AssistindoSeriados

Pretty Little Liars: Mistérios, mentiras e assassinato ditam trama baseada em série de livros! [1~10] [PdS]

Pretty Little Liars: Ano 1, Episódios 01 a 10! A série estreou nos EUA em 08 de Junho deste ano, naquele sistema de “midseason”. O décimo episódio, que fecha a primeira fase da história foi exibido no dia 10 de Agosto. Lá nos EUA a série retorna para mais 12 episódios a partir de 03 de Janeiro de 2011!

Enquanto isso no Brasil: Ainda não há previsão de exibição por nenhum canal da TV paga. Talvez por se tratar de uma série curta, com apenas 10 episódios no momento. Provavelmente então ainda vá demorar para estrear por aqui.

Aviso: Vou dividir o texto em dois momentos. Começarei sem spoilers e mais para o final da matéria, farei alguns comentários sobre o fim do décimo episódio e gancho da série, mas alertarei quando chegar a hora dos spoilers!

Não conhece o Papo de Série? Basta clicar aqui e ficar por dentro do projeto. Depois do “continue”, a gente conversa mais.

Um mistério, um assassinato e toneladas de segredos!

Esta série chegou em minhas mãos através da recomendação de um leitor aqui do Portallos. O leitor em questão foi o Matheus Jardim, que chegou até a enviar uma matéria sobre a série no período de recrutamento da equipe em julho, mas acabou não sendo publicado no blog (nem me lembro porque). Mas o texto do Matheus foi suficiente para me instigar a ver o seriado e passado todo este tempo, finalmente terminei de ver assistir. Agradecimentos a ele então pela ótima recomendação.

Pretty Little Liars é uma série de “midseason”, ou seja, é uma daqueles séries que estreiam no meio do ano, quando os americanos estão terminando de ver as temporadas das séries mais famosas e aguardando a reestréia das mesmas em setembro. São séries que tapam o buraco na programação da TV americana enquando as top-séries não retornam a grade da mesma.

Isso não significa que séries de midseason são ruins. Pelo contrário, muita coisa famosa no passado e algumas séries no ar atualmente começaram pelo sistema de midseason, por exemplo, Buffy a Caça Vampiros, Blossom, Dawson’s Creek, My Wife and Kids (Eu, a patroa e as crianças), The Office, The Simpsons, Grey’s Anatomy, Family Guy, Lie To Me, American Dad e mais uma porrada de séries que com certeza você conhece. O que acho interessante no midseason, é que em geral, as séries que estreiam nessa época tem menos episódios, o que significa que o roteiro e a história é feita de forma mais ágil e inteligente, ao contrário das séries com 22 episódios, que em sua grande parte tem aquele monte de episódios “enche-linguiça”, que não contribuem à trama. No midseason não dá tempo para isso, pois a série precisa chamar a audência, e nisso a história tem que convencer os telespectadores. E essa é a maior vantagem para Pretty Little Liars!

A história não chega a ser um primor de originalidade, mas isso está cada vez mais difícil de se conseguir hoje em dia. Mas como eu sinto falta de uma boa série jovem com mistério, suspense e drama, acabei sendo sugado pela série. A trama é baseada numa série de livros, que carrega o nome do programa, lançado nos EUA desde 2006, pela autora Sara Shepard e já consta com 8 livros, sendo os últimos dois sido lançados agora em 2010. Segundo o twitter da Editora Rocco, os livros vão começar a sair aqui no Brasil no próximo mês, sobre o nome “Maldosas”. Nome tosco, mas parece que na capa também estará o sub-título “Pretty Little Liars”. São não curti a capa do livro (veja), meio tosco a boneca na arte, meio que afasta a curiosidade do público masculino ao passar por um livro destes numa livraria, ainda que a história e série seja mais voltado ao público feminino mesmo (Será mesmo? Vendo a série televisiva, me pareceu bem mais interessante e menos bobo do que Crepúsculo, por exemplo).

Na trama existem 5 amigas inseparáveis, porém num dia qualquer, a garota que se chama Allison simplesmente desaparece. Deixando as 4 amigas, Aria, Hana, Spencer e Emily desoladas. O que aconteceu com Allison? O tempo passa, um ano na história da TV, e as quatro amigas já não são mais tão amigas, Allison era meio que a líder do grupo, aquela que unia todas as outras. O primeiro episódio trabalha nesse looping temporal, apresentando cada uma das quatro protagonistas, e criando um mistério em cima de Allison, que apesar de todas já considerarem que a amiga está morta, mesmo que nunca tenha sido encontrado seu corpo.

Isso muda quando elas começam a receber mensagens por celular de uma pessoa que se denomina “A”, revelando segredos que apenas Allison sabia, dando a impressão de que alguém estaria vigiando elas. As mensagens sempre num tom de maldade. A primeira vista, fica a pergunta se Allison estaria viva e observando as garotas. O piloto já coloca um fim nessa questão ao mostrar no final do episódio a polícia encontrando o corpo da garota enterrado na varanja de sua própria casa. Pronto, um mistério perfeito para uma série de TV!

Quem matou Allison? Por que? E quem é “A” que está vigiando as quatro amigas, se passando pela amiga assassinada, e enviando mensagens de texto (e outros tipos de mensagens)? A trama também brinca muito com mentiras. Allison era a convidente de todas do grupo e conhecia muitos segredos, e as meninas também carregam um grande segredo envolvendo Allison, bem naquele clima do filme “Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado”, sabem? Com um detalhe de que Allison está morta, então ela não pode mais levar a culpa por seus “pecados” do passado, por assim dizer.

Por ser uma série baseada em livros, o roteiro e os personagens são bem costurados. Geralmente roteiristas de séries de TV sempre vacilam quando precisam montar uma teia de mentiras com tantos personagens. Mas tendo a premissa da história em livro, a teia de mentiras de Pretty Little Liars é bem amarrada e presa dentro da proposta de mistério da história envolvendo Allison e sua misteriosa morte.

Ao longo dos 10 episódios da temporada, vamos conhecendo melhor as quatro amigas de Allison, seus segredos, mentiras, problemas e a amizade do grupo vai se fortalecendo graças as ameaças de “A”. Elas só podem confiar nelas mesmos (Será? Não duvidaria se houvesse uma vilã no meio dessa história) e por isso os laços de amizade dos tempos de Allison vão retornando aos poucos, mesmo que a série trabalhe muitas vezes em situações onde uma ainda não confia totalmente na outra (Senão perde a graça), sem mencionar que muito segredos são envergonhosos e embaraçosos de se revelar. “A” acaba forçando para que eles vão sendo descobertos ao longo dos episódios.

Cada amiga tem uma personalidade e problemas pessoais. Aria e sua família chegaram da Europa, após um ano afastada de tudos e de todos, e agora enfrenta uma crise no casamento de seus pais e a paixão por um professor. Na verdade Aria é a personagem mais sem graça entre as 4 principais na minha opinião. Spencer vem de uma família rica, que vive em disputas familiares, sua irmã a odeia, tem aqueles tipicos problemas de classes sociais (envolvendo o clube onde a família frequenta), tem a pressão por ter que ser a melhor nos estudos e esportes, etc. Hana também começa a série como uma patricinha, mas ao longo dos 10 episódios, a série costura uma personalidade melhor para Hana, no final da temporada, acabou sendo a personagem que mais gostei em relação a mudança e amadurecimento. Emily é a complicada do grupo, meio bisexual, incompreendida dentro de casa, e ao longo da série mexe em um grande vespeiro da história, é a que parece ter mais segredos obscuros.

Além das 4 garotas, a série ainda trás um monte de bons personagens secundários, como Maya, a garota por quem Emily se apaixona, os namorados da irmã de Spencer, Toby e Jenna que carregam um importante papel na trama, o policial que está investigando o caso, o professor Fitz que tem um caso com Aria, os pais (ou apenas mães) das garotas, Mona a amiga de Hana, os garotos que gostam de Hana, o namoradinho de Spencer, enfim, você percebe que são personagens que obviamente tem um espaço maior no livro, como todos possuem personalidade bem estruturadas, ficam ótimos na trama.

E a série segue esse clima de mistério envolvendo Allison, segredos sendo desmascarados pelas amigas, ameaças de novas mortes, dramas juvenis e muito flashback contando quem era realmente Allison, que de inocente não tinha nada. A garota era realmente maldosa e manipuladora, o que deixa a tensão da série muito boa, pois qualquer um pode ser “A”, qualquer um pode ter se envolvido na teia de mentiras e segredos de Allison e aparentemente “A” sabe praticamente tudo que Allison sabia. É inevitável também o clima de “gato e rato” entre a figura misteriosa da série e as quatro protagonistas. Qual é o objetivo de “A” para atazanar a vida das meninas deste jeito?

Quem é “A”?

Fica a recomendação e a dica para quem está procurando alguma coisa diferente para assistir!

Atenção: Grandes spoilers sobre o final do décimo episódio a seguir!

Não podia deixar de comentar o final dessa primeira fase do primeiro ano da série. Caso haja já algum leitor acompanhando. Mas na minha opinião foi o melhor episódio depois do baile na escola, com Emily correndo de Toby no final e caindo. Fiquei muito bravo por o episódio acabar naquele climão de mistério, por sorte, o outro já estava no esquema para assistir. XD

Mas este último episódio me deixou muito nervoso. Depois de toda a transformação que Hana passou pelo começo da série, graças em parte ao carinha nerd da trama, ela acabar sendo atropelada? Que maldição! Mas assim que ela chegou no estacionamento no final do episódio eu saquei que iam dar cabo da menina. Felizmente vendo a promo do episódio 11 de Janeiro de 2011, já sei que ela não morreu.

E muito maneiro a revelação de Ian, como o cara que estava com Allison na noite em que foi morta. Mas pra mim é muito improvável que ele seja “A”, assim como nunca acreditei que Toby fosse culpado de alguma coisa. Alias não ficaria surpreso se Allison estiver viva, afinal, na cena do funeral ou em nenhum momento antes do piloto, vimos o corpo da menina. E assim como filmes como “Eu sei…” e “Pânico”, também não me surpeenderia se mais de uma pessoa estivesse envolvido nesse jogo de gato e rato!

Quem anda acompanhando a série tem algum palpite? XD
(E que não venha com informações retirado dos livros da série!! Tem que ser “achismo”, não vai spoilar a trama do livro pra quem só vê a série né?)

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.