Jogando

Pronto para se aventurar em Isshu? Um pequeno preview e os Pokémon favoritos da equipe! [DS]

Mais uma vez somos apresentados a um novo continente para retornarmos ao mundo de pokémon. Um menino ou menina de uns 10 anos inicia sua jornada na busca de ser um mestre pokémon. As incontáveis repetições no enredo de pokémon é evidente ao longo da série, mas o charme, e a genialidade do produto não repousam sobre este fato, mas sim no incrível sistema de batalhas, que inclui tipos, ataques, e habilidades diferentes, na brilhante ideia de capturar monstros e treiná-los para enfrentar todos os seus oponentes e até seus amigos.

A grande sacada de pokémon está aí: multiplayer e variedade. Me digam quantas possibilidades existem de formar times diferentes com seis bichanos cada? E ainda existem elementos como a combinação de tipos, e os ataques que foram evoluindo a cada geração e agregando cada vez mais complexidade ao jogo.

Ao meu ver a grande revolução em pokémon, como já havia citado aqui, que mudou realmente o modo de jogar e tornou as batalhas efetivamente mais competitivas, sejam de EVs ou aquelas totalmente descompromissadas, foi a divisão de todos os ataques entre físicos e especiais. Isso promoveou, como anteriormente citado, uma valorização maior de certos pokémons ates totalmente inúteis. E a cada geração nova há , de certa forma, o compromisso da Game Freak de adcionar ao já sempre competitivo sistema de batalhas novos ataques, abilidades para os pokés, e até Tutor novos, para possibilitar novas estratégias e até desfazer certos bichos apelões no jogo. Quem não se lembra por exemplo do clássico Alakazam Fire, Ice , Thunder Punch e Calm mind, que podia varrer um time todo depois de 2 rodadas?

Após o continue mais um pouco do preview e os respectivos rankings de alguns membros da equipe!

Comecei com pokémon na época da febre mundial dos monstrinhos, quando a finada Pokémon Club existia e economizava o troco da padaria para comprar algum exemplar de vez em quando! Assistia o anime, e logo depois estava lá o segundo jogo que ganhei na minha vida, Pokémon Yellow. Confesso que demorei um ano para sair do Brock, pois era muito criança e cá entre nós derrotar aquele Onix com um pikachu e um pigeotto era broca, né? XD Depois de suar com meu Mankey, derrotei o bendito e aí realmente descobri o que era pokémon, em uma semana cheguei no 6° ginásio, jogava todo dia, estava deveras maravilhado com o mundo de pokémon.

A febre diminuiu e eis que chega as lojas a 2° geração, Gold/Silver/Crystal, recebi minha cópia e comecei o jogo, quando acertei o relógio e joguei de noite meus olhos brilharam! Um jogo que refletia o mundo real? Na época era uma senhora inovação e concerteza teria sido bastante para me manter preso à tela do jogo e comprando pilhas e mais pilhas para o meu GBC! Mas ainda tinham mais 100 bichanos novos, e o que dizer dos pokémons shynies? Quando encontrei meu Spinarak Shiny, soltei um berro, lembro disso até hoje XD! Era todo dia jogando com os amigos e treinando, procurando Raikou, Entei Suicune, e eis que fui deixando o jogo de lado até largá-lo completamente.

3° geração foi lançada e eu não possuia GBA. Realmente ignorei quase por completamente pokémon durante esta época achava até sem graça, pois pra mim os pokémons perderam o algo a mais que tinham nas gerações anteriores, estavam muito artificiais, confesso que só joguei o jogo para completar a pokédex nas versões de DS.

A 4° para mim foi a volta em grande estilo dos pocket monsters, com a volta dos cenários dirnos e noturnos, um pequeno avanço gráfico nos cenários, e a já citada mudanças aplicadas ao golpes. A essência dos primeiros jogos estava de volta, e o online, mesmo que precário, deu um gás na série.

Neste novo jogo, pelo que nos foi apresentado até agora a Game Freak está de parabéns quanto as novas habilidades, e até a inclusão destas em pokémons de gerações antigas pelo chamado “Dream World”. Eu particularmente gostei muito da habilidade do já pop Zoroark, que ganhou até filme, chamada Illusion. Ela faz com que o pokémon apareça para oponente com o sprite e o nome do 2° pokémon do seu time, ou seja, ele pode achar que seu Zoroark, que é do tipo Noturno (Dark para os puristas), é o seu Machamp, e mandar um Psychic e Bang! It doesn’t affect! Enquanto você acaba com ele logo em seguida! É uma adição deveras interessante que deixará os jogadores com aquela dúvida, será que é o Zoroark? Ou não? Ponto para GF!

A expectativa em torno de B/W por minha parte está alta. O jogo sofreu inclusões interessantes  como o “Dream World” que permite você conectar o seu jogo à uma conta criada no site do “global link”, que pode ser acessada via computador e nela você pode jogar minigames para conseguir itens,pokés e berries, jogar partidas online, e até baixar conteúdo adicional! Eu vejo essa evolução de pokémon como um passo, cada vez maior em direção aos MMO, que quem sabe, no próximo console da Nintendo, com uma internet melhorada, isso não possa vir a ocorrer?

Fiquei animado com as novas combinações como dragão/noturno, metal/noturno, mas me desapontei em termos de stats dos novos monstrinhos. Ao meu ver estão defasados em relação aos antigos, que acredito que continuarão reinando nas batalhas competitivas, com exceção de alguns poucos novos. Mas isto é a primeira impressão com os números e informações fornecidas até agora então não posso detalhar e generalizar muito pois ainda não conhecemos uma penca de habilidades e novos golpes, que talvez possam equilibrar o jogo.

Na questão gráfica fiquei feliz pelo avanço da série mas não completamente satisfeito, pois acredito que poderiam ter sido feitos gráficos no estilo de Zelda PH para o próprio DS. Mas é verdade que as batalhas ganharam mais vida, deixaram de ser estáticas. E isto demonstra a preocupação com este ponto, coisa que a série nunca levou muito a sério. Ainda temos a inclusão das estações do ano que certamente forneceram a mim uma dose de nostalgia, a mesma que tive com a inclusão do Dia/Noite no segundo jogo da série!

Aguardo ansiosamente para ser lançado no ocidente e eu poder ter minha cópia em mãos para mais uma vez embarcar neste complexo RPG. E vocês também estão? Tem alguma novidade que não citei que vocês gostaram bastante?

Rankings!!

Obs.: As artworks não possuem a característica borda mas são todas ampliáveis!

Rackor

Geral

1º Charizard
Charizard
2º Feraligatr
Feraligatr
3º Snorlax
Snorlax
4º Alakazam
Alakazan
5º Gengar
Gengar

Bem comecemos do último, Gengar. Ele é um bichano que sempre gostei, apesar de nunca conseguí-lo pelo famigerado cabo game-link que não possuía na época, mas ele sempre perdia pro Alakazam que era o meu verdadeiro favorito entre os pokés do tipo Psychic/Ghost/Dark, sempre rápido e batendo forte antigamente era um parto para acabar com um desses e sempre tinha que apelar para um “parrudão” cheio de defesa e ataque como Snorlax. Realmente este é um pokémon que me divide até hoje. Sempre tive raiva dele por bloquear a passagem lá nas primeiras fitas, e não conseguia achar o raio da poké flute, e eu realmente tentei de tudo para acordá-lo, acreditem até potion eu tentei usar XD. Mas no final acabei capturando todos os gorduchos disponíveis nas fitas e tenho eles até hoje ( claro, agora das FR/LG). E por último, o único inicial que eu peguei sem ser de fogo. Se Totodile era divertido e “gracinha”, Feraligatr é mal encarado, e “cool”, lembro-me de deitar quase todo mundo da primeira liga das versões G/S/C, só com ele, Lance que o diga.;).

Charizard é um ícone do jogo, por si só. Acredito que seja o pokémon inicial mais escolhido entre os da primeira geração. Charizard tem a aparência de um dragão, algo que tem um apelo muito grande, e o desenho só ajudou a aumentar a sensação de poder que o pokémon representa. Existe também a dificuldade que é permanecer com o mesmo até o final. Eu mesmo quase desisti do bichano por sempre apanhar vergonhosamente do Brock antigamente, mais recentemente na versão Fire Red isso ficou até mais fácil pois a criaturinha até chega a aprender Metal Claw, o que facilita um pouco as coisas. Não tinha como não ser o primeiro!

Lendários

1º Ho-Oh
Ho-Oh
2º Mewtwo
Mewtwo
3º Rayquaza
Rayquaza

Sinceramente Rayquaza pra mim é o bicho com mais cara de apelão do jogo todo! E para pegar ele na R/S/E era um teste de coordenação motora infernal. Alguém se lembra da Mach Bike e do chão que quebrava na torre em que estava nosso amiguinho? Sem contar que ele tem na minha opinião a forma shiny mais bonita do jogo inteiro até hoje, é um dos poucos exemplos em que o shiny não fica estranho e bizarro. Seguindo com Mewtwo, experiência mal-sucedida de clonar Mew. É um Alakazam mais apelão, ou seja, não destrói, humilha, e como prova disso tem a caverna mais pavorosa e forte que eu já vi nos jogos da franquia, Cerulean Cave, onde os pokémon selvagens tem no mínimo level 60!

Eu sempre gostei da Ho-Oh, desde que ela apareceu no primeiro episódio do desenho, quando Ash começa a sua jornada que perdura até hoje. Quando ele foi anunciado realmente corri para compra a fita o mais rápido possível. Um pokémon que representa o arco-íris, e ainda tem um ataque chamado Sacred Fire (Fogo Sagrado)? Épico.

5ª Geração

1º Zoroark
Zoroark
2º Archeous
Archeous
3º Sazandora
Sazandora

Para começar bem nada melhor que um dragãozinho overpowered, e como! Fiquei impressionado com a tipagem Dragão/Noturno do Sazandora, que confere ao bichano muitas resistências e tira do dragão, algumas das poucas coisas que tiravam “normal”, e anula Psychic e Ghost. Ainda tem 3 cabeças, o que parece ser uma nova tendência nos novos pokés, o ciclo de a cada evolução adiciona uma cabeça ou braço, bem falta de criatividade por parte da equipe do jogo na minha opinião, o pokémon sorvete foi ridículo. Sério.

Archeous é parecido com um Aerodactyl, mas o que realmente me tentou foram os stats. Imagine um ataque de Rhyperior com a velocidade de um Gengar, super apelão né? Pra piorar ainda tem a combinação Flying/Rock que particularmente gosto muito. Enfim, na minha opinião o mais apelão dessa geração, algo realmente muito acima da média e além, dos mais fortes já presentes no jogo, quase um lendário.

Zoroark foi um dos primeiros pokés anunciados da nova safra e seu design já tinha me chamado atenção, adicionado a uma quedinha que tenho por tipo Noturno, e a habilidade única dele Illusion, que achei simplesmente demais e muito estratégica. Acho que é uma adição que como falei lá em cima vai realmente mudar o andamento das batalhas!

Inicial & Guardião

Tsutarja
Tsutarja
Zekrom
Zekrom

Eu achei fracos esses inicias, principalmente porque simplesmente parece que a Pokémon Co. simplesmente repetiu outros inicias com sprites diferentes. Até parece tabu agora o inicial de fogo ser Fire/Fighting, achei isso ridículo. Mas dentre eles foi esse aí que me chamou atenção, que na evolução final se transforma numa cobra, do desastre que foram os iniciais achei realmente que o estilo do de plante se sobressaiu muito mais sobre os outros, que não achei com carisma algum.

Já o Zekrom, sempre gostei de pokémon elétricos, e sentia falta de um dragão combinado com esse tipo. Em comparação ao Reshiram achei este bem mais ao estilo “lendário”, com cara realmente de chefão final.

Dakini

Falando no geral, não costumo nomear Pokémon como favoritos por seu real potencial de combate. O design e o tipo normalmente são o que determinam se vou mantê-los em minha party ou não, mas certamente o que mais conta na hora em que paro pra pensar nos que mais gosto é o tempo que passei com eles.

Geral

3º Scizor
Scizor
1º Charizard
Charizard
2º Luxray
Luxray
4º Squirtle
Squirtle
5º Swampert
Swampert

Charmander foi minha escolha inicial em Red, mas não era dele que eu gostava, e sim do Squirtle, mas eu queria porque queria um Charizard (culpa do animê), e até hoje, quatro gerações depois, continuo achando-o um dos melhores. Os outros três, bom, o Luxray foi meu main na 4ª geração porque cometi a burrada de pegar um Chimchar (nunca fui muito de Pokémon de fogo, mas não gostei do Piplup, ou melhor, do Empoleon), que inevitavelmente acabou ficando na box eternamente assim que o evoluí para Infernape. Considerando meu enorme fraco por Pokémon elétricos e o nível de fofura do Shinx, o Luxray foi meu maior companheiro em Pokémon Platinum, e o único que evoluí até o lvl 100. E o Scizor foi seu companheiro. Era meu segundo principal e extremamente confiável para capturar o que quer que fosse usando seu False Swipe. E melhor, seus stats são excelentes, então eu ainda o usava para matar o pessoal com 1-hit, coisa que meu Lux, por mais bombado que fosse, não conseguia, além de normalmente morrer bem fácil.

Por fim, Swampert… que Pokémon feio. XD O Mudkip pode muito bem ter sido um dos designs mais fofos de toda a série, mas sua evolução final é de dar pena. Só na aparência, porém, porque é um ótimo Pokémon, e como foi meu inicial e principal em Ruby, tenho um carinho especial por ele. Mas foi disputado o quinto lugar entre ele e meu main aquático de Platinum, um Gastrodon.

Lendários

1º Mewtwo
Mewtwo
2º Lugia
Lugia
3º Zapdos
Zapdos

Quanto aos lendários, bom, nunca tive um Mewtwo como permanente em party alguma minha, mas seu primeiro lugar é intocável desde que assisti ao primeiro filme Pokémon. Mais bad-ass impossível, me desculpem. E o Lugia também está ali por influência dos filmes. Pokémon 2000 foi bastante épico, e como era bom a época em que isso ainda passava nos cinemas brasileiros. Ele, porém, foi presença marcada tanto na minha party de Silver quanto na de SoulSilver, então ainda jogo com ele, e acho que tem um dos designs mais fodas. Quanto ao Zapdos, elétrico, né… acho-o muito foda, e era escolha certa em qualquer batalha minha em Pokémon Stadium, joguei mesmo muito com ele, e é sempre o pássaro lendário do qual mais corro atrás nos jogos. Articuno e Moltres, pra mim, podem ir direto pro lixo (não statsmente falando), mas o Zapdos é bem o meu tipo.

5ª Geração

1º Wargle
Wargle
2º Mebukijika
Mebukijika
3º Futachimaru
Futachimaru

Nova geração! O Wargle foi um dos primeiros a aparecer e na hora pensei “Caramba, um substituto pro Pidgeotto!”, que era um dos meus favoritos. Gostei mesmo do design. E nossa, o Futachimaru me lembra MUITO o Marshtomp. Extremamente win só por isso, mas gostei de ver o coitadinho do Mijumaru evoluir pra algo foda, tenho pena daquela primeira forma. E aí temos o Mebukijika, um Pokémon que muda e forma de acordo com a estação do ano! Tá certo que boa parte de Black/White vai fazer uso desse novo sistema, mas achei muito bacana e bonito esse Pokémon. Certamente terei na minha equipe. Ah, e ele me lembra Bambi! Me diz se isso não é positivo? XD

Inicial & Guardião

Zekrom
Zekrom
Mijumaru
Mijumaru

Zekrom: elétrico/dragão. Reshiram: fogo/dragão. Rá! Alguma dúvida de que eu escolheria o primeiro? Pokémon elétricos toda a vida! E o Mijumaru, bom… coitadinho, é feio que doi. Ia mesmo escolher o Tsutarja porque ele parece o Excalibur de Soul Eater na falta de um inicial de água bonito, mas mudei de ideia depois de ver as evoluções. Pokémon aquáticos toda a vida!

Hugo

Geral

1º Gallade
Gallade
2º Gliscor
Gliscor
3º Meganium
Meganium
4º Mamoswine
Mamoswine
5º Vileplume
Vileplume

Mesmo tendo muitas fraquezas, tenho um certo apego a pokémon de planta. Vileplume, desde a primeira geração é minha escolha certa. Depois de um certo tempo é certo que ela ficou bem desatualizada e surgiram vários pokémon de planta melhores, mas meu apego por ela já é mais sentimental. Tanto que na segunda geração eu usava dois pokémon e planta, o outro sendo Meganium que lá passou a ser meu pokémon que lutava primeiro para jogar logo seus powders junto com light screen e reflect. Ah, adorava essa combinação da Meganium.

Chegou a quarta geração e já gostei de cara do Mamoswine e Gallade. Além de seus sprites serem muito estilosos, dão um ótimo dano físico, coisa que meus times sempre tiveram falta.

Gliscor surgiu como uma salvação para Gligar que eu já adorava na segunda geração mas sempre achei que a falta de uma evolução o estragava.

Lendários

1º Arceus
Arceus
2º Lugia
Lugia
3º Zapdos
Zapdos

Ah, não tenho muito a falar de lendários. Sempre que os capturava, iam direto pra box. Para mim não são nada além de artigos de coleção (com essa frase eu certamente seria um vilão de um anime). Minha escolha é baseada em nada mais do que “eles são legais”. Zapdos e Lugia são, entre os lendários, os que tem a aparência mais legal na minha opinião. Já a escolha do Arceus se deve exclusivamente ao filme que ele protagoniza. Quem já viu “Arceus – À Conquista do Tempo-Espaço” sabe do que eu estou falando. (PS: Ele é mais forte que o Mewtwo :flamewar:)

5ª Geração

1º Yanakkie
Yanakkie
2º Futachimaru
Futachimaru
3º Abagoura
Abagoura

Finalmente um pokémon-tartaruga legal. Me desculpem os fãs de Blastoise mas ele tem cara de bobão XD. Futachimaru só peca em são ser do tipo lutador. As fanarts dele com a coloração branca também são melhores do que as originais mas mesmo assim nada estraga esse pokémon. Yanakkie, bem… olha minha obsessão por pokémon planta aflorando. Ele é de longe o macaco mais estiloso dos três dessa geração e só com isso não preciso de mais nada para colocá-lo aqui.

Inicial & Guardião

Mijumaru
Mijumaru
Zekrom
Zekrom

Olha, quando pokémon White sair aqui no ocidente e eu começar a jogar, se eu escolhesse outro pokémon que não seja Mijumaru como inicial, eu vou ficar pensando nessa cara de gato mal-amado que ele tem. Pois é, minha escolha é por pena mesmo.

Já Zekrom, bem, é só olhar pra ele. Tem como não achar ele legal?

PRLS

Geral

1º Victreebel
Victreebel
2º Charizard
Charizard
3º Electivire
Electivire
4º Staraptor
Staraptor
5º Milotic (Shiny)
Milotic

Opa opa opa, escolher apenas alguns dentro de mais de 500 Pokémon nem sempre é fácil, e eu pensei muito para fazer estas listas que estão aqui. Mas tenho uma explicação para cada um desses que estão aqui. Milotic acabou se tornando meu xodó que surgiu como um simples Feebas lá em Pokémon Sapphire, aliás, o impacto foi que este foi o único Feebas que eu consegui pescar até hoje e olha só o presente que eu ganhei, um Milotic Shiny, que é muito bonito, diga-se de passagem. Staraptor me conquistou devido ao seu golpe Close Combat que é um golpe bem diferente para um Pokémon voador diga-se de passagem, além de ser um Pokémon duro na queda. Electivire acabou entrando pro meu time somente agora em HeartGold por ser um Pokémon elétrico com estilo, pelo menos na minha opinião. Charizard é o queridinho da metade dos treinadores Pokémon, devido a ser a evolução final do Charmandar, o Pokémon inicial da maioria e por ter um apelo todo especial no anime de Pokémon também. Victreebel sempre foi meu Pokémon grama preferido, estando em vários de meus times devido a uma identificação e por eu quase sempre começar o jogo com o inicial de fogo ou água.

Lendários

1º Rayquaza
Rayquaza
2º Deoxys
Deoxys
3º Suicune
Suicune

Suicune é o cão lendário da água e eu gostei dele, sei lá, ficou sendo um dos meus preferidos dos lendários, juntamente com Deoxys e suas várias formas e sua história cheia de mistérios nos filmes da serie. Rayquaza é diferente, um Pokémon que figura até em outros jogos da Nintendo de formas escondidas, tem participações explosivas no anime e filmes e é um Pokemon de peso a se enfrentar durante a jornada nos games.

5ª Geração

2º Waruvial
Waruvial
1º Zeburaika
Zeburaika
3º Kenhorou
Kenhorou

Não tenho muito o que falar destes, somente achei suas combinações de tipos, formas e evoluções interessantes e acho que vou treiná-los no futuro. Kenhorou vai ser o Pokémon voador da vez no meu time, caso ele esteja disponível lá no início, sempre tenho um voador no meu time no início e este parecer ser interessante. Waruvial é o Pokémon crocodilo, unindo os tipos terrestres e noturno, interessante combinação, mas eu gostei dele ao vê-lo la no início e achei legal, sei lá, tem coisas que não tem como explicar. Zeburaika me lembra um summon de Final Fantasy que também era um cavalo elétrico e isso por si só já despertou meu interesse por ele, além do tipo em si, outro que sempre tem um espaço em meus times iniciais.

Inicial & Guardião

Pokabu
Pokabu
Reshiram
Reshiram

Não tenho muito o que declarar sobre o Reshiram, achei ele o mais legal dos dois, e vai influenciar a minha escolha entre as duas versões do game.

Theo

As minhas razões para as escolhas dos Pokémon são praticamente as mesmas da Dakini, não costumo dar tanta importância aos atributos (Defesa, Ataque, Especial e afins) dos bichinhos, acabo sempre levando mais em consideração a afinidade que tenho com cada um deles e as vezes até a maneira como eles foram retratados no anime. Ao contrário da Dakini – que é fã dos Pokémon elétricos – e do Hugo – que prefere os de planta – eu sempre dividi a minha preferência entre os de fogo e os de gelo, embora esses tenham tido poucos Pokémon que agradassem.

Geral

1º Arcanine
Arcanine
2º Electivire
Electivire
3º Walrein
Walrein
4º Dragonair
Dragonair
5º Venusaur
Venusaur

Apesar da minha inclinação pelos Pokémon do tipo fogo, tentei deixar a minha lista mais variada possível, até pra ela não ficar tão monótona. Mas saibam que eu já terminei o Pokémon Yellow com três Pokémon de fogo na minha equipe: Ninetales, Arcanine e Charizard. Mas vamos a lista, o Venusaur ganhou o seu lugar aqui porque acho que ele possui um dos visuais mais bad-ass dessa geração de Pokémon e ele consegue isso mesmo tendo uma flor nas suas costas! O Dragonair foi um sufoco duplo para eu conseguir tê-lo na equipe: primeiro para capturar o Dratini na Safari Zone e depois para evoluí-lo no nível 30 com ataques pouco eficazes e uma baixa defesa. O Electivire e o Walrein também me marcaram pela dificuldade em capturar e evoluí-los até a sua forma final. O Growlithe/Arcanine estão aí em primeiro lugar por conta da forma como ele foi mostrado no animê. Lembram que o James da Equipe Rocket tinha um Growlithe de estimação quando era criança e ele teve que deixá-lo para trás quando ele fugiu? Pra mim foi super-emocionante essa revelação de que um dos vilões tinha esse lado tão humano, achei bem bacana. E isso sem contar que eles eram usados na força policial, lembro que toda a policial Jenny tinha um Growlithe ou um Arcanine do seu lado… E eles ainda se parecem com cachorros, dá pra resistir a isso?! Cachorros-de-fogo! Fala sério, eles ganharam o direito de entrar na lista!

Lendários

1º Articuno
Articuno
2º Raikou
Raikou
3º Lugia
Lugia

Aaah, Pokémon Lendários… Lembro que eu tinha um “ritual de preparação” antes de ir enfrentar cada um deles: analisava de qual tipo ele era, pegava um Pokémon forte contra o tipo dele, poções de todos os tipos (Burn, Restore, Revive, Ether…) e um estoque quase infinito de pokébolas. No final da luta eu não usava nem metade dos itens, mas era legal me sentir preparado antes de cada batalha. Minha única reclamação é que eu não consegui gostar de nenhum dos lendários tipo fogo, por isso demorei bastante pra bolar essa lista e no final acabei me decidindo pela maneira como eles foram retrados no anime. Bem, com excessão do Lugia, que eu já gostava bem antes do filme “Pokémon 2000”.

5ª Geração

1º Enbuoh
Enbuoh
2º Shandera
Shandera
3º Kokoromori
Kokoromori

Após a 4ª Geração eu fui perdendo contato com a série, mas o meu gosto por ela continua o mesmo. Ainda não passei muito tempo com esses Pokémon da 5ª geração para me familiarizar com as novas adições, por isso os escolhidos para entrar na lista são basicamente os que me chamaram a atenção pelo visual e, lógico, são dos meus tipos favoritos Fogo e Gelo.

Inicial & Guardião

Reshiram
Reshiram
Pokabu
Pokabu

Seguindo a minha tradição com os Pokémon de Fogo o Pokabu foi o escolhido. As evoluções dele parecem ser bem robustas também, gostei da idéia dele começar com o visual de um porquinho e terminar como um javali bad-ass! Aliás, me surpreendi quando vi a lista dos Pokémon novos e como eles estão simpáticos, não acham? Sempre achei os Pokémon da 3ª e 4ª geração tinham um visual, uhm, meio estranho. Mas desta vez acho que eles acertaram em cheio! E de tanto eu falar de Pokémon tipo Fogo ficou meio óbvio que iria escolher o Reshiram, não?

Agradecimentos a todos que participaram do post e principalmente ao Hugo que editou a maior parte do post e a disposição das  imagens!

Acharam que faltou algum? Então apontem os seus favoritos nos comentários!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Rackor

Gamer de fliperamas aos consoles, passando pelo saudoso GB Color e seu Pokémon Yellow. Leitor de mangás, e dou preferência a estes ao invés de animes. Mais recentemente descobri as HQs, e desde então sou fã da trajetória de Geoff Johns em Laterna Verde, entre outros clássicos como Watchmen.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.