AssistindoSeriados

Recomendação: Torchwood! Ficção científica do melhor jeito britânico! [PdS]

Torchwood

Torchwood é uma série britânica que estreou sua primeira temporada em 2006 no Reino Unido como um spin-off da famosa Doctor Who, mostrando o trabalho de Jack Harkness e a equipe de Torchwood combatendo alienínegas e outras ameaças que venham através da fenda no tempo e espaço que existe na cidade de Cardiff. Com essa simples premissa, a série se tornou um dos maiores sucessos da TV britânica.

Torchwood, que já possui três temporadas completas, é exibida no Brasil pela People & Arts, infelizmente de modo bem precário.

A primeira temporada nos trás uma série ousada, abusando de assuntos polêmicos e bem interessantes como vida após a morte, sexualidade ou a questão de até onde iríamos para salvar a pessoa que amamos. Nos faz pensar no que faríamos se pudéssemos ler pensamentos, acordar os mortos ou ver o futuro. Habilidades que muitos de nós já sonhamos um dia em ter, porém podem não trazer os benefícios que sonhamos.

A série possui um formato de episódios fechados, onde cada episódio possui uma trama em separado, girando em torno de uma trama principal da temporada, bem parecido a famosa Fringe.

O primeiro episódio segue o ponto de vista da policial Gwen Cooper e o dia em que ela conhece Jack Harkness, um homem misterioso que se revela o líder da agência de Torchwood. Ao entrar na equipe sua vida muda drasticamente e muitos de seus conceitos são quebrados. Os outros membros, Toshiko Sato, gênia e especialista em tecnologia, Owen Harper, médico da equipe, e Ianto Jones, o faz-tudo, a primeira vista parecem um pouco caricatos, porém suas tramas e evoluções durante a série atingem uma profundidade muito grande, o que rapidamente nos familiarizam com os personagens.

Torchwood, além de alienígenas, também lida bastante com distorções no tempo causados pela fenda de Cardiff, onde a maior parte da série se passa. A fenda é o principal plano de fundo , sendo o motivo de grande parte das ameaças ocorridas. Mesmo com a maioria dos assuntos surgirem dela, a série não cai na monotonia de repetição, cada episódio aborda o assunto de maneira diferente, nos trazendo várias surpresas durante as temporadas.

Um ponto interessante a se destacar em Torchwood, é que mesmo sendo uma série que fala sobre alienígenas, o ponto forte dela é o desenvolvimento dos personagens humanos. Inclusive o tema de vários episódios é como fazer o trabalho que eles têm em mãos sem deixar de lado sua humanidade.

Na segunda temporada é onde a Torchwood parece se encontrar, melhorando bastante sua qualidade, tanto de roteiro como de produção. Até os efeitos especiais (que podem deixar a desejar na primeira temporada). Também na segunda temporada a série começa a desvencilhar todas as suas ligações com sua série original, Doctor Who, explicando todos os nós soltos para os fãs da primeira. É muito legal também ver o passados de todos os membros da agência, nos fazendo entender as ações dos personagens durante as temporadas. Coisa que não acontecia antes, onde na primeira temporada, a série se passava quase toda pelo ponto de vista da personagem de Gwen. Já na segunda, todos os personagens ganham bastante destaque.

Em sua terceira temporada, exibida em 2009, o formato muda drasticamente, saindo de uma temporada completa de 13 episódios, para uma minisérie de 5 episódios exibidos em uma semana. Esta temporada foi um grande sucesso, não só no Reino Unido, mas com boas audiências também nos Estados Unidos. A temporada, nomeada Children of Earth, saiu do formato de episódios fechados e exibiu uma única história durante os 5 episódios.

Esta foi a temporada mais dramática e me surpreendeu e emocionou bastante com seu final. Algo muito interessante, principalmente no quarto episódio, me fez repensar no que nos leva a chamar algum personagem de vilão. O episódio nos mostra a face mais terrível do ser humano. Em uma reunião dos líderes do planeta, em um texto extremamente bem escrito, os personagem falam aquilo que talvez muitos de nós pensamos mas não temos coragem de falar. Me fez indagar se no lugar daqueles personagens julgados maus, alguém faria diferente.

A quarta temporada, que será chamada de “The New World” está confirmada para a estreia em 2011 e terá o mesmo formato da terceira, tendo uma história única fechada, como é comum entre as séries americanas, porém com 10 episódios. Nesta nova temporada o foco sairá somente de Cardiff no Reino Unido e ganhará proporções mundiais, tendo tramas e personagens também nos Estados unidos além de outros lugares do mundo. A quarta temporada vem sendo produzida com parceria do canal norte-americano Stars e promete uma qualidade ainda maior que as temporadas anteriores.

Abaixo vocês poderão ver os trailers das três temporadas:

Primeira temporada:

Segunda Temporada:

Terceira temporada:

Elenco: Jack Harkness (John Barrowman), Gwen Cooper (Eve Myles), Ianto Jones (Gareth David-Lloyd), Owen Harper (Burn Gorman), Toshiko Sato (Naoko Mori), Rhys Williams (Kai Owen).

Essa é uma das séries que eu mais recomendo atualmente e para quem gosta de uma boa série de ficção científica, Torchwood é um prato cheio!

Isso também pode lhe interessar

Hugo Crisostomo

Viciado em séries e em jogos de RPG. Normalmente sem tempo para nada mas a hora de assistir minhas séries é sagrado! Odeia pessoas que preferem miojo de carne.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.