EditoriaisJogando

Especial: Evento no Zoológico em Sampa marca retorno de DK aos Consoles – Eu Fui! [Wii]

Donkey Kong Country Returns para Wii, pôde ser experimentado em um espaço no Zoo de SP, e lá estava eu as 9:00 da manhã para por minhas mãos no jogo da Nintendo. Para minha surpresa ao chegar ao zoológico, a fila era bem grande, mas isso apenas até a abertura do local que pontualmente abriu os portões para a entrada de todos.

Logo na entrada já podiamos ver um pessoal distribuindo as gravatinhas do DK, e até as pessoas que não estavam ali exclusivamente para ver o novo jogo do gorila mais famoso dos games, estava curioso com a presença da equipe que distribuía-os. No espaço do zoológico também havia algumas plaquinhas que avisavam do evento. E lá estávamos nós, logo cedo e já fomos direto por as mãos em um wiimote, eu e minha esposa.

Por ter chegado cedo pudemos aproveitar muito bem o jogo, primeiro entendemos como o jogo funcionava, e já adianto um ponto meio chato, o console estava em espanhol, mas que língua chata, nunca fui fã dela, não sei porque costumam achar que brasileiro vai entender melhor espanhol, eu me sinto muito mais a vontade com o inglês, mas deu para me virar.

O Jogo

Bem, o jogo é bem parecido com New Super Mario Bros Wii, e usa bastante também as funções do sensor ao movimento, e na primeira fase, como esperado temos um pequeno tutorial dos comandos. Apertando para baixo e balançando o wiimote, o DK assopra para por exemplo dentes-de-leão que revelam itens interessantes, além de flores cata-vento. Balançando o wiimote parado, DK destrói pedras, abre caminhos escondidos no chão, atordoa os inimigos além de outras utilidades, como tocar com o Olodum, já o Diddy atira amendoins, ou seriam bananas?

Ainda falando do chacoalhar do controle, quando se faz isso enquanto se está andando, DK ou Diddy rolam e detonam os inimigos. Além disso, o básico está lá, o 2 pula, e o 1 aparentemente corre.

O que mais me deixou feliz foi o modo cooperativo, adoro jogos cooperativos, pois assim não precisamos disputar o controle do joystick na hora de jogar. Neste modo, similar ao New Super Mario Bros Wii, quando um jogador morre, é possível retornar em um barril que flutua com o auxílio de uma bexiga, para assim voltar ao jogo que quando tocado pelo outro jogador, o faz retornar. Senti falta de lançar o parceiro, ou eu não achei como, mas é possível DK carregar Diddy para locais um tanto perigosos, ou ainda planar em conjunto com a ajuda do jetpack do personagem. No modo single-player, que joguei muito pouco, não vi uma interatividade muito significativa ao se obter o Diddy, não é possível alternar entre os personagens.

DK é bem pesado, e achei que deve se tomar muito cuidado ao fazer os movimentos, mas Diddy é bem mais leve. Rambi também estava lá, já na segunda fase, em uma parte escondida, jogar com ele é muita apelação, adorei. O mapa é aquela coisa clássica, similar aos DKs originais, e tem até a venda de itens que podem ser comprados com as moedas douradas. Nas fases as letras K-O-N-G estão lá, e também há peças de quebra-cabeças, mas infelizmente não consegui coletar todas de uma fase sequer para descobrir o que ocorre.
Os inimigos são novos, não há mais os crocodilos, ou jacarés, sei lá a diferença, mas tudo ainda está tão divertido quanto o jogo do Super NES, e para mim já está na lista de futuras aquisições.

Ainda no espaço da Nintendo pude jogar Wii Party, que me pareceu um bom jogo para se divertir com os amigos e a família, mas dessa vez passo, só se me derem de presente esse. E também joguei Kirby’s Epic Yarn que já foi bem explorado pelo Kon, que descobri também possuir um modo cooperativo e que tem grandes chances de compra também.

Passeio no Zoo

E no fim acabei passeando no zoológico aproveitando que já estava lá, somente a Nintendo para me fazer ir ao Zoo após anos, me senti uma criança novamente! E ao passar pela entrada do espaço do evento, pude ver que a fila estava monstruosa, muitos que foram ao zoológico para ver os animais acabou por serem atraídos para conferir o jogo. Haviam malabares que divertiam adultos e crianças que passavam ali próximos. Eu vi um Mario e Luigi de relance, mas o calor deve ter os feito descansar por alguns instantes.

Bem, em resumo o evento valeu muito a pena, ganhei de brinde uma gravatinha do DK, um chapéu de safari, preenchi o cupom para o sorteio do Wii (na torcida agora), e ao ir embora, recebi um quebra-sol automotível, na hora errada, mas ganhei, pois ao chegar no carro que ficou o tempo todo exposto ao tempo, estava um forno só, mas valeu de qualquer forma, ele será de grande utilidade daqui para a frente. Também pude encontrar um pessoal do Nintendo Blast e do NParty, foi bem proveitoso, agora é preparar o bolso para adquirir o jogo que está sendo vendido por R$199,00 aqui no Brasil.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Pikachu

Gamer e nerd, meus gêneros favoritos são RPGs e Adventures, e claro que adoro Pokémon. Aprecio uma boa música também, em especial o bom e velho Rock N' Roll e o Metal e suas vertentes.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.