial da série. Argumento esse e caracterização de personagem essa, que fez House ganhar prêmios e alcançar tamanho sucesso…

Durante toda a temporada, a doença da Número 13 foi esquecida (só um relance no finalzinho dizendo: “estou aqui”. Mas, lembram que ela já está ficando bem ruinzinha? Piorando gradativamente, arriscando até a própria vida entre outros episódios anteriores porque já estava sofrende efeitos graves…

Apareceu ainda o insuportável e nada carismático personagem (e ator também) Lucas (que tinha desaparecido de repente, sem explicação e reapareceu tão de repente quanto, lembra?). House se apaixonou por uma moça quanto estava internado, depois se reapaixonou por Cuddy e em seguida, citou a outra mulher e depois, pra ficar legal, voltou a se apaixonar por Cuddy… Aí fica difícil!

Esse não é mais o House gênio que quebra regras: é o House que deixa o pé de um homem necrosar porque ele vai ser pai e não quer ir a guerra! Em vez de, como faria o bom velho e House, assinar um atestado e pronto! O House desta temporada é além de tudo, um patriota…

A série continua com contrato assinado, mas, até quando seria bom continuar e embromar, matar personagens aleatoriamente para criar dramas momentâneos, perdendo a magia da série e, a cada episódio se contradizendo…O próprio Hughie Laurie se preocupa com isso. Em entrevista a uma revista americana, ele falou que está feliz com a sexta temporada, mas, deseja que todos saibam o momento de parar!

De qualquer forma, as filmagens já começaram, como você pode conferir nas imagens abaixo:

E, pelo menos, a Super Moto estará de volta! Vamos esperar pra ver, não é assim?

house
house

Isso também pode lhe interessar

Pedro Duarte

Jornalista apaixonado por todas as coisas que existem. Deve ser isso! Não há nada de novo que não demonstre interesse imediato em conhecer: ler, assistir, escutar, experimentar. Tentando viver um pouquinho de tudo por dia e passar a experiência aos nossos leitores!
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.