Assistindo

Star Wars: George Lucas mudou o final original para agradar a indústria de brinquedos! Pode?

satr wars

Podendo ou não, parece que é a mais pura verdade!

Como os fãs de Star Wars devem saber, este ano é o 30º aniversário de O Império Contra-Ataca, ápice máximo de Star Wars – franquia que já arrecadou 16 bilhões de dólares entre bilheterias e merchandising.

E parece que esse aniversário também significou um basta para o produtor Gary Kurtz, que trabalhou e produziu com Lucas, os outros filmes iniciais de Star Wars: Uma Nova Esperança e O Retorno de Jedi.

Kurtz, hoje com 70 anos, parece querer tornar as mazelas do passado públicas e, para isso, contou a sua verdade sobre o que Star Wars se tornou, motivo pelo qual ele desfez a parceria com George Lucas.

Em entrevista ao Los Angeles Times, Kurtz disse que “podia ver onde as coisas estavam indo”, e acrescentou: “O setor de brinquedos começou a dirigir a Lucasfilm. É uma vergonha. Eles faturam três vezes mais com os brinquedos do que com os filmes. É natural tomar decisões que protejam o setor de brinquedos, mas essa não é a melhor coisa para fazer filmes de qualidade. “.

Segundo Kurtz, o primeiros filme tinha o comprometimento de contar uma boa história, mas, ele pôde ver que as prioridades de Lucas estavam mudando. “Se não fosse por isso o filme têria tido êxito por seus próprios méritos. A equipe criativa não estaria olhando por cima do ombro o tempo todo. “, analisa.

star

Brigas e desavenças à parte, o grande prejudicado parece mesmo que foi Star Wars, pelo menos no que se refere a qualidade dramática – já que em outros aspectos, a franquia é uma das mais bem sucedidas da galáxia!

Contudo, o “final original” de Star Wars teria sido épico e mais marcante do que o que vimos na verdade, segundo Kurtz: “Em vez de amargo e triste, ele queria uma euforia terminada com todo mundo feliz. A ideia original era que iriam resgatar (o sequestrado) Han Solo, ainda na parte inicial da história e que ele iria morrer em seguida, na parte do meio do filme, em um ataque à uma base imperial. George decidiu então que não queria nenhum dos personagens principais mortos. À essa época, as vendas de brinquedos eram realmente grandes e essa era a razão”, revelou de forma amargurada.

Ao final, Léia estaria totalmente ocupada com suas novas funções de rainha, as forças rebeldes estariam em frangalhos e Luke terminaria andando sozinho: “Teria sido um final muito mais emocionante do que a euforia de um luau feito por ursinhos de pelúcia”, conta Kurtz.

Mesmo com as brigas e mesmo com Gary Kurtz se mostrando totalmente decepcionado com o desfecho da franquia, ainda é possível perceber um tom de nostalgia e até saudade por parte do produtor que, de uma maneira ou de outra, no momento em que viu ser lançado nos cinemas O Império Contra-Ataca, diz ter percebido que se tornaria o maior fenômeno da cultura pop de todos os tempos: com comentários alucinados de fãs e de críticos especializados.

De uma forma de outra, ele é um pai orgulhoso da sua criação, dos efeitos especiais e de tudo o que fizeram pela cultura pop mundial. E talvez, da nossa galáxia…

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Pedro Duarte

Jornalista apaixonado por todas as coisas que existem. Deve ser isso! Não há nada de novo que não demonstre interesse imediato em conhecer: ler, assistir, escutar, experimentar. Tentando viver um pouquinho de tudo por dia e passar a experiência aos nossos leitores!
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.